Procure no JP

quarta-feira, 31 de julho de 2013

Goleada palmeirense contra o Icasa no Pacaembu

Fala, pessoal!

Depois de muito tempo, esse meio de semana foi altamente movimentado aqui no JP com a nossa presença em quatro pelejas na terça e na quarta-feira. A cobertura começou com uma balada noturna no Estádio Paulo Machado de Carvalho na primeira vez em que acompanhei o Palmeiras no Campeonato Brasileiro da Série B 2013. Jogando contra o Icasa, time que vi apenas pela segunda vez in loco, o onze paulista buscava voltar à liderança do certame.

O destaque dessa nossa visita ao estádio foi a presença do seu Natal no dia em que completou 65 anos de vida e também na data em que deu entrada com a papelada para finalmente se aposentar. Com mais alguns meses, o amigo taxista estará devidamente "fora" das ruas da capital bandeirante e livre para ver jogos na hora em que quiser. Com certeza a agenda futebolística do JP também será afetada de forma bastante positiva graças a esse novo cenário (pelo menos é o que espero). Ah, vale também registrar que esse foi meu jogo de número 2200 em todos os tempos.



Mesmo de longe, o JP faz questão de mostrar o o Icasa posado e o trio de arbitragem com os capitães antes do apito inicial no Pacaembu. Fotos: Fernando Martinez.

Falando do confronto em si, o 11º de ambos no campeonato, nenhuma pessoa em sã consciência apostaria em outro resultado senão uma vitória palmeirense. Sem nenhuma surpresa o time vem fazendo o dever de casa e com certeza conquistará o acesso para a elite nacional no ano do seu centenário. A fraca campanha do time cearense deixava a torcida local esperançosa por uma goleada.


Os ataques do Icasa (que não foram poucos) causaram calafrios na torcida palmeirense. Foto: Fernando Martinez.

Só que a peleja foi muito mais complicada do que se poderia imaginar. Durante todo o primeiro tempo e grande parte do segundo, o Icasa equilibrou as forças e obrigou o goleiro Fernando Prass a trabalhar muito. O primeiro lance que assustou a torcida local foi um pênalti marcado a favor do onze visitante aos 23 minutos. O camisa 25 do alviverde fez algo que nenhum goleiro palmeirense fazia há três anos: defendeu a cobrança de Radamés, o senhor Viviane Araújo, e garantiu parte do bicho do grupo.


Radamés telegrafa a cobrança e Fernando Prass defende o pênalti no Pacaembu. Foto: Fernando Martinez.

Treze minutos depois Vinícius teve nos seus pés a chance do primeiro gol também em cobrança de penalidade máxima. Diferente de Radamés, ele bateu bem e colocou o Palmeiras em vantagem. E com o 1x0 no marcador o jogo chegou ao fim no seu primeiro tempo. Na segunda etapa o Icasa continuou jogando bem e por muito pouco não deixou tudo igual em chutes perigosos da entrada da área.


Vinícius não fez igual ao marido da Viviane Araújo e deixou o time palestrino em vantagem ainda no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.


Escanteio para o alviverde já no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

A torcida ficou bastante apreensiva e o clima era tenso no Pacaembu. Somente aos 31 o pessoal enfim respirou aliviado com a cabeçada certeira de Alan Kardec para o fundo das redes do time cearense. Daí para frente o ambiente mudou completamente, indo da angústia para a celebração total. Wesley fez o terceiro gol 40 minutos e, fechando a goleada, Alan Kardec marcou de novo nos acréscimos. Detalhe que todos os lances tiveram a precisa participação do chileno Valdivia, mais uma vez jogando bem.


Lance do segundo gol do time paulista aos 31 do segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

O placar final de Palmeiras 4-0 Icasa levou de novo o time paulista para a liderança da Série B do Brasileiro após 11 rodadas graças à vitória do ceará contra a ex-invicta Chapecoense. Com todo o respeito aos demais clubes, acho realmente difícil que o título saia das mãos do onze palestrino. Com a derrota, o Icasa agora ocupa a 12ª posição com 13 pontos ganhos, apenas um acima da zona de rebaixamento.


Placar final no Paulo Machado de Carvalho. Foto: Fernando Martinez.

Graças ao assombroso horário do jogo (21h50), cheguei tarde em casa, mas nada que pudesse impedir a rodada dupla marcada para o derradeiro dia do mês de julho.

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário