Procure no JP

quinta-feira, 1 de agosto de 2019

Corinthians sofre, mas vence o Juventus no Paulista Feminino

Texto e fotos: Fernando Martinez


Chegamos ao final de julho e com ele tivemos o reinício do Campeonato Paulista Feminino após a parada para a Copa do Mundo. Quase 45 dias depois da última rodada da primeira fase, a segunda fase finalmente começou. Na pauta livre do JP, fomos cobrir o encontro entre Juventus e Corinthians no Estádio Nicolau Alayon, a casa nacionalista.

As meninas do Parque São Jorge vem fazendo um 2019 sensacional até aqui. Em 24 jogos oficiais, venceram 23 e perderam só um (1x2 contra o Santos no Brasileiro). Além disso, tem 100% de aproveitamento como visitantes na temporada. Uma marca formidável. No Paulista, 10 duelos, 10 triunfos e a liderança isolada do Grupo 2.

Pelo lado grená a vaga veio com a quarta colocação da mesma chave. Como os outros sete classificados estão na A1 do nacional, o Juventus se garantiu na Série A2 do Brasileiro em 2020, a primeira vez que o escrete da Mooca irá disputar o segundo principal torneio do país na nova fase do futebol feminino do país. Sem dúvida uma marca histórica. Esperamos que a diretoria opte pela disputa e marque presença nos gramados ano que vem.


Clube Atlético Juventus (feminino) - São Paulo/SP


Sport Club Corinthians Paulista (feminino) - São Paulo/SP


As capitãs de Juventus e Corinthians na imagem ao lado do árbitro José Guilherme Souza, os assistentes William Trufelli Malaquias e Amanda Pinto Matias e o quarto árbitro Leônidas Sanches Ferreira

Praticamente não havia público na Comendador Souza. Nem a rapaziada "especialista" que enche a boca para falar da falta de apoio à categoria marcou presença. Normal, já que esse povo curte apenas o filé mignon do esporte. Além disso, o que teve de reclamação do gramado por parte de corintianos que acompanharam a partida de longe não foi brincadeira. Repito o que já disse algumas vezes, o que tem de "especialista" que se acha dono da razão no futebol feminino não é brincadeira.

A quente e seca tarde paulistana teve um Corinthians com muito mais dificuldades do que poderia esperar e um Juventus que soube se segurar heroicamente na defesa. Não sei se rolou um salto alto, mas é fato que não tem como uma equipe brilhante como é esse Corinthians de 2020 jogar bem em todos seus compromissos. Tem hora que a coisa não encaixa mesmo.

As visitantes ocuparam o campo adversário durante todo o tempo, porém chances reais foram poucas. O principal nome foi Victória Albuquerque, a mais incisiva da frente. As grenás se defenderam com propriedade e chegaram com perigo apenas uma vez, aos 43 minutos. Como o lance não foi convertido, o intervalo chegou sem a abertura da contagem.


O Juventus segurou bem o pouco inspirado ataque corintiano


Confusão dentro da área grená


Desarme preciso da defensora juventina


Chute perigoso do mosqueteiro pela esquerda

Na etapa final foi o Juventus quem criou a primeira melhor oportunidade com um tiro na trave em cobrança de falta de Dani aos oito minutos. Conforme o cronômetro foi correndo, a pressão corintiana foi aumentando, assim como o nervosismo por não conseguirem abrir o marcador. Acompanhando a tensão das avantes de perto, parecia que a longa sequência de vitórias seria quebrada após quatro meses.

Foi somente aos 38 minutos, já perto do apagar das luzes, que o grito de gol finalmente aconteceu. Crivelari cruzou, a zaga rebateu e a sobra caiu nos pés de Juliete, que chutou firme e abriu o placar. Ufa! Na sequência, Zanotti quase fez o segundo de bicicleta. Aos 41, o árbitro marcou pênalti depois que uma defensora local colocou a mão na bola dentro da área. Ingryd bateu forte e fechou a fatura.


Bruna (6) mostrando as travas da chuteira


Bola passando perto da meta grená defendida pela goleira Dani Soares


Tamires, atleta da seleção brasileira, encarando a marcação local


Foi sofrido, mas o Timão venceu. Aqui o segundo gol, marcado por Ingryd em cobrança de pênalti

Não foi nada fácil, mas o Juventus 0x2 Corinthians ampliou o número de vitórias das alvinegras para 23 e manteve os 100% de aproveitamento no Paulista. A derrota grená era esperada, só que as meninas seguraram o poderoso ataque adversário por quase 85 minutos, um motivo de grande orgulho. O estadual volta no meio da semana que vem.

Finalizada a rodada, saí do Nacional só pensando em curtir o restante do dia de folga na boa e sem preocupação. A próxima cobertura será na sexta-feira com a abertura do genial sub-20 da segunda divisão. Teremos um dos preferidos da casa na pauta livre do blog.

Até lá!

_________________________

Ficha Técnica: Juventus 0-2 Corinthians

Competição: Campeonato Paulista Feminino; Local: Estádio Nicolau Alayon (São Paulo); Árbitro: José Guilherme Souza; Público e renda: Portões fechados; Cartões amarelos: Emily, Eli, Karen (Juv), Mimi (Cor); Gols: Juliete 37 e Ingryd (pênalti) 42 do 2º.
Juventus: Dani Soares; Renata, Emily, Karen e Bruna; Cassia, Rafa (Priscila), Barbara (Eli) e Vivian; Dani e Thais. Técnico: Wellington Miranda.
Corinthians: Tainá Borges; Paulinha (Pardal), Giovanna Campiolo (Dih), Mônica (Mimi) e Suellen (Juliete); Grazi, Ingryd, Katiuscia (Millene) e Tamires; Victoria Albuquerque (Gabi Zanotti) e Giovanna Crivelari. Técnico: Arthur Elias.
_____________

Nenhum comentário:

Postar um comentário