Procure no JP

terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Final do grande Campeonaot Paulista Amador da Capital

Olá!

Final de ano e como sempre os jogos passam a rarear aqui no JOGOS PERDIDOS, mas a gente sempre dá um jeitinho de trazer alguma coisa. Dessa a vez, eu, o Fernando, o Orlando e também o Seu Natal, fomos acompanhar a final do 1º Campeonato Paulista de Futebol Amador, torneio que foi realizado pela Federação Paulista de Futebol e pela Secretária de Esportes da Cidade de São Paulo.

Apesar de levar o nome de "1º campeonato", esse torneio já foi realizado anteriormente pela própria federação, sendo disputado por muitos anos seguidos e descontinuado nos anos 60. Torneio que teve como campeões, grandes equipes paulistanas como Sampaio Moreira, Nitroquímica e Acumuladores Durex. E o mais genial, é que nessa época, o campeão do torneio da capital, enfrentava o campeão amador do interior, para definir o grande campeão amador do estado.

Em pesquisas realizadas pelo Fernando, podemos destacar grandes embates que aconteceram como: Nitroquimica x Brasil de Paraguaçu Paulista; Johnson Clube x Santa Sofia de Pedreira e Acumuladores Durex x Amparo. E como a Federação está resgatando esse campeonato, fica a dica para a partir do ano que vem: voltar também a fazer a grande final entre o amador da capital e do interior.

Bom, depois do apêndice histórico, vamos voltar ao torneio do presente. Como nós fizemos a cobertura da abertura desse campeonato no Canindé, não poderíamos ficar de fora da grande final, entre o Vila Nova de Guaianazes e a Unisant'ana, que para deixar tudo mais legal ainda, foi disputada no Estádio Ícaro de Castro Mello, o estádio do Ibirapuera, que não recebia uma partida de futebol de torneios oficiais há muitos anos. E como de costume, começamos a falar da partida com suas fotos oficiais.


E.C. Vila Nova (Amador) - São Paulo/SP. Foto: Orlando Lacanna.


A.A. Unisant'ana (Amador) - São Paulo/SP. Foto: Emerson Ortunho.




Quarteto de arbitragem, formado pelo árbitro Christian Lopes de Oliveira, pelos assistentes Jumar Nunes Santos e Andreval de Jesus Monteiro e pelo quarto árbitro Marcos Silva dos Santos Gonçalves, junto com os capitães das equipes. Foto: Emerson Ortunho.


Troféu para o Campeão e o Vice-Campeão do torneio. Foto: Emerson Ortunho.

O jogo começou bem movimentado e o Vila Nova que tinha a vantagem do empate, por ter acumulado menos cartões durante o torneio, adotou uma postura mais defensiva. Com o Vila na defesa, o Unisant'ana que precisava ganhar, começou a ir pra cima e mostrando uma equipe mais organizada tatimente foi fazendo uma forte pressão sobre o adversário.


Goleiro do Vila Nova cai para fazer boa defesa. Foto: Emerson Ortunho.


Pressão total do Unisant'ana na partida. Foto: Emerson Ortunho.

O jogo seguiu em ritmo bom e a defesa do Vila Nova resistindo bravamente as investidas do Unisant'ana, mas de tanto insistir o primeiro gol acabou saindo aos 29 minutos quando Tiago acertou um tirambaço de fora da área.


Tiago chute de fora da área para marcar o primeiro gol da partida. Foto: Emerson Ortunho.

O resultado mudava o panorama da partida e para apimentar, o lateral-esquerdo Japonês do Unisant'ana acabou sendo expulso, ainda na primeira etapa, depois de acertar uma cotovela no adversário. Com 1 a 0 no placar, o jogo foi para o intervalo com a promessa de um ótimo segundo tempo.

Na segunda etapa, o Vila Nova foi pra cima, mas aí começou a prevalecer a melhor organização táctica do Unisant'ana, que se defendia bem e contra-atacava com muito perigo. E foi numa dessas jogadas que Luiz Henrique penetrou livre e chutou cruzado para marcar o segundo gol de sua equipe.


Luiz Henrique marca o segundo da Unisant'ana. Foto: Orlando Lacanna.

O gol fez a equipe do Vila nova se desestabilizar, tanto que três minutos depois veio o terceiro gol. Após cruzamento da esquerda o avante Tiago só teve o trabalho para empurrar para as redes.


Tiago marca o terceiro gol da Unisant'ana. Foto: Orlando Lacanna.

Um minuto depois, após cobrança de escanteio, o Vila Nova diminuiu de cabeça. O gol serviu para equipe voltar a colocar a cabeça no lugar e novamente buscar o placar adverso. Mas era mesmo o dia da Unisant'ana que jogando na bola segurou muito bem o placar até o apito final.


O Vila Nova lutou pela vitória até o final da partida. Foto: Emerson Ortunho.

Final de jogo: Vila Nova 1 x 3 Unisant'ana. A vitória e o título foi merecido, pois a equipe da Associação Atlética Unisant'ana mostrou um melhor futebol do começo ao fim do jogo. Mas fica também os parabéns ao Vila Nova, vice-campeão, pois encarar um campeonato com 128 equipes não é fácil.


Festa dos jogadores da Unisant'ana no após o apito final. Foto: Orlando Lacanna.

Na festa de premiação tivemos os discursos do Vice-presidente da Federação Paulista Reinaldo Carneiro Bastos e do secretário de esportes do município Walter Feldman, que prometeu que o torneio vai se repetir no ano que vem, com melhorias na organização e na seleção das equipes.


E.C. Vila Nova de Guaianazes recebendo o troféu de vice-campeão. Foto: Emerson Ortunho.


Capitão da Unisant'ana com o troféu de campeão. Foto: Emerson Ortunho.


Mais uma imagem da festa do Campeão. Foto: Emerson Ortunho.

Só podemos mesmo torcer para que o campeonato se estruture e seja realizado com boas equipes, sem àqueles times de buteco e ficaremos também na torcida para que o grande confronto entre os campeões da capital e do interior volte a acontecer.

Abraços!

Emerson

Nenhum comentário:

Postar um comentário