Procure no JP

segunda-feira, 26 de agosto de 2019

Bernô derrota o Juventus e se mantém vivo no sub-20

Texto e fotos: Fernando Martinez


O Grupo 6 do Campeonato Paulista sub-20 da Primeira Divisão teve a sua penúltima rodada encerrada na tarde de sexta-feira com o sensacional encontro entre Juventus e São Bernardo no Estádio Conde Rodolfo Crespi. Depois de tantos anos acompanhando os dois, foi bem legal ter a chance de ver um duelo entre ambos, mesmo que não tenha sido com os times principais.

De 2003 a 2009 o JP praticamente foi o único veículo de imprensa a acompanhar o Bernô nos complicados anos na última divisão do antigo paulista de juniores. Foi difícil, mas o orgulho de registrar quase que de forma exclusiva nas nossas páginas o período é bem grande. Eles voltaram ao profissionalismo em 2010 e no ano seguinte conquistaram o título do sub-20 da segunda divisão (numa decisão contra o Jabaquara, claro, com cobertura do blog). Acompanhá-los entre os grandes do estado é gratificante para quem gosta do clube como eu.


Clube Atlético Juventus (sub-20) - São Paulo/SP


Esporte Clube São Bernardo (sub-20) - São Bernardo do Campo/SP


Capitães dos times junto com o quarteto de arbitragem

Com o triunfo do Novorizontino em cima do Nacional na quinta, uma vitória do Juventus deixaria a equipe com nove pontos e encaminharia a classificação grená. Ao Bernô, lanterna com três pontos, somente a vitória interessava. Vindo de duas derrotas contra o Tigre, a maior aposta do onze do ABC era se inspirar na vitória conquistada no Baetão contra o Moleque Travesso no primeiro turno, a única nessa fase.

Quem foi à Rua Javari acabou assistindo uma boa partida repleta de boas jogadas. A primeira meia hora foi dominada pelos juventinos. A primeira chegada perigosa foi aos 18 minutos, quando Rikelmi cruzou na cabeça de Gustavo Xavier e este desperdiçou. Aos 30, Lucas da Costa avançou pela esquerda e chutou cruzado para boa defesa de Gabriel. No rebote, Thiago acertou um belo tiro e novamente Gabriel mostrou serviço defendendo de maneira brilhante.

O Bernô, assim como quem não quer nada, foi melhorando e se lançou ao ataque aos poucos se aproveitando de uma postura claudicante da zaga paulistana. Aos 35 Robson finalizou à direita em boa trama que envolveu todo o setor ofensivo. Aos 41, Vítor Manuel recebeu passe pelo alto, tirou do zagueiro e, sozinho, chutou para fora. Dois minutos depois, Felipe Sussai inaugurou o marcador. A bola foi recuada até Cauã França e o camisa 1 tentou driblar o avante do São Bernardo. Num vacilo monstro, o arqueiro perdeu o domínio e Felipe se esticou todo, conseguindo tocar de leve na pelota, o suficiente para ela morrer dentro do gol.


Ataque do Bernô pela esquerda no começo da peleja


O Juventus dominou a primeira hora de partida na Rua Javari


Aos poucos o São Bernardo foi se soltando dentro de campo


Toque de cabeça no meio de campo juventino


A firme Cristhian (6) em cima de atleta paulistano

O Juventus sentiu o gol sofrido e a partir daí até o apito final do jogo, não conseguiu ter objetividade nas suas investidas. No tempo final, já postado na parte coberta da Javari na companhia de Caio Buchalla, o mago das Copas do Mundo, vi o São Bernardo atuar com a cabeça no lugar, aguardando a oportunidade de matar a vitória num contra-ataque. Isso não aconteceu por simples detalhe.

Aos 11 minutos um dos avantes alvinegros finalizou da entrada da área e quase ampliou quando a bola resvalou num dos zagueiros, enganando o arqueiro e saindo à direita. Aos 23, num avanço pela esquerda, a pelota tinha os pés de Robson como destino, porém Cauã França cortou o cruzamento na hora H. Sete minutos depois o melhor momento visitante quando Fábio Henrique acertou um maravilhoso chute de fora da área. O goleiro grená se redimiu do erro no gol e fez uma defesa espetacular, mandando pela linha de fundo.

O escrete local até chegava dentro da área alvinegra, só que eram chances insípidas, sem inspiração e com praticamente nenhuma objetividade. Os comandados de Marcel Barbosa não foram capazes de criar nenhum ataque digno de registro. A performance abaixo da crítica irritou a torcida que compareceu em ótimo número na cancha da Zona Leste. O revés pode ter comprometido seriamente o futuro da agremiação no torneio.


Bola levantada na área visitante. O Juventus abusou dos cruzamentos durante todo o tempo final


Zagueiro do Bernô se preparando para colocar a cabeça na pelota



O Bernô chegou perto do segundo gol em algumas oportunidades se aproveitando de falhas defensivas do Juventus. Na segunda foto, o brilhante chute de Fábio Henrique aos 30 minutos

O resultado final de Juventus 0-1 São Bernardo classificou o Novorizontino como líder do Grupo 6 com uma rodada de antecedência e deixou os outros três times com seis pontos. Pelo saldo de gols, os grenás ficaram em segundo, o Bernô em terceiro e o Nacional em último. Na rodada final, o Moleque Travesso visita o Tigre e o clube do ABC recebe os ferroviários no Baetão. A sorte está lançada, mas creio que dois dos envolvidos (tirando o Grêmio, claro) se classificarão.

Voltei à Javari na tarde de sábado para o Juvenal decisivo na Copa Paulista. O Nacional queria quebrar a série de quatro derrotas seguidas contra seu rival e com isso conquistar a classificação.

Até lá!

_________________________

Ficha Técnica: Juventus 0-1 São Bernardo

Competição: Campeonato Paulista sub-20 da Primeira Divisão; Local: Estádio Conde Rodolfo Crespi (São Paulo); Árbitro: Alester Clauli Tambelli; Público e renda: Portões abertos; Cartões amarelos: Rikelmi, Lucas da Costa (Juv), Caio Cunha, Cristhian, Luís Phelipe, Gabriel (Sao); Gol: Felipe Sussai 41 do 1º.
Juventus: Cauã França; Isaque Aparecido (Gustavo Aguiar), Pablo Vinícius, Gabriel Mafei (Arthur Moura) e Antônio da Fonte; Cristian, Rikelmi, Bazílio (Lucas Oliveira) e Lucas da Costa; Thiago (Wallace Ruan) e Gustavo Xavier (Léo Gomes). Técnico: Marcel Barbosa.
São Bernardo: Gabriel; Deivid, Pedro Batista, Luís Phelipe e Cristhian; Renan (Ribert), Róbson (Dener Vítor), Samuel e Caio Cunha (Gustavo Sousa); Felipe Sussai e Vítor Hugo (Fábio Henrique). Técnico: Jeferson Ferreira.
_____________

Nenhum comentário:

Postar um comentário