Procure no JP

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

São Bernardo FC Campeão da Copa Paulista 2013

Fala, pessoal!

Num final-de-semana extremamente chuvoso, o cronograma de pelejas acabou sendo comprometido. Acompanhei apenas um jogo, "coincidentemente" o mais importante para o futebol do estado no segundo semestre. Fui para São Bernardo do Campo acompanhar a grande final da Copa Paulista entre São Bernardo FC e Audax. A decisão foi jogada no Estádio Primeiro de Maio, local que não visitava há mais de um ano e meio.

Disputado ininterruptamente desde 2001, o difícil torneio simplesmente contava com 11 campeões diferentes em 12 edições até essa final. Somente o Paulista de Jundiaí conseguiu conquistar duas vezes o caneco, em 2010 e 2011. Mas o que poucos sabem é que essa ideia de uma copa estadual não foi uma novidade dos tempos atuais.


Taça para o campeão e vice da Copa Paulista 2013. Foto: Fernando Martinez.

 

Belas medalhas de ouro e prata oferecidas pela FPF. Fotos: Fernando Martinez.

Antes de se firmar no cenário do futebol de São Paulo no Século XXI, a FPF organizou seis edições da Copa Paulista em épocas diferentes do século passado. A primeira, chamada apenas de "Copa São Paulo", aconteceu em 1962 e teve o Corinthians campeão numa final contra o Santos. Somente dezessete anos depois a entidade voltou a organizar o certame. Foram três edições seguidas e títulos da Internacional de Bebedouro em 1979, Sertãozinho em 1980 (com direito ao vice-campeonato do sensacional Parque da Mooca) e Oeste de Itápolis em 1981, num torneio que só acabou no fim do ano seguinte.

Depois disso, mais quatro anos de hiato. Em 1985 a competição voltou com o nome oficial de "Copa 50 Anos da FPF/Copa 20 Anos da TV Globo" e reuniu o número recorde de 60 times. O campeão foi o São Bento, após ficar em primeiro no quadrangular final que também reuniu XV de Jaú, Juventus e Sertãozinho. Só em 1999 o torneio voltou ao calendário e teve o Etti Jundiaí como campeão.

Juntando tudo no mesmo balaio, foram 18 edições até 2012 com várias denominações e apenas duas equipes ganhando o título por mais de uma vez: Paulista em 1999/2010/2011 e São Bento em 1985/2002. São Bernardo FC e Audax buscavam entrar nesse rol de vencedores com uma vitória simples. Um empate levaria a decisão para a cobrança de pênaltis.


São Bernardo FC - São Bernardo do Campo/SP. Foto: Fernando Martinez.


Audax EC - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.

Só que não foi fácil todo o pacote da jornada em si. A ida até a cidade do ABC foi um verdadeiro inferno, cortesia da chuva e dos simpáticos trólebus lotados da EMTU. Saí cedo e mesmo assim cheguei no estádio em cima da pinta e debaixo de muita água. Mal sabia o que estava a me esperar...


Capitães dos times e quarteto de arbitragem para a decisão composto pelo árbitro Rodrigo Guarizo do Amaral, os assistentes Carlos Augusto Nogueira Junior e Daniel Luís Marques e o quarto árbitro Paulo Sérgio dos Santos. Foto: Fernando Martinez.

Apesar de ser "a" grande decisão, a peleja ficou bem abaixo da expectativa de todos. Tudo bem que a incessante chuva e o gramado encharcado atrapalharam, mas as equipes pareciam mesmo preocupadas em apenas não sofrerem gols.


Saída do Audax para o ataque. Foto: Fernando Martinez.


Marcação firme da zaga do Tigre. Foto: Fernando Martinez.

O Tigre até ousou um pouquinho mais, mas nada assim uma Brastemp. O Audax, bem postado na defesa e contando com boa atuação do arqueiro Felipe Alves, neutralizava as raras investidas locais. O time visitante também armou alguns ataques bons pelas laterais, mas chance clara de gol que é bom, nada.


Marcador do São Bernardo FC neutralizando ataque visitante. Foto: Fernando Martinez.


Atacante paulistano de olho na marcação local. Nas arquibancadas, todo o elenco de apoio do famoso desenho do Pica-Pau nas Cataratas do Niágara. Foto: Fernando Martinez.

O intervalo chegou com o óbvio 0x0. Enquanto as agremiações estavam nos respectivos vestiários aconteceu o melhor lance da noite. Meninas que concorrem ao título de "Gata do Tigre" esbanjaram beleza e simpatia e perambularam pelo gramado molhado com muita leveza, alegrando profissionais que faziam a cobertura da decisão e os 4.630 torcedores presentes.



Indo e vindo, a beleza das candidatas que concorrem ao título de "Gata do Tigre". Foi o melhor lance da chuvosa noite do ABC. Fotos: Fernando Martinez e Luiz Fólego.

No segundo tempo o dilúvio apertou e o Audax voltou um pouco mais inspirado. A equipe conseguiu mostrar mais vontade, mas o toque final era defeituoso. O Tigre sofria com os repetidos ataques do onze paulistano. Parecia que o gol era questão de tempo, mas quem teve a melhor chance de abrir o marcador foi o São Bernardo FC.


Chance aérea do Audax. Foto: Fernando Martinez.

Aos 31 minutos Jean chutou forte da entrada da área e a bola bateu no quadril do jogador Francis. O árbitro viu toque de mão e marcou penalidade máxima. Gil partiu para a cobrança e conseguiu deslocar o goleiro, mas colocou força demais na pelota e chutou por cima da meta.


Detalhe do pênalti perdido por Cris. Foto: Fernando Martinez.

Imaginei que esse lance poderia refletir de forma negativa no onze local, mas foi justamente o contrário. O Tigre passou a atacar sem parar e chegou muito perto de fazer o primeiro. Felipe Alves mostrou serviço e impediu que o título saísse no tempo normal. Com o 0x0 após os 90 minutos, o caneco seria definido na disputa de pênaltis.


Uma boa chance desperdiçada pelo ataque visitante. Foto: Fernando Martinez.

No esquema do "chove chuva, chove sem parar" vi a decisão de pertinho. Hélton Luiz bateu o primeiro para o Audax e Daniel, goleiro do Tigre, fez a defesa se adiantando muito. Os sete pênaltis seguintes, com Fernando Lombardi, Raul, Luciano Castán e Jean pelo lado local e Gabriel, Marcus Vinícius e Francis pelo lado visitante, foram convertidos.


Hélton Luiz perdeu a primeira cobrança do Audax. Foto: Fernando Martinez.


Fernando Lombardi iniciou os trabalhos do Tigre na decisão por penais de forma precisa. Foto: Fernando Martinez.

Faltando uma cobrança para cada um e com o placar apontando 4x3 para os locais, Velicka foi para a bola precisando converter para manter a chance de título da capital viva. Ele bateu alto e a pelota caprichosamente bateu na trave superior... Era o que o Tigre precisava para a festa começar no Primeiro de Maio.


Lance do pênalti perdido por Velicka e que deu o título ao time do ABC. Foto: Fernando Martinez.

No fim, o placar de São Bernardo FC 0 (4) - Audax 0 (3) deu o primeiro título da Copa Paulista da história para o time do ABC e colocou a equipe pela segunda vez seguida na Copa do Brasil. Também pela segunda vez seguida o escrete paulistano saiu-se derrotado na decisão do certame.


Festa preta e amarela no gramado do Primeiro de Maio. Foto: Fernando Martinez.

Essa foi a quinta final em que o JP marcou presença na história dessa competição e a segunda em que cobrimos os jogos de ida e de volta. Foi também minha quarta final pessoal e o último jogo de torneios profissionais organizados pela FPF nessa temporada. Daqui pra frente, vamos caçar joguinhos aqui e ali para manter o blog em atividade durante o sempre triste fim de ano.


Jogadores do Audax e o desânimo pela derrota no pódio armado pela FPF. Foto: Fernando Martinez.


Capitão e taça pelo vice-campeonato do time paulistano. Foto: Fernando Martinez.

Aproveitamos também e deixamos parabéns à todos os envolvidos com o título do São Bernardo FC e esperamos que em 2014 a gente consiga ajeitar nossa agenda para cobrir alguma partida do time na Copa do Brasil, algo que conseguimos em 2013.



Do outro lado, grande festa por parte do novo campeão da Copa Paulista, o São Bernardo FC. Foto: Fernando Martinez.


Édson Boaro, o famoso "Abobrão", rodeado por repórteres após a conquista. Foto: Fernando Martinez.

Bom, depois de toda a festa estava na hora de voltar pra casa, ainda debaixo de chuva. levei cerca de duas horas e meia (!) para chegar no meu lar, e depois de tanto perrengue acabei desistindo de sair no domingo. Aproveitei o último dia da semana e fiquei recuperando as energias.

Até a próxima!

Fernando

Um comentário: