Procure no JP

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Em jogo murcho, o Juventude elimina o Ramalhão da Copinha

Texto e fotos: Fernando Martinez


Depois de emplacar uma rodada dupla na terça-feira em Jundiaí, na quarta tinha duas opções de cobertura na Copa São Paulo de Futebol Junior: ou matar um time num jogo único em Mogi das Cruzes ou matar outro em nova rodada dupla na cidade de Diadema. Colocando tudo na balança, me mandei pro Estádio Distrital do Inamar para dois cotejos, começando pelo encontro entre Juventude e Santo André.


Esporte Clube Juventude (sub-20) - Caxias do Sul/RS


Esporte Clube Santo André (sub-20) - Santo André/SP


Capitães dos times e trio de arbitragem

O time do Rio Grande do Sul terminou como líder do Grupo 29, que foi disputado em Itararé, ficando à frente de Estanciano, Londrina e Guaratinguetá. Já o Ramalhão foi segundo do Grupo 30, atrás do líder Água Santa e eliminando Porto de Caruaru e Criciúma. Por serem duas agremiações que já cansei de ver, esse não era o jogo dos sonhos, fato, só que estava lá mesmo pro segundo confronto, então valeu como bônus.

A peleja foi disputada sem aquele calor característico da Copinha, mas deixou bastante a desejar. No tempo inicial, nenhuma inspiração, nenhuma chance de gol digna de registro e muito sono nas arquibancadas. Aos 44 minutos, o zagueiro andreense Bruno Souza foi expulso e o fato do Juventude ter um atleta a mais a partir daí deu a tônica do segundo tempo.


Jogador do Juventude flutuando para tentar o corte


Belo contraste dos uniformes no gramado do Distrital do Inamar


Investida gaúcha pela direita do ataque

Nos últimos 45 minutos os gaúchos ocuparam sem medo o campo de defesa paulista, mas pecaram demais nas finalizações. A rapaziada poderia estar jogando até agora que o gol não teria saído. Nesse cenário, um óbvio 0x0 e a decisão da vaga na terceira fase foi definida na marca de cal. Aí brilhou a estrela do jovem goleiro Raul, do alviverde do sul do país.

O Juve teve 100% de aproveitamento nas duas cobranças - com Lourenço, Kevin, Léo Galópolis, Caprini e o próprio arqueiro Raul - e o Santo André fez com David, Bahia e Vanderson. Mateus Santos não conseguiu converter e o camisa 1 fez ótima defesa. O placar de Juventude 0 (5) - 0 (3) Santo André colocou o clube entre os 30 melhores da edição 2017 da Copa São Paulo.


Mais um ataque do Juventude pelo lado direito do campo


Marcação firme do defensor do Ramalhão



Mateus Santos chutou e o goleiro Raul defendeu. Depois, o mesmo Raul marcou e colocou o Juventude na terceira fase da Copinha

Encerrada a primeira sessão, agora era a hora de colocar mais uma equipe nova na Lista, uma daquelas bem legais que somente a Copa São Paulo pode nos trazer.

Até lá!

© 2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário