Procure no JP

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Portuguesa rebaixada para a Série B em 2009

Fala pessoal!

Nesse final-de-semana o bicho pegou lá no serviço, e por causa disso perdi meu sábado e meu domingo de manhã resolvendo alguns probleminhas básicos. A rodada ficou resumida ao domingo à tarde, em um torneio nada perdido, o Campeonato Brasileiro. Segui até o Estádio do Canindé para a derradeira partida da Portuguesa em seus domínios, lutando para afastar o fantasma do rebaixamento na partida contra o Sport do Recife.

A tarefa lusitana era complicada, mas não impossível. Por isso quase 4 mil pessoas estiveram presentes por lá para tentar adiar o que pior pode acontecer a um clube no final de um campeonato. E numa tarde de sol, lá fui eu garantir meu lugar nas arquibancadas do Canindé.


Sport começando seu primeiro ataque no jogo, o que resultou no primeiro gol da partida. Foto: Fernando Martinez.

Mas a Portuguesa começou o jogo bastante nervosa e com muita afobação. O Sport, que nada mais tem a fazer no campeonato a não ser esperar pelo final, chegou pela primeira vez ao ataque aos 11 minutos, e justamente aí marcou seu gol. O jogador Márcio Goiano cabeceou uma bola sem pretensão alguma, mas o goleiro Gotardi falhou feio e viu os pernambucanos saírem da frente.

A torcida poderia ter começado a xingar desde então, mas resolveu apoiar o time e a partir daí a Lusa não deu mais nenhum espaço ao time do Sport. E chegou ao gol de empate logo aos 17 minutos, em grande johada pela esquerda que terminou com o chute cruzado do atacante Edno. O time ainda teve uma bola na trave e dominava completamente as ações. Isso só poderia resultar em mais um gol. E realmente a virada veio aos 32 minutos com uma bela cabeçada de Jonas, aproveitando cruzamento da direita. Vira-vira no Canindé com o time e a torcida respirando mais aliviados.


Cruzamento que originou o primeiro gol da Portuguesa. Foto: Fernando Martinez.


No sufoco, a Lusa consegiu virar o jogo. Aqui, mais um ataque do time. Foto: Fernando Martinez.

Mas inexplicavelmente me pareceu que o time resolveu "segurar o jogo" desde então. Deu espaços ao Sport, mas o jogo foi para o intervalo ainda com a vitória parcial por 2 a 1. No intervalo todos por lá ficaram ligados nos resultados parciais das outras partidas para saber qual seria a situação rubro-verde até ali. Ganhando, o time ainda teria chances de ficar na Série A em 2009 no jogo da última rodada. Mas ainda faltavam 45 minutos.

No segundo tempo a Portuguesa voltou meio sonolenta para o gramado. Sem mostrar o bom futebol do primeiro tempo, viu o Sport melhorar bastante e ser mais ofensivo do que antes. O goleiro Gottardi fez dois milagres no começo da etapa final e ali eu comecei a achar que tudo poderia dar errado.


Mais uma chance perdida pelos donos da casa ainda no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.


No segundo tempo, a Portuguesa jogou menos do que na primeira etapa. Foto: Fernando Martinez.

Tudo bem que o time até teve a chance de fazer o terceiro por duas vezes, mas no frigir dos ovos, a Lusa jogava mal e dava espaços demais ao Sport. E num contra-ataque rápido dos pernambucanos, tudo foi para o brejo. O jogador Fumagalli cabeceou certeiro para dentro das redes rubro-verdes aos 28 minutos e deixou o time numa situação crítica.

A Lusa errou passes demais para quem precisava ganhar para tentar se salvar. Tirando uma ótima defesa de Magrão nos acréscimos, a Portuguesa não poderia mesmo ter saído com melhor sorte do jogo. Final de partida: Portuguesa 2-2 Sport. Esse resultado rebaixa a Portuguesa apenas um ano após o time voltar para a elite do futebol nacional.


Crônica de uma tragédia anunciada: esse placar leva a Lusa à Série B em 2009. Ironicamente, as "Boas Festas" não acontecerão para a torcida rubro-verde. Foto: Fernando Martinez.

Para se jogar a Série A hoje em dia, precisa-se de planejamento e equilíbrio, dois fatores que não foram vistos no Canindé. isso aliado a uma campanha ridícula fora de casa, com apenas uma vitória em 18 jogos, aproveitamento de 11% e mais de cinco meses sem vencer, mais uma visível falta de condição de alguns atletas culminaram na nova queda rubro-verde.

Infelizmente a Lusa dá motivos para alguns "monstros sagrados" da crônica esportiva brasileira falarem mal da equipe, dizendo que o lugar dela hoje em dia é mesmo na Segundona Nacional. Discordo completamente, e tenho certeza que o lugar da Portuguesa é na Série A, mas nos últimos tempos a diretoria parece que se conformou em jogar no segundo escalão nacional.

Bom, ano que vem então teremos mais coberturas da Série B com os jogos de terça e sexta no Canindé, assim como fiz de 2003 a 2007. As pedidas agora serão contra Campinense, Duque de Caxias, ABC, etc... Esse jogo também foi um marco pessoal, pois a partir de 2009 já não terei mais a sede familiar no Pari. Agora ir no Canindé sempre será trabalhoso, mas estarei por lá marcando presença, já torcendo pela volta do time na elite em 2010!

Uma pena, mas a realidade é mais difícil do que parece...

Abraços!

Fernando

Um comentário:

  1. o mesmo placar que nos garantiu o titulo da serie b em 2011 curioso né.

    ResponderExcluir