Procure no JP

quinta-feira, 25 de abril de 2019

Pelo Brasileiro sub-17, virada palmeirense contra o Peixe

Texto e fotos: Fernando Martinez


Todo mundo sabe que a CBF faz um sem número de bobagens. Mas uma coisa é certa: nos últimos anos a entidade vem montando um calendário bem legal pensando nas categorias de base. A maior novidade da atual temporada foi a criação do importante Campeonato Brasileiro sub-17. Na quarta-feira fui ao Estádio Oswaldo Teixeira Duarte debutar no certame com o clássico entre Palmeiras e Santos, válido pela segunda rodada.

Disputado por vinte clubes divididos em duas chaves. Eles jogarão um turno dentro do grupo e os quatro primeiros passam à segunda fase. A partir daí, quartas de final, semifinal e final. Palmeiras e Santos estão no Grupo A. Na rodada inicial, o verde derrotou o Vasco no Rio e o Peixe foi derrotado pelo Athletico como mandante. Reitero os parabéns à CBF pela criação do torneio... pena que aqui em São Paulo pouco esteja sendo realmente feito nesse sentido.


Sociedade Esportiva Palmeiras (sub-17) - São Paulo/SP


Santos Futebol Clube (sub-17) - Santos/SP


Capitães dos times e quarteto de arbitragem

Outra vez tive a companhia de Milton Haddad numa sessão futebolística e novamente o público foi diminuto. Também, a grande maioria dos torcedores não tem a menor ideia que esse campeonato exista. Fugir do lugar-comum com a imprensa que temos e com tudo sendo levado para o lado da "zoeira" é praticamente impossível. Quem se arriscou a ir na casa rubro-verde viu um jogo acima da média.

O Santos iniciou os trabalhos mais ligado e logo aos cinco minutos Kevin abriu o marcador. O camisa 8 chutou de longe, a bola quicou na frente de Mateus Oliveira e morreu no canto direito. O Peixe teve a chance do segundo aos 13, quando Marcos Leonardo recebeu livre, entrou na área mas, ao invés de concluir, esperou a zaga chegar e foi desarmado.

Aos poucos o Palmeiras foi se acertando e o empate saiu aos 26 minutos. Numa grande jogada de Gabriel Silva pela esquerda, ele entrou na área e cruzou por baixo. Ruan surgiu entre os zagueiros e fez o dele. Aos 34, quando era bem melhor em campo, saiu a virada. Após cruzamento da direita, Bruno Menezes tocou de leve, o arqueiro Gustavo resvalou na pelota. O camisa 11 aproveitou a sobra e marcou 2x1. O alvinegro ainda teve a derradeira chance aos 37 quando a finalização de Renyer bateu na rede pelo lado de fora.

No tempo final o duelo continuou bastante animado. Renyer teve a primeira boa chance aos dois minutos em tiro que passou perto da meta defendida por Mateus Oliveira. Aos 11, Pedro Henrique avançou pela esquerda e tocou para Kevin. A finalização foi em cima do goleiro palmeirense. Na sequência, a zaga santista salvou o terceiro tento adversário em cima da linha. No rebote, Gustavo fez milagre. Não demorou para o Santos responder à altura com um chute cruzado de Fernando e importante defesa de Mateus Oliveira. O arqueiro verde mostrou serviço mais uma vez aos 20 em novo chute de Fernando. Marcos Leonardo também teve ótimo momento aos 20 e, só pra variar, o camisa 1 verde foi preciso.

Aos 32, a zaga santista falhou e João Vieira recebeu um belo presente. Ele chutou da pequena área e a bola tinha endereço certo, porém um dos defensores conseguiu travar e a finalização saiu pela linha de fundo. Dois minutos depois, Fernando acertou belo chute da esquerda, o goleiro palmeirense deu rebote e Ruan marcou... só que ele estava impedido e o tento foi anulado.


Dividida em lance no meio de campo logo no começo de Palmeiras x Santos


Ruan, camisa 9 palmeirense, se livrando da marcação


O camisa 11 Bruno Menezes no lance do gol da virada alviverde no Canindé


Ataque santista pela esquerda no segundo tempo


O camisa 3 Henri cortando ataque visitante


Escanteio a favor do Peixe no final da peleja

No último lance, aos 45 minutos, o escrete local teve escanteio pela direita. A zaga bateu cabeça, não conseguiu afastar e Daniel Alves, camisa 13, se aproveitou e fez o terceiro. A peleja chegou ao fim com o placar de Palmeiras 3-1 Santos. Segunda vitória verde e segunda derrota do Peixe no Brasileiro sub-17. Ainda tem tempo de muita reviravolta acontecer até a última rodada. Vamos ficar de olho e tentar cobrir mais alguns joguinhos do torneio.

Menos de 24 horas após esse cotejo, retornei ao Canindé na base da "sessão bônus", agora com o time feminino da Portuguesa em ação pela segundona do nacional.

Até lá!

_________________________

Ficha Técnica: Palmeiras 3-1 Santos

Competição: Campeonato Brasileiro sub-17; Local: Estádio Oswaldo Teixeira Duarte (São Paulo); Árbitro: Ilbert Estevam da Silva; Público e renda: Portões abertos; Cartões amarelos: Gustavo Garcia, Vanderlan, Kaiky, Renan (Pal), Cadu, André, Ivonei, Renyer, Marcos Leonardo (San); Gols: Kevin 25, Ruan 26 e Bruno Menezes 34 do 1º, Daniel Alves 45 do 2º.
Palmeiras: Mateus Oliveira; Gustavo Garcia (Daniel Alves); Henri, Vanderlan e Renan (Robson); Kaiky, Gabriel (Kevyn), Fabinho e Gabriel Silva; Ruan (João Vieira) e Bruno Menezes (Thiago Santos). Técnico: Artur Akiyama.
Santos: Gustavo; André, Pedro Henrique (Rafael), Cadu e Barbosa; Sandry (Matheus), Ivonei, Kevin e Gabriel (Fernando); Marcos Leonardo e Renyer. Técnico: Márcio Griggio.
_____________

Nenhum comentário:

Postar um comentário