Procure no JP

segunda-feira, 9 de abril de 2018

Começa a Segundona 2018 com empate em Mauá

Texto e fotos: Fernando Martinez


Depois de duas semanas sem futebol, nada melhor do que voltar à ativa com a jornada inicial do melhor certame do estado, o Campeonato Paulista da Segunda Divisão. Muito bom poder ver de perto a abertura do torneio no Estádio Pedro Benedetti com o encontro entre Mauaense e Guarujá pelo Grupo 5.

Antes da parte boa, sou obrigado a falar da condição "sub-23" da Segundona em 2018. Por "sugestão" da FPF, o certame não terá mais a presença de atletas acima de 23 anos com a desculpa oficial de "dar espaço ao pessoal que está começando e revelar novos talentos". Bom, quem acompanha a competição sabe que não tivemos muitas revelações de 2005 pra cá.

Não há como negar que é um absurdo vermos os clubes aceitarem essa imposição quietinhos e sem nem saberem direito o que estão fazendo. Se existe uma preocupação com a categoria sub-23, que criem um campeonato específico, não transformem a última divisão num torneio restritivo.

Com o final das Séries A1, A2 e A3 um sem número de jogadores acima de 23 anos agora estão desempregados e sem poderem exercer sua profissão. A decisão de usarem ou não atletas de qualquer idade deve caber exclusivamente Às agremiações e não ser uma imposição da FPF. Isso só comprova que os dirigentes não sabem o enorme poder que tem nas mãos. Por conta dessa bizarria, infelizmente o campeonato perde bastante brilho nessa temporada.

O amigo Victor Minhoto sempre disse que "o que vale de verdade são os uniformes em campo, não a política", então por isso vou continuar acompanhando o certame muito pela parte histórica. Mesmo assim, fica aqui o protesto do JP a respeito de uma decisão absurda e sem nenhum sentido.

Voltando à vaca fria, a Segundona será disputada por 40 times divididos em cinco grupos com oito equipes cada. No Grupo 5 também estão Elosport, Primavera, Itararé, Barcelona, Jabaquara e o novato Mauá FC, segunda agremiação profissional da história da cidade. Talentos 10 de Marília, Catanduva FC e Grêmio Sãocarlense são as caras novas. O Andradina FC não entra na lista pois nada mais é do que o antigo Atlético Araçatuba com nova denominação.


Grêmio Esportivo Mauaense - Mauá/SP


Associação Desportiva Guarujá - Guarujá/SP


Capitães dos times junto ao árbitro Willer Fulgêncio Santos, os assistentes William Trufelli Malaquias e Robson Ferreira Oliveira e o quarto árbitro Camilo Morais Zarpelão


Novo escudo do Guarujá

Por ser a primeira rodada, fui pro estádio sem saber o que esperar. A Locomotiva perdeu bastante gente que agora é do Mauá FC e o Guarujá, que estava fora da Segundona desde 2014, prometia dar trabalho nesse retorno. O público apareceu em bom número e 445 pessoas pagaram ingresso. Entre eles, um ótimo quórum de amigos.

Sob sol, mas com uma temperatura bastante agradável, o jogo até que foi razoável. O Grêmio iniciou os trabalhos jogando mais e aos cinco minutos abriu o marcador. José Vítor recebeu ótimo passe pela esquerda, avançou e chutou cruzado, sem chances para Jonathan. Esse foi o primeiro gol da Segundona 2018.

Os locais continuaram atacando, porém não ampliaram sua vantagem. O Guarujá demorou para chegar no campo ofensivo e quando conseguiu o arqueiro Wagner pouco trabalhou. Sem maiores emoções, o tempo inicial se encerrou com a vitória parcial a favor da Locomotiva.



Detalhe do primeiro gol da Segundona 2018, marcado por João Vítor e a comemoração do camisa 11


Bonito colorido dos uniformes no Pedro Benedetti


Lance aéreo no ataque local


Jogador do Guarujá se esticando todo para tentar dominar a pelota

No tempo final eu fui até a arquibancada e a partida ficou mais animada. O Tubarão foi mais preciso e deixou tudo igual aos cinco minutos com um bonito tento de Felipe Mendes. Com o 1x1 no marcador, as duas equipes criaram diversas oportunidades pro segundo gol.

Na reta final o Mauaense foi mais incisivo e aos 36 voltou a ficar à frente do placar. João Pedro, camisa 8, se aproveitou de rebote do goleiro depois de grande defesa e recolocou os locais em vantagem. O Guarujá se mandou ao ataque de forma um tanto quanto estabanada e parecia que o resultado estava definido.

Quem acabou dando uma ajuda preciosa foi todo o sistema defensivo local. No ultimo minuto, os visitantes atacaram de forma tímida, só que a zaga não deu nenhum combate e com isso a bola sobrou para Matheus Gomes na entrada da área. O camisa 9 chutou forte, sem nenhuma marcação, e mandou a pelota no ângulo esquerdo.


No segundo tempo o jogo melhorou e o Mauaense teve boas chances para ampliar



Duas chegadas do Guarujá no fim do jogo. Nos acréscimos, a equipe foi premiada com o gol de empate

No fim, o placar de Mauaense 2-2 Guarujá foi um balde de água fria pro escrete da Grande São Paulo. De qualquer forma, foi apenas o primeiro compromisso e muita água ainda vai rolar debaixo dessa ponte. A fase inicial acaba somente em 8 de julho.

Um dos lances mais legais da Segundona é o clima antes e depois da peleja. Saímos do estádio e fomos até o centro de Mauá. Ficamos ali um bom tempo fazendo uma boquinha e batendo aquele papo sempre fundamental para mantermos nossa sanidade em dia. Boa parte do quórum voltou a campo no domingo cedo, pois era dia de matar time na última divisão.

Até lá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário