Procure no JP

segunda-feira, 21 de março de 2011

Taboão da Serra consegue a terceira vitória consecutiva na Série A3

Olá,

Seguindo com o acompanhamento do Campeonato Paulista da Série A3, no último sábado pela manhã, teve início a 13ª rodada da primeira fase e, por conta disso, fiz uma pequena viagem até a vizinha cidade de Barueri, com o objetivo de conferir de perto tudo o que rolou na partida S.C. Barueri x C.A. Taboão da Serra, cujo palco foi a majestosa Arena Barueri.

Esse confronto colocava em disputa três pontos valiosos na corrida contra o rebaixamento, pois reuniu o último colocado (10º) com 13 pontos, no caso o time anfitrião, contra o antepenúltimo (8º) com 14 pontos, que era a situação dos visitantes antes do início da rodada. Portanto, a vitória era de fundamental importância para os dois times, até porque após essa rodada (13ª), cada time fará apenas mais 5 partidas, uma vez que a competição já alcançou a sua segunda metade.

Em pouco menos de uma hora e meia de viagem (de porta à porta), cheguei ao estádio com muita tranquilidade e já fui fazer o credenciamento para ingressar no gramado, visando fazer as fotos oficiais da partida, as quais estão apresentadas abaixo:


S.C. Barueri - Barueri/SP. Foto: Orlando Lacanna.


C.A. Taboão da Serra - Taboão da Serra/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Quarteto de arbitragem ao lado dos capitães das equipes. Foto: Orlando Lacanna.

Como quase sempre acontece nas partidas dessa competição, o jogo foi iniciado com os dois times mostrando muita disposição na luta pela posse de bola. Logo aos 6 minutos, os visitantes levaram perigo à meta do Sport Barueri, numa cobrança de falta executada por Terrão que acabou sendo desviada. A resposta do time azul aconteceu aos 8 minutos, num bom ataque pelo setor esquerdo, cuja conclusão morreu no fundo da meta do CATS, num belo gol anotado pelo camisa 9 Magrão. Festa da pequena torcida local presente.


Zaga do Taboão da Serra cercando atacante do Sport Barueri no início da partida. Foto: Orlando Lacanna.

Mesmo com a disposição das equipes mostrada desde o início, o jogo não apresentava grandes emoções, pelo menos até por volta do 25º minuto, uma vez que os times pouco criaram em termos ofensivos, com as jogadas se concentrando entre as duas intermediárias.


Saída providencial do goleiro Roberto do Sport Barueri neutralizando ataque do CATS. Foto: Orlando Lacanna.

A partir do 25º minuto os times conseguiram ser mais incisivos, tanto que, na marca dos 26 minutos, o time da casa desperdiçou boa chance nos pés do atacante Oliveira, que se contundiu no lance e acabou sendo substiuído por Renan. Aos 35 minutos, foi a vez dos visitantes perderem uma boa chance, através de Willian, após ótima tabela com Miranda. Foi o melhor momento do CATS na primeira etapa que foi encerrada com a vantagem mínima a favor do time de Barueri.


Ação ofensiva do CATS no final do primeiro tempo. Foto: Orlando Lacanna.

Durante o intervalo, permaneci no gramado conversando com o repórter Paulo Júnior da Rede Vida sobre a participação do time da Grande São Paulo na Série A3, como sucessor do antigo Campinas F.C. que foi fundado pelos ex-atletas Careca e Edmar. Algumas pessoas ainda têm dúvidas como se desenrolou todo o processo de sucessão.

Voltando ao jogo, a segunda etapa começou e rapidamente foi possível notar que o Taboão da Serra voltou disposto a ir com tudo ao campo de ataque, visando conseguir um melhor resulltado. De tanto pressionar, o Taboão da Serra chegou ao gol de empate, aos 20 minutos, marcado através de Willian cobrando pênalti cometido pelo veterano zagueiro Marinho (ex-Corinthians, Ponte Preta, etc).


Jogada que originou o pênalti cometido pelo zagueiro Marinho a favor do CATS. Foto: Orlando Lacanna.


Agora a rede estufando na conversão do pênalti cobrado por Willian. Foto: Orlando Lacanna.

Após o gol de empate, o Taboão da Serra continou atacando e conseguiu gol da virada, aos 24 minutos, anotado novamente por Willian, agora de cabeça, escorando cruzamento da esquerda efetuado por Bina. A partir daí, o time visitante assumiu uma posição mais cautelosa, indo ao ataque só na boa, como aconteceu aos 41 minutos com Bina perdendo boa chance.

Os donos da casa tentaram de todas as formas chegar pelo menos à igualdade, como aconteceu nos acréscimos, numa cabeçada perigosa do atacante Magrão que passou por cima do travessão, assustando o setor defensivo do CATS, cujos zagueiros e goleiro trocaram muitas gentilezas entre si por não terem conseguido evitar o perigo. No fim se acalmaram e tudo ficou em paz. No finalzinho da partida, o Sport Barueri ainda teve o atleta Gilson expulso por ter desferido uma cotovelada no adversário, recebendo o cartão vermelho direto.


Zaga do CATS afastando perigo da sua área no final da partida. Foto: Orlando Lacanna.

Partida encerrada com o placar eletrônico da Arena mostrando Sport Barueri 1 - 2 Taboão da Serra, resultado que agrava a situação do time da casa, mantendo-o na última colocação (10ª) do Grupo 2 com os mesmos 13 pontos, correndo sérios riscos de ser rebaixado para a Segundona em 2.012. Por outro lado, a terceira vitória seguida do CATS o coloca na 6ª posição com 17 pontos, com totais condições de sonhar em classificação à segunda fase, quando 4 equipes do grupo seguirão na competição, buscando conseguir o acesso à Sèrie A2.

Fim de jogo e imediato retorno à Capital, já planejando o esquema de cobertura da mais uma partida da Série A3, que seria realizda na manhã de domingo em outra cidade da Grande São Paulo. Foi isso.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário