Procure no JP

segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

Primeira partida da final do III Torneio Felício Saad

Opa,

Seguindo agora com os posts do último final-de-semana e que pode ter sido o último final-de-semana com cobertura aqui no JOGOS PERDIDOS, pois apesar de muitos jogos estarem rolando, não sabemos de nada devido a falta de informação que prolifera por aí. Sabendo disso, eu e o seu Natal seguimos para a primeira partida final da genial III Copa Felício Saad em Bragança Paulista.

Seguimos pela sempre esburacada Fernão Dias para curtir o jogo entre Bragantino e Montessionense, no Estádio Professor Dedé Muniz, campo do magnífico Legionário EC, time que está afastado do profissionalismo desde 1976. Bom, depois de percorrer a cidade de cabo a rabo, chegamos a tempo do jogo, mas também descobrimos que um jogo da Liga de Bragança rolava por lá, e que a partida de fundo iria atrasar por mais de uma hora.

Bom, respiramos fundo e resolvemos segurar a bronca da espera e vimos a partida entre Juventus e Ferroviário de Bragança. Jogo morno e muita canseira nos bancos do local. Mas o mote principal do blog é não desistir, e posso dizer que nem demorou tanto assim. E depois de mais de uma hora, os times entraram em campo para a primeira partida da grande final. Tudo devidamente registrado pelas lentes do JP:


CA Bragantino (Sub 20) - Bragança Paulista/SP. Foto: Fernando Martinez.


AA Montessionense (Sub 20) - Monte Sião/MG. Foto: Fernando Martinez.


Trio de arbitragem da partida com os capitães dos times. Foto: Fernando Martinez.

O Torneio Felício Saad é organizado pelo terceiro ano seguido pelo nosso amigo Nély, e é um grande incentivo ao futebol da região. O JP sempre se fez presente no torneio, inclusive na final de 2006, entre Bragantino e Socorrense. Nesse ano quatro times disputaram o campeonato: Águas de Lindóia EC, IV Centenário (um time amador de Águas) e os dois finalistas.


Fazendo as vezes de mesário o organizador do torneio Nely. Foto: Fernando Martinez.

Depois de jogos de turno e returno, os quatro entraram nas semifinais. Nelas, o Bragantino eliminou o ALEC nos pênaltis, enquando a Montessionense despachou o IV Centenário, tudo em dois jogos. A final rolou nesse sábado e o segundo jogo é na próxima terça-feira, em Monte Sião. Ah, vale registrar a recepção calorosa que tivemos por parte do pessoal do Braga e do time mineiro. Mais uma vez reconhecidos pelo bom trabalho apresentado, sempre respeitando a história de todos os clubes.

Bom, agora vamos ao jogo... Jogando a primeira fora de casa, a Montessionense começou surpreendendo a ameaçou bastante o gol dos anfitriões no começo da partida, fazendo o goleiro do Braga a praticar grandes defesas.


Zaga da Montessionense afastando o perigo. Foto: Fernando Martinez.


De dentro do gol, grande chance perdida pelo Bragantino. Foto: Fernando Martinez.

Mas aos poucos o Bragantino foi conseguindo seu espaço e passou também a ameaçar o gol do time visitante. Mas seus atacantes não estavam em tarde inspirada, e desperdiçaram chances preciosas. Isso faria falta no final do jogo.


Ataque do Bragantino trabalhou bastante no primeiro tempo, mas não chegou ao gol. Foto: Fernando Martinez.


Mais uma chance perdida pelo time anfitrião. Foto: Fernando Martinez.

E perdendo chance atrás de chance, o Bragantino não conseguiu furar o bloqueio do time mineiro e o primeiro tempo terminou sem a abertura de contagem. No intervalo fomos presenteados com refrigerante e frutas fresquinhas, diretamente do mercado que fica do lado do estádio. Uma intervenção providencial, e o seu Natal fez a festa com tudo isso.


Hora do lanche: o seu Natal praticamente mamando numa suculenta maçã e durante o segundo tempo, comendo sua 17ª maçã em sequência. Fotos: Fernando Martinez.

Entre uma maçã e outra, tivemos o início do segundo tempo. Nele o Bragantino começou como terminou a primeira etapa, todo no ataque. A Montessionense não achou o seu jogo logo de cara e o Braga continou perdendo suas chances.


Ataque do Braga logo no começo do segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

Mas aos poucos o time da casa foi perdendo seu ímpeto, e o time mineiro passou a levar o jogo em banho-maria, buscando o empate para poder decidir de vez o título em casa. A partir dos 20 minutos o jogo entrou num relativo marasmo. Só depois dos 30 a partida voltou a melhorar, quando o Bragantino se ligou e percebeu que o empate em casa era ruim na decisão.


Jogadores atentos num cruzamento que viria da direita, ao fundo a arquibancada do estádio do Legionário. Foto: Fernando Martinez.

Mas a falha no último toque voltou a aparecer e o Braga perdeu as melhores chances. E nesse esquema, eles poderiam jogar até hoje que o gol não sairia. Final de jogo então, Bragantino 0-0 Montessionense. Agora o time mineiro precisa de uma vitória simples em casa para ser campeão. O Braga também precisa ganhar, caso tenha empate o jogo vai para a cobrança de penalidades.

Bom, depois do jogo demoramos um pouco para sair do estádio e com a noite chegando fomos encarar a Fernão Dias com um CD de músicas natalinas no táxi do seu Natal. Chegando em São Paulo, um trânsito básico na Dutra, afinal São Paulo sem trânsito é algo inimaginável.

E durante a noite de sábado já fui me preparar para a rodada do domingo cedo, talvez a última partida do ano.

Até mais

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário