Procure no JP

sexta-feira, 3 de março de 2017

Cuiabá se classifica para a terceira fase da Copa do Brasil

Texto: Fernando Martinez; Fotos: Fernando Martinez e Luciano Claudino (times posados)


Na quinta-feira fiz uma pausa no Projeto 40 e a Copa do Brasil voltou ao cronograma com um joguinho bem legal em Campinas com direito a time novo na Lista, algo raro nos dias de hoje. No chuvoso Estádio Moisés Lucarelli, a Ponte Preta enfrentou o genial Cuiabá em jogo único da segunda fase da competição. É a primeira vez que o Peixe Dourado aparece nas páginas do blog.

Dois detalhes legais a respeito do time do Mato Grosso: primeiro que ele foi a equipe de número 650 a fazer parte da minha Lista, sem dúvida uma marca considerável apesar de todas as dificuldades para se "matar" um time atualmente. Segundo, eu finalmente vi ao vivo pelo menos uma vez os 60 participantes das três primeiras divisões nacionais (o CSA foi somente na base, mas vale mesmo assim).

Perdi o time verde e amarelo no Canindé em 2012, logo, não poderia desperdiçar uma oportunidade como essa. Me mandei pro interior debaixo de chuva e com um trânsito absurdo na Via Anhanguera. Tanto que a viagem levou mais de uma hora além do tempo previsto. Por sorte a presença do amigo Luciano Claudino fez com que chegasse na casa alvinegra sem maiores problemas.


Associação Atlética Ponte Preta - Campinas/SP


Cuiabá Esporte Clube - Cuiabá/MT

Na fase inicial a Ponte eliminou o Campinense e os cuiabanos eliminarem o Rondoniense, ambos com vitórias de 2x0. Nessa fase não havia vantagem do empate e uma igualdade levava a decisão da vaga para os pênaltis. A Macaca vinha de quatro compromissos sem perder no Paulista e o Cuiabá ostentava uma marca de 100% de aproveitamento até então. Promessa de jogo bastante disputado.

Durante os primeiros 20 minutos o escrete campineiro fez uma apresentação digna. Aos 18 Nino Paraíba foi derrubado na entrada da área e Lucca, ídolo do amigo Jamil, bateu a falta com perfeição, abrindo o marcador no Majestoso. Esse também foi o primeiro gol sofrido pelo Cuiabá em 2017.

A vantagem no marcador manteve a Ponte relativamente melhor em campo e o mesmo Lucca teve a chance de ampliar num ataque pelo alto aos 34, no último grande lance da Macaca na peleja. Aos 37, na primeira chegada do onze visitante, aconteceu o empate. A bola foi cruzada na área, a zaga vacilou a Cleberson Tiarinha (!) cabeceou firme e deixou tudo igual.


Investida da Macaca pela direita num dos primeiros lances do jogo


Bola levantada dentro da área cuiabana


Detalhe da belíssima cobrança de falta de Lucca e o primeiro gol da Ponte Preta

Estava nas sociais do Moisés Lucarelli e vi que a torcida já não estava com o mesmo alto astral ao final do primeiro tempo. As críticas eram dirigidas especificamente a alguns atletas e também ao técnico Felipe Moreira. Se a rapaziada já estava cabreira no intervalo, no tempo final a coisa piorou demais.

A Ponte Preta não foi nem sobra do time que vem fazendo boa campanha no estadual e a atuação irritou profundamente a todos. O onze campineiro até chegou perto da área adversária, só que o número de tentativas para fazer o segundo gol foi praticamente nulo.

O Cuiabá foi se soltando, soltando, e foram justamente os mato-grossenses que tiveram chances de resolver a parada no tempo regulamentar. Foram quatro imensas oportunidades aos 36, 38, 44 e 46 minutos. O goleiro Aranha fez milagre em três delas e na outra Alex Sandro ficou cara-a-cara com a meta e chutou fora.


No tempo final, foi o Cuiabá quem teve as melhores chances de gol


Rara chegada do onze campineiro pela esquerda


Alex Sandro perdendo gol feito nos minutos finais da peleja

A torcida estava revoltada ao final dos 90 minutos com a decepcionante atuação e com o 1x1, porém ainda esperançosa pela conquista da vaga nos penais. William Pottker, Lucca, Ravanelli e Ramón fizeram para a Macaca e Dakson, Douglas Mendes, Robinho e Richard converteram as cobranças do time do Centro-Oeste. Matheus Jesus vacilou e desperdiçou a quinta cobrança - Henal fez bela defesa - e Udson manteve o aproveitamento perfeito dos visitantes e marcou o seu.



Matheus Jesus chutou e Henal fez a defesa. Na cobrança seguinte, Udson colocou o Cuiabá na terceira fase da Copa do Brasil

O placar final de Ponte Preta 1-1 (4-5) Cuiabá colocou a equipe do Mato Grosso na terceira fase da Copa do Brasil sem nenhuma contestação e a agremiação fundada em 2001 agora enfrentará o Goiás. Já a Macaca foi eliminada dentro de casa jogando um futebol muito ruim e agora tem apenas o Paulista para se preocupar. Essa foi a sexta vez que vi uma partida da Macaca por essa competição nacional dentro de casa e pela primeira vez o time não venceu.

Peleja encerrada e então era hora de pegar a estrada de volta à capital. Imaginava que estaria em casa por volta de uma da matina, só que graças a uma providencial carona, consegui chegar no conforto do meu lar por volta das onze e meia da noite, sem percalços ou problemas na estrada. Maravilha!

Até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário