Procure no JP

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

JP na rodada inaugural do Paulista da Série A3

Olá,

No último final de semana teve início mais uma competição promovida e organizada pela FPF, que foi o Campeonato Paulista da Série A3, com a participação de 20 equipes divididas em dois grupos regionalizados. Após uma ausência de dois meses no convívio com os amigos internautas que acompanham o JP, voltei a botar o pé na estrada e viajei até a belíssima cidade de Paulínia, com o objetivo de acompanhar a partida Paulínia F.C. x C.A. Juventus, realizada no Estádio Luiz Perissinoto.

Como o time da casa veio da Segunda Divisão, viajei com a expectativa de ver como ficou a nova "cara" do estádio, após a adaptação para disputa da Série A3, cuja exigência de capacidade de público é de 10.000 pessoas. Observei a colocação de dois novos lances de arquibancadas que ocuparam espaços vazios que existiam atás de cada meta. Outro ponto que me chamou a atenção, foi a presença de uma animada torcida do "Moleque Travesso", que compareceu cheia de estilo e incentivou o seu time o tempo todo. 


Um dos novos lances de arquibancadas e a torcida juventina marcando presença. Fotos: Orlando Lacanna.

A viagem foi tranquila, me permitindo chegar com tempo suficiente para montar o esquema visando fazer as fotos oficiais da partida, as quais apresento abaixo:


Paulínia F.C. - Paulínia/SP. Foto: Orlando Lacanna.


C.A. Juventus - São Paulo/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Quarteto de arbitragem com o árbitro Douglas Marcucci, os assistentes Leonardo Schiavo Pedalini e Fernando Batista de Oliveira e o quarto árbitro Rafael Emilio Acerra ao lado dos capitães. Foto: Orlando Lacanna. 

Como quase sempre acontece em início de temporada, as equipes começam a competição sem o entrosamento necessário e essa situação não foi diferente nessa partida, com a as duas equipes demonstrando muito empenho, porém ainda devendo um melhor conjunto. Nesse contexto, o time juventino começou melhor e dominou os primeiros vinte minutos, apresentando maior domínio territorial, mas sem objetividade no ataque. 


Bola escapando do avante juventino em ataque no início da partida. Foto: Orlando Lacanna.


Briga pela posse da bola junto à lateral. Foto: Orlando Lacanna.

Com o passar do tempo, o time da casa foi conseguindo dar uma equilibrada nas ações, sendo que aos 27 minutos chegou ao seu gol, anotado de cabeça por Samuel, aproveitando uma cobrança de falta executada por Fábio Augusto pelo lado esquerdo, cujo cruzamento a defesa do Juventus ficou assistindo.


Jogada pelo alto do ataque do Paulínia. Foto: Orlando Lacanna.

Após sofrer o gol o time visitante foi pra cima, criando pelo menos duas boas chances de chegar ao empate, mas as conclusões não foram das melhores e, sendo assim, a primeira etapa foi concluída com a vantagem mínima a favor dos anfitriões, que atacaram menos, porém foram mais objetivos.

Depois de um intervalo que passei a maior parte do tempo numa sombra e tomando muita água, a segunda etapa começou do mesmo jeito que a primeira, ou seja, o Juventus comandando as ações e atacando com frequência. Logo aos 8 minutos, o Juventus desperdiçou uma chance incrível, numa cabeçada do zagueiro Ralph que passou muito perto. Em seguida, num contra-ataque aos 10 minutos, o Paulínia carimbou o poste direito da meta defendida pelo goleiro Marcelo, assustando a torcida grená. 


Zagueiro juventino Ralph cabeceando para fora e perdendo a chance do empate. Foto: Orlando Lacanna.

O maior domínio do Juventus continuou até por volta do trigésimo minuto, tendo criado quatro ótimas chances aos 13, 17, 20 e 29 minutos em jogadas com as participações de Serginho (duas vezes), Ralph e Nem. Mas como as conclusões deixaram a desejar, o empate acabou não chegando.

O Paulínia que não tinha nada com a ineficiência ofensiva do adversário, saiu mais para o jogo e conseguiu aumentar a vantagem, aos 31 minutos, através de Dayvid cobrando pênalti.


Dayvid se preparando para marcar o segundo gol do Paulínia. Foto: Orlando Lacanna.

O time avinhado acusou o golpe por ter sofrido o segundo gol e, com isso, os donos da casa tiveram maiores facilidades e chegaram ao seu terceiro gol, aos 36 minutos, anotado novamente através de Dayvid em cobrança de outro pênalti, sendo que esse muita gente achou que não houve. Da minha posição não foi possível observar o lance com clareza.


Terceiro gol do Paulínia marcado por Dayvid. Foto: Orlando Lacanna.

Com o Juventus entregue, o Paulínia quase marcou o quarto gol aos 38 minutos, naquele que seria o terceiro gol de Dayvid no jogo. Nos últimos cinco minutos nada de mais importante aconteceu e o árbitro encerrou a partida com o placar indicando Paulínia 3 - 0 Juventus, resultado que premiou a equipe que aproveitou as chances e castigou aquela que foi ineficiente nas conclusões. Vamos aguardar as próximas rodadas para vermos o desempenho das equipes ao longo da competição que dará 4 vagas à Série A2 de 2.012.

Fim de jogo e pé na estrada novamente com destino a São Paulo, para curtir o resto do domingão no aconchego do lar. Foi isso.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário