Procure no JP

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Palmeiras campeão da Copa do Brasil sub-17 2017

Texto e fotos: Fernando Martinez


Na tarde de quinta-feira teve final da pauta livre do Jogos Perdidos. Fui até o Estádio Paulo Machado de Carvalho acompanhar o dérbi decisivo entre Corinthians e Palmeiras valendo o caneco da Copa do Brasil sub-17. Para os mosqueteiros, a chance do bi, para o alviverde, a oportunidade de uma conquista inédita.

No jogo de ida, realizado no dia 22 na Arena Corinthians, o verde venceu pela contagem mínima. Logo, um empate no Pacaembu garantiria o caneco. O Corinthians precisava vencer por dois gols de diferença e caso repetisse o placar a decisão seria na marca de cal. Um bom público composto só de palmeirenses foi à velha cancha para acompanhar as emoções do dérbi. Da minha parte, posso dizer que foi a primeira parte da série "eu mereço um troféu", mas falaremos disso mais tarde.


Sociedade Esportiva Palmeiras (sub-17) - São Paulo/SP


Sport Club Corinthians Paulista (sub-17) - São Paulo/SP


Capitães dos times junto com o quarteto de arbitragem designado para a decisão. Em campo, o árbitro Rodrigo Guarizo do Amaral, os assistentes Fabricio Porfirio de Moura e Vitor Carmona Metestaine e o quarto árbitro Rodrigo Gomes Domingues

No primeiro tempo o Palmeiras foi melhor e não deixou o Corinthians jogar. Alanzinho, camisa 10 local, foi o responsável pelas melhores jogadas, porém pouco de ofensivo aconteceu. Os dois goleiros pouco trabalharam e o intervalo chegou com o marcador em branco. A única chance de verdade foi alvinegra, aos 28 minutos, quando um dos atacantes conseguiu a proeza de chutar pela linha de fundo com o gol aberto.

Já no tempo final, aí sim tivemos jogo de verdade. O Corinthians sabia que precisava se animar e voltou mais disposto, muito mais inspirado. O setor ofensivo ficou em cima da zaga palmeirense e aos 25 minutos o camisa 20 Rafael Mascarenhas, que tinha entrado segundos antes, aproveitou cruzamento rasteiro da esquerda de Vitinho e igualou a decisão. O Palmeiras sentiu, se defendeu ainda mais e o os corintianos quase fizeram o gol que daria o título no tempo normal.


Disputa de bola dentro da área palmeirense


Ataque mosqueteiro pela esquerda


Chute de longe a favor do Corinthians



Início da jogada do gol alvinegro no Pacaembu e a comemoração de Rafael Mascarenhas


Camisa 25 do Timão dando um carrinho maroto em atleta alviverde

Aos 46, o técnico palestrino tirou o goleiro Marcão e colocou em seu lugar Lucas Bergantin, terceiro reserva e especialistas em penais. Ele acabou se tornando o grande heroi da tarde. Ronald iniciou a disputa de pênaltis a favor dos visitantes e o arqueiro verde defendeu. Alan fez 1x0 para o Palmeiras, Vitinho empatou, Patrick fez 2x1, Mascarenhas marcou 2x2, Luan 3x2 e Lucas defendeu a segunda cobrança, agora de Piracicaba. Anibal perdeu a chance do caneco na sequência com o corintiano Matos fazendo boa defesa, Giovanny empatou em 3x3 e Esteves, no derradeiro chute, fez o quarto do alviverde e impediu o sonho do bi corintiano.


O pênalti que Lucas defendeu do jogador Piracicaba, do Corinthians


Esteves fez o quarto gol e deu o título ao Palmeiras


Festa palestrina pela inédita conquista da Copa do Brasil sub-17

O placar final de Palmeiras 0 (4) - 1 (3) Corinthians marcou a inédita conquista para a equipe da Zona Oeste. A campanha teve um total de nove jogos, com sete vitórias, um empate e apenas o revés na final. Não foi fácil estar em meio à coletividade alviverde na festa do título, só que como aqui é tudo pelo social, respiramos fundo e vamos em frente. De qualquer forma, eu também merecia um troféu pelo contexto da coisa. Mal sabia que dois dias depois passaria por isso novamente...

Foi isso. No dia seguinte voltei com a cobertura na Copa de Seleções Estaduais sub-20 com direito e um jogo insólito, genial e absolutamente perdido no CT de Cotia e com mais um time novo na Lista.

Até lá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário