Procure no JP

terça-feira, 15 de março de 2011

Taboão da Serra surpreende Grêmio Osasco e sai da zona de rebaixamento

Olá,

No último fim de semana foi realizada a 11ª rodada da primeira fase do Campeonato Paulista da Série A3, sendo que a tabela marcava para a cidade de Taboão da Serra, o confronto entre o C.A. Taboão da Serra contra o G.E. Osasco L., cujo palco foi o Estádio Vereador José Ferez.

Diante disso, logo cedo segui em direção ao local da partida, com o objetivo de acompanhar ao vivo e em cores o duelo entre o último colocado do grupo, no caso o time mandante com apenas 8 pontos, contra o líder até então que era o time visitante com 19 pontos. As campanhas tão diferentes indicavam que o Grêmio Osasco era o favorito natural para conquistar os três pontos, mas isso só seria confirmado ou não após os noventa minutos de bola rolando.

Chegando ao meu destino, após os cumprimentos de praxe, fui para a beira do gramado e lá fiquei aguardando a entrada das equipes e dos árbitros visando fazer as tradicionais fotos oficiais, as quais apresento abaixo:


C.A. Taboão da Serra - Taboão da Serra/SP. Foto: Orlando Lacanna.


G.E. Osasco L. - Osasco/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Quarteto de arbitragem com o árbitro Leonardo Vinicius Pereira, os assistentes Leandro Matos Feitosa e Klelson da Costa Pires e o quarto árbitro Leandro Ribeiro Guimarães ao lado dos capitães. Foto: Orlando Lacanna.

Logo nos primeiros movimentos, foi possível perceber que o Grêmio Osasco estava decidido a buscar o gol de abertura o mais rápido possível, exercendo grande domínio territorial e marcando presença constante no campo de ataque. Aos 10 minutos, os visitantes realizaram a primeira jogada mais aguda pela lado direito, numa arrancada do atacante Tavares que obrigou o goleiro Juliano a se esticar todo e desviar cruzamento perigoso.


Arrancada do atacante Tavares que resultou num cruzamento perigoso. Foto: Orlando Lacanna.

O domínio do time osasquense quase se tranformou no primeiro gol, aos 17 minutos, quando o zagueiro Bruno Leandro subiu de cabeça e mandou a bola contra o travessão da meta taboanense. O time da casa só assustou aos 32 minutos, numa cobrança de falta através do meia Willian que passou muito perto, assustando o goleiro Paulão.


Zaga do Taboão da Serra interceptando cruzamento do ataque osasquense. Foto: Orlando Lacanna.

Nos últimos dez minutos ainda ocorreram lances de maior perigo, como aos 38 minutos, numa cobrança de falta executada pelo meia osasquanse Edinho que obrigou o goleiro Juliano defender parcialmente, cujo rebote foi aproveitado por Bruno Paes, mas a finalização não foi das melhores e, com isso, a oportunidade foi despediçada.

No último minuto da primeira etapa foi a vez do goleiro visitante Paulão mostrar serviço. Dessa maneira, o empate sem gols perdurou até o fim do primeiro tempo, numa etapa em que os visitantes foram melhores, mas não conseguiram traduzir em gols o seu melhor desempenho, principalmente pelas poucas conclusões à meta adversária.


Ataque do Grêmio Osasco e outra boa defesa do goleiro Juliano. Foto: Orlando Lacanna.

O segundo tempo começou e a cara do jogo continuava a mesma, ou seja, o Grêmio Osasco tinha mais presença ofensiva, porém concluía pouco e quando conseguia arrematar, o fazia com defeito e nas vezes que acertava o gol, o goleiro da casa marcava presença.


Um dos lances de ataque osasquense no início da segunda etapa. Foto: Orlando Lacanna.

O tempo ía passando e nada do gol osasquense sair. Isso passou a preocupar o pessoal do Grêmio que temia o surgimento da famosa situação de "quem não faz, toma" e não deu outra, pois na marca do 19 minutos, o CATS chegou ao gol de abertura, anotado pelo camisa 10 Willian em cobrança de pênalti. Além de sofrer o gol, o Grêmio Osasco ainda perdeu o zagueiro Bruno Leandro que recebeu o segundo cartão amarelo e foi para o chuveiro mais cedo.


Bola num canto, goleiro no outro no gol do CATS anotado por Willian. Foto: Orlando Lacanna.

O time do técnico Vampeta sentiu o gol sofrido e a perda de uma atleta e, com isso, permitiu aos donos da casa equilibrarem as ações, tanto que a partir do vigésimo minuto a partida ficou igual. Na marca dos 24 minutos, o goleiro da casa salvou o gol de empate ao desviar espetacularmente, uma cabeça no ângulo superior direito desferida por Júlio. Com um homem a mais o Taboão da Serra quase aumentou a vantagem, aos 28 e 39 minutos, em jogadas que tiveram a participação de Willian, porém nos dois lances o goleiro Paulão evitou o gol.


Ataque perigoso do CATS com a defesa do Grêmio se virando para afastar o perigo. Foto: Orlando Lacanna.

Nos últimos cinco minutos ainda ocorreram mais duas expulsões, sendo uma de cada lado. Pelo Grêmio recebeu o cartão vermelho o atleta Richard e do time da casa quem foi tomar banho mais cedo foi Maurício.

Fim de jogo com o placar mostrando Taboão da Serra 1 - 0 Grêmio Osasco, resultado que tirou o time taboanense da zona de degola, deixando-o na 8ª colocação com 11 pontos. Pelos lados dos visitantes, a derrota custou a perda da liderança, uma vez que agora ocupa a 2ª posição com os mesmo 19 pontos conquistados antes do início da rodada. Para o time de Osasco fica o alerta de que não basta dominar a partida e não traduzir em gols o seu melhor desempenho.

Tão logo a partida foi encerrada, iniciei meu retorno para a Capital com o objetivo de curtir o resto do domingão no aconchego do lar, curtindo muito futebol pela telinha. Foi isso.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário