Procure no JP

terça-feira, 8 de julho de 2008

Vitória suada do Taboão da Serra sobre o Jabaquara

Fala pessoal!

Depois do jogo no Guarujá, foi a vez de seguirmos - via balsa - até a cidade de Santos para mais um jogo do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. E depois de encher o bucho com a comida natural do McDonald's, finalmente adentramos o Estádio Ulrico Mursa para a partida entre o Jabaquara e o Taboão da Serra. O mais legal, é que tivemos a cobertura do jogo de ida, em Taboão, e agora fizemos a cobertura do jogo de volta, no melhor estilo "barba e bigode".

Esse foi o jogo da Rede Vida do sábado à noite, e entrando no gramado reencontramos o pessoal amigo que faz as transmissões. Eles disseram que nos acompanham também na ClicTV, então aproveito e deixo aqui um abraço a eles. Também o pessoal do Taboão, já velhos conhecidos aqui do JP, nos agradeceram pela cobertura. E sem mais delongas, vamos às fotos oficiais da partida:


Jabaquara AC - Santos/SP. Foto: Fernando Martinez.


CA Taboão da Serra - Taboão da Serra/SP. Foto: Fernando Martinez.


Trio de arbitragem da partida composto pelo árbitro Kléber José de Melo e os assistentes Orlando Massola Júnior e Fabrício Porfírio de Moura com os capitães das equipes. Foto: Fernando Martinez.

Sem mais nada a fazer no campeonato, resta ao querido Jabuca terminar o torneio com dignidade. Pena que faltou um toque a mais na equipe, que mostrou um bom futebol durante a Segundona mas pecou pela falta de experiência. Para o Taboão da Serra, com sua incrível sequência de cinco vitórias seguidas, está pertinho de conseguir a vaga para a segunda fase.

Dentro de campo, vimos o jogo demorar para começar pois não tinha nenhum médico presente. Como de praxe nos últimos sábados, ficamos acompanhando o bate-bola dos jogadores e as entrevistas do Paulo Júnior com os 22 atletas, comissão técnica das duas equipes, policiais militares, torcedores e até um velho vira-lata do estádio, tudo para passar o tempo na transmissão ao vivo. E depois de quase meia hora, para alívio da alta cúpula da Rede Vida, o jogo começou.


Ataque do Jabaquara pela direita com a marcação forte do CATS. Foto: Fernando Martinez.

Como tem acontecido bastante, o Jabaquara começou melhor e dominando a partida. O Taboão ficava muito atrás, e via o Jabuca criar boas chances de gol. E como aconteceu em quase todas as partidas do time, o que se viu em campo foi um time bem arrumado e com jogadores de qualidade. Aos poucos o Taboão foi mostrando seu bom futebol e passou a assustar o time da casa. Mas no final das contas o Jabaquara que levava mais perigo. O legal é que a torcida do Jabuca esteve lá em bom número e como sempre o seu Hilário esteve por lá.


Chance de ouro perdida pelo Jabaquara no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.


Goleiro do CATS pulando mais alto do que todo mundo para fazer a defesa. Foto: Fernando Martinez.

Até o final do primeiro tempo o jogo ficou mais equilibrado, mas sem a abertura do placar. No intervalo lembrei que o Ulrico Mursa é um lugar bastante interessante no que diz respeito às guloseimas. Uma noite agradável pediu muita pipoca salgada e doce, cachorro-quente e refrigerante. Pena que essa mistura toda tenha me deixado com o estômago meio embrulhado. Mas faz parte... E com isso nem deu para aproveitar a festa que estava rolando no estacionamento da Portuguesa.


Ataque do Jabaquara parado com falta no final do primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

Bom, voltando para o segundo tempo, e já acomodados nas cabines empoeiradas do Ulrico Mursa, vimos um jogo mais calmo do que no primeiro tempo. Os times pareciam estar mais preocupados com a festa que rolava forte ao lado do campo. As equipes deixavam o tempo rolar, e o sereno que já entrava no gramado deixava o pessoal sonolento. Só quem estava mesmo acordadão era a torcida do Jabuca, que virou as faixas em protesto á campanha ruim da equipe e que entova cânticos nervosos contra a diretoria do Leão da Caneleira.


Tentativa do Jabaquara abrir o placar, mas o time não estava no seu dia. Foto: Fernando Martinez.


Lateral para o Taboão da Serra com a visão meio distorcida da cabine de imprensa do Ulrico Mursa. Foto: Fernando Martinez.

O jogo seguia nesse ritmo até os 34 minutos, quando um pênalti foi marcado para o time visitante. O penal foi bastante reclamado pela torcida e pela comissão técnica do Jabaquara, mas do meu ângulo não tive como saber se eles tinham razão ou não. Na cobrança, o jogador Araújo bateu com estilo e marcou o único gol do jogo, da única forma que ele poderia ter saído mesmo.


Tudo bem, a foto está meio torta e com o centro da ação meio diferente, mas esse foi o gol da vitória do Taboão em cobrança de pênalti. Vale o registro. Foto: Fernando Martinez.

Sem mais emoções até o apito final, o placar final foi Jabaquara 0-1 Taboão da Serra. sexta vitória seguida do time da Grande São Paulo, que coloca uma mão na vaga à próxima fase. Para o Jabaquara fica a certeza que o time não é ruim, mas se tivesse algum jogador mais experiente no grupo - fato que foi veementemente ignorado pelo pessoal que toma conta do futebol do time - com certeza, a história seria outra. Resta acreditar que ano que vem tudo (principalmente a mentalidade do pessoal) possa mudar.

Depois dessa rodada dupla, voltamos em tempo recorde para São Paulo para curtir o resto do sábado. Mas indo dormir cedo, pois o domingo de manhã nos reservava mais uma partida.

Abraços

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário