Procure no JP

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Retrospectiva JP 2014 – Parte 4 / Especial Copa do Mundo

Opa,

A quarta - e última - parte da Retrospectiva JP de 2014 não poderia ser outra. Nesse derradeiro capítulo falamos exclusivamente da Copa do Mundo, um evento marcante que tivemos o enorme prazer de acompanhar bem de perto. A já histórica série "JP na Copa" teve 21 capítulos e trouxe todos os jogos que cobrimos, de Norte a Sul do país. Muito bom relembrar aquele inesquecível mês de junho com esses sete jogos.



Ver a abertura da Copa do Mundo do seu país é um momento transcendental para se guardar para o resto da vida. Mesmo sendo uma emoção indescritível, procuramos transmitir um pouco da sensação nesse antológico post.



Uma das melhores partidas do Mundial teve presença do JP. Foi difícil chegar no Beira Rio, mas tudo deu certo e ainda por cima vimos um dos dez gols mais bonitos do mundo em 2014.



Camarões e Croácia, um dos confrontos mais geniais da Copa do Mundo, em Manaus (!). Esse insólito duelo na longínqua cidade merece estar nessa lista com louvor.



Poucos davam alguma importância a essa partida, mas no fim o jogo foi sensacional. Além de ter sido o jogo mais frio do Mundial, o pós-jogo, com direito ao Gene Simmons da Alegria zanzando etilicamente dentro e fora da Arena da Baixada, foi simplesmente surreal.



Outro jogo que era desprezado pela maioria dos torcedores e que acabou sendo um dos mais legais da Copa. A Argélia aplicou a maior goleada africana num Mundial em todos os tempos e encaminhou sua histórica classificação para as oitavas de final.



Fortaleza viu uma das partidas mais emocionantes do Mundial e a inesperada classificação grega para as oitavas. A Costa do Marfim colocou um salto alto e deu sopa pro azar. O selecionado helênico conquistou um lugar entre os dezesseis melhores da competição com um gol de pênalti aos 48 do segundo tempo.



O jogo mais perdido da Copa do Mundo não poderia ficar sem a presença do JP, né? Bósnia e Irã, times que morreram abraçados ainda na primeira fase, fizeram um jogo muito bem disputado e que terminou com vitória europeia, a primeira da seleção numa Copa. O pós-jogo na capital baiana foi um dos mais geniais.

...

Foi isso. Aqui encerramos os trabalhos do JP nesse ano de 2014. Chegamos aos dez anos de vida, o número de posts diminuiu, mas com certeza a qualidade ficou ainda maior. Em 2015 continuaremos mantendo acesa a chama que existe desde novembro de 2004 com matérias desde a primeira semana do ano. Entre os campeonatos de sempre, vamos tentar trazer coisas novas por aqui.

Até 2015!

Fernando

sábado, 27 de dezembro de 2014

Camisa do Taquaritinga no Sorteio JP 23, o último de 2014

Opa,

Hoje fechamos bem o ano com o Sorteio JP 23. Dessa vez, o vencedor levará para casa uma belíssima camisa do genial Clube Atlético Taquaritinga. A Deka Sports fez a camisa do CAT durante a polêmica disputa da Segundona Paulista de 2014 e agora oferece as leitores do JP essa preciosidade.


Infelizmente o CAT está atolado em problemas políticos e não sabemos se o time estará em campo em 2015. Esse fardamento pode se tornar o último da história do clube, um motivo a mais para você participar desse sorteio.

 

Para concorrer, basta enviar nome e endereço completo para sorteio@jogosperdidos.net e cruzar os dedos. Concorrerão as mensagens enviadas até às 23:59 da próxima sexta-feira, 2 de janeiro. Nada mais legal do que começar o ano vestindo essa bela camisa, não?

Aguardamos a participação de todos!

Fernando

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Retrospectiva JP 2014 – Parte 3

Fala, pessoal!

Hoje é dia da terceira parte da Retrospectiva 2014 no JOGOS PERDIDOS. Diminuímos o ritmo no segundo semestre do ano, claramente influenciados pelo clima deprê do pós-Copa (quem foi no Mundial sabe do que estou falando). Mesmo assim, vimos de perto alguns momentos históricos, dentro e fora de campo. Vamos a eles.



A noite de 15 de agosto foi histórica para o futebol brasileiro. Pela primeira vez em todos os tempos um time não entrou em campo por conta de salários atrasados. Os atletas do Grêmio Barueri, cansado das promessas vazias dos dirigentes, decidiram não jogar contra o Operário/MT. Fomos os únicos que acompanharam tudo de perto e os amigos foram brindados com um post histórico.



Poucas coisas são mais perdidas do que ver um jogo do paulista sub20 num sábado à noite na cidade de Nova Odessa. Honramos o nome do blog e fomos até a bela cidade para conferir esse duelo insólito. Acabamos vendo um dos jogos mais sensacionais da temporada.



Depois de fazer uma primeira fase impecável, o Nacional sofreu na segunda fase da Segundona Paulista e sofreu ainda mais na terceira. A equipe precisava vencer o União Mogi na rodada final, caso contrário o sonho do acesso estaria encerrado. Num jogo sensacional, o onze ferroviário venceu de virada e se classificou.



Durante a disputa do segundo Brasileiro da categoria, o JP fez coberturas quase solitárias da competição. Um dos jogos que contou com nossa presença reuniu no gramado do Pacaembu doze das 22 campeãs da Copa América com a seleção. Um duelo que merecia espaço gigantesco na "mídia especializada". Enfim, poucos ligam, mas nós fizemos a nossa parte.



Não é jogo perdido, mas como o Palmeiras x Grêmio da Série A foi um dos jogos mais geniais do campeonato, ele entra nessa listinha dos melhores do ano. A torcida palmeirense lotou o Pacaembu numa noite de sábado e empurrou o time para a virada contra os gaúchos. Mal sabiam que aquele era um dos últimos momentos felizes no certame.



O Vasco da Gama sofreu durante a Série B do Brasileiro. O time foi o primeiro "grande" a não conquistar o título da competição depois que os maiores times do país começaram a disputar frequentemente a competição. Cobrimos dois jogos do time da Colina na segundona: vitória contra a Lusa no Canindé e essa derrota para o Santinha em Pernambuco.



Acompanhamos exatamente a metade dos jogos que o Nacional disputou na Segundona Paulista de 2010 até 2014. Após anos de sofrimento, alternando campanhas péssimas e performances apenas razoáveis, finalmente o time voltou para a A3. Melhor ainda, como campeão. Para coroar tudo isso, a decisão aconteceu no dia que completamos 10 anos de vida.

Na próxima semana fecharemos essa genial Retrospectiva 2014 com uma seleção especial dos posts históricos que fizemos durante a Copa do Mundo. Nosso maior momento merecia uma parte só para ele.

Até lá!

Fernando

domingo, 21 de dezembro de 2014

Vencedores dos Sorteios JP 21 e 22

Fala pessoal!

Demorou, mas finalmente hoje rolou a definição dos ganhadores dos Sorteios JP 20 e 21, respectivamente com as camisas do Clube Atlético Sorocaba e do Clube Atlético Juventus. Antes de divulgar o nome dos sortudos, agradecemos a participação de todos. O número de amigos que mandaram e-mails superou de longe o esperado.

Vamos lá: a camisa do time sorocabano vai para a Ana Paula, moradora da cidade de Campinas. Ela não deixou sobrenome, mas ganha mesmo assim. Já o belo uniforme do Moleque Travesso vai para o Maurício dos Santos Cruz, amigo morador da Mooca e que agora vai poder curtir os jogos do time grená com a camisa oferecida pelo JP e pela Deka Sports.

Mas para quem não ganhou fica a dica. O Sorteio JP 22 está seguindo a todo vapor com a camisa do Grêmio Barueri e o Sorteio 23, que começará no próximo final de semana, terá uma camisa simplesmente sensacional.

Grande abraço a todos!

Fernando

sábado, 20 de dezembro de 2014

Sorteio JP 22 com rara camisa do GR Barueri

Fala, pessoal!

Às portas de mais um Natal, hoje o post é para divulgar o Sorteio JP 22, mais um contando com uma camisa oficial oferecida pela Deka Sports. Dessa vez iremos sortear o belo uniforme do Grêmio Barueri, time que teve uma temporada 2014 um tanto quanto ruim.

O fardamento é raro, pois esse jogo de camisas foi feito para o onze barueriense usar durante a Série D do Brasileiro. Por conta de algumas divergências, de última hora a equipe usou outro fornecedor, transformando essas camisas em algo único. Não dá pra perder a chance de colocar essa peça na sua coleção.


 

Para concorrer é o mesmo esquema: envie um e-mail com nome completo e endereço para sorteio@jogosperdidos.net até às 23:59 da próxima sexta-feira, 26 de dezembro, e pronto. Os amigos que mandarem essa mensagem entram na urna para a definição de quem irá levar esse uniforme para casa. É um belo presente de Natal.

Aguardamos a participação de todos!

Fernando

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Retrospectiva JP 2014 – Parte 2

Opa,

Seguindo com a nossa Retrospectiva 2014, hoje publicamos a segunda parte do melhor que rolou aqui no JOGOS PERDIDOS durante o atual ano. Esse segundo capítulo contempla jogos do mês de março até o comecinho de junho, ainda antes da nossa experiência incrível na Copa do Mundo.



Se programar para ver in loco os 40 times das Séries A2 e A3 não é uma tarefa simples. Por conta dessa insanidade, assisti pelejas que normalmente não estariam no cronograma. Esse São José x São Caetano é um claro exemplo. Naquele domingo de março, fui sozinho até Jacareí, gastei dinheiro com ônibus e táxi, tomei chuva, esperei um coletivo por quase uma hora e ainda peguei um trânsito monstro na volta para São Paulo. Tudo pelo social.



O nosso carro-chefe apareceu desde sua primeira rodada nas nossas páginas. Iniciamos os trabalhos na Segundona Paulista com um genial jogo na cidade de Pirassununga. O sensacional Taquaritinga venceu a partida e terminou a primeira fase com uma grande campanha. Pena que por problemas políticos, que inclusive podem deixar o time de fora da temporada 2015, a equipe tenha desistido da segunda fase.



Após 65 anos Batatais e Guarani voltaram a se enfrentar num jogo do campeonato paulista. Sempre com aquele senso histórico, fizemos questão de ir até a cidade do norte do estado para ver de perto esse reencontro. Lá, nós vimos que a polêmica final da segundona de 1949 não foi completamente esquecida.



Depois de alguns anos batendo na trave, vimos de perto o acesso do Red Bull para a Série A1. O Grêmio Osasco resistiu, mas não conseguiu impedir a festa campineira no José Liberatti.



Durante uma temporada que foi completamente trágica para o time da Grande São Paulo pouca coisa se salvou. Uma delas foi a grande partida que a equipe fez contra o campeão paranaense Londrina pela Copa do Brasil. Com um 0x0 no Paraná e um eletrizante 3x3 em São Paulo, o GRB foi eliminado somente no critério dos gols fora de casa. Foi o último grande momento do time em 2014.



Dizer que a Portuguesa teve uma temporada ruim é chover no molhado. O time foi mal no Paulista e conseguiu ser ainda pior na Série B. Entre suas inacreditáveis 21 derrotas, essa para o Sampaio Corrêa foi uma das piores. O time maranhense aniquilou a Lusa e não fez mais por incompetência. Histórico.


A campanha do Nacional na primeira fase da Segundona Paulista foi antológica. O time bateu o recorde de jogos invictos num começo de estadual e fechou a participação na chave aplicando a segunda maior goleada da sua história. Os 9x1 contra o ECUS só não superaram os 10x0 contra o SEV de 2013.


Na próxima semana a terceira parte contando com jogos marcantes no pós-Copa do Mundo.

Até lá!

Fernando

sábado, 13 de dezembro de 2014

Camisa do CA Juventus no Sorteio JP 21

Fala, pessoal!

Conforme o prometido, hoje é dia de Sorteio JP 21, uma boa forma de comemorar as festas de fim de ano. Dessa vez, contando novamente com a parceria da Deka Sports, o sortudo vencedor vai colocar na coleção a belíssima camisa utilizada pelo Clube Atlético Juventus durante toda a temporada 2014.


 

Para concorrer é aquele mesmo esquema. Você envia um e-mail para sorteio@jogosperdidos.net com os dados completos. Depois sortearemos um entre todos os que nos mandaram mensagens. Esse felizardo vai levar pra casa essa belíssima camisa na moleza. Mais fácil do que isso, impossível.

Lembrando que entrarão para o sorteio e-mails recebidos até às 23:59 da próxima sexta-feira, 19 de dezembro.

Aguardamos a participação de todos!

Fernando

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Retrospectiva JP 2014 – Parte 1

Fala, pessoal!

É, o ano já está terminando e o futebol praticamente acabou por essas bandas. Para não deixar todo mundo na mão o JP publica a partir de hoje uma retrospectiva em quatro partes com grandes coberturas e ótimos jogos que tivemos o prazer de acompanhar durante todo o ano de 2014.

Marcamos presença num total de 22 campeonatos diferentes, de Brasileiro da Série A até Copa do Mundo, passando também por Segundona Paulista e Copa do Brasil sub17, entre outros. Particularmente eu não vi tantos jogos nesse ano quanto em 2013 (200 contra 160), mas o número de times novos incluídos na Lista foi o maior desde 2007.

Enfim, sigam conosco nesse passeio por 2014:



Logo no quinto jogo com cobertura do JP vimos um sensacional 9-0 em dia de time novo na Lista. Essa foi a primeira partida do genial Imagine de Tocantins na história da Copinha. Nos dois jogos restantes o time também foi goleado (12x0 contra o Vitória e 8x1 contra o Juventus), o que deixou o time com a pior campanha entre os 104 participantes.



O sensacional Brasília foi a maior surpresa da Copinha desse ano. Após eliminar o Botafogo na segunda fase, o time acabou eliminado pelo São Paulo nas oitavas na cobrança de pênaltis, mesmo jogando melhor. O jogo realizado em Barueri foi emocionante do início ao fim.



O Audax estreou na elite do estadual já como um time de Osasco. Mesmo assim seu primeiro jogo em casa foi realizado no velho Paulo Machado de Carvalho e o adversário foi o futuro vice-campeão Santos. Naquela noite chuvosa de janeiro, o Peixe tomou sufoco e por muito pouco não saiu de campo com a derrota.



O dia 2 de fevereiro foi especial para o futebol osasquense. Naquela manhã de domingo a cidade recebeu o primeiro jogo válido pela principal divisão do estadual em todos os tempos. Para coroar a grande festa, uma goleada do Grêmio Osasco Audax contra a Portuguesa.



O ano de 2014 foi terrível para o rubro-verde do Canindé. A equipe venceu apenas onze (!) jogos em todo o ano na sua pior temporada em todos os tempos. Na noite do dia 9 de fevereiro acabamos assistindo o que foi a maior vitória do time em todo o ano, um sonoro 4x0 contra o Linense dentro de casa.



Na busca de assistir os 40 times das séries A2 e A3 pelo segundo ano seguido, fiz algumas viagens para poder cumprir a meta. Uma delas corrigiu um "erro" histórico, pois finalmente marquei presença num Inter de Limeira x Independente, um dos maiores clássicos do interior paulista. O Galo venceu aquela partida e no fim do certame acabou conquistando o histórico acesso para a A2.



O Leão da Sorocabana fez uma campanha sensacional na Série A2 desse ano e terminou com o grande título da competição. O JP foi até a cidade de Capivari para conferir um dos jogos do alvirrubro e, por sorte, vimos uma partida simplesmente sensacional, com direito a gol de empate dos donos da casa no apagar das luzes.

Semana que vem tem a Parte 2!

Até lá,

Fernando

PS: Vale registrar que a inspiração para essa mini-série veio do ótimo Campo de Terra, blog do amigo brasiliense Raul Martins Dias.

sábado, 6 de dezembro de 2014

Sorteio JP 20 com a camisa do CA Sorocaba

Fala, pessoal!

O clima de Natal toma conta do JP. Nesse sabadão temos o prazer de informar que com a chegada do mês de dezembro também voltamos com o tradicional Sorteio JP, sempre contando com a parceria da Deka Sports. Sortearemos quatro camisas nos quatro sábados do último mês de 2014.

Para voltar à ativa com chave de ouro, hoje o Sorteio JP 20 dá a chance dos nossos amigos incluírem na coleção a camisa do Clube Atlético Sorocaba, time que jogou a Série A1 nessa temporada, mas que em 2015 fará parte da Série A2 do Campeonato Paulista. O belo uniforme amarelo foi utilizado na campanha no Paulistão.



Camisa do CA Sorocaba que pode ser sua no Sorteio JP 20.

Para participar é aquela moleza de sempre: basta enviar um e-mail para sorteio@jogosperdidos.net com nome completo e endereço. Sim, só isso já basta para o amigo concorrer a essa bela camisa. Valerão e-mails recebidos até às 23:59 da próxima sexta-feira, 12 de dezembro.

Você não vai perder essa mamata, né? Eu não perderia de jeito nenhum... Aguardamos a participação de todos!

Fernando

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Após dez anos, Corinthians volta à final do Paulista sub20

Fala, pessoal!

O clima de final de ano já está forte por essas bandas. No último feriado prolongado a agenda marcava várias pelejas na região, mas desencanei de tudo e fui ver de perto apenas uma. O prato principal da sexta-feira trazia Corinthians x São Caetano na Arena Barueri, partida decisiva e que valia vaga na final do Campeonato Paulista sub20 da 1ª divisão.


SC Corinthians P (sub20) - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.

Com o empate por 1x1 no jogo de ida, o Mosqueteiro precisava apenas de uma nova igualdade para voltar a uma final de sub20 após 10 anos, um longo tempo em se tratando de Corinthians. Falando nisso, vale registrar que desde a reorganização das categorias de base feita pela FPF em 1980 - quando aconteceu a "criação" dos juniores, juvenil e infantil - o Timão foi campeão apenas UMA vez.

Essa solitária conquista aconteceu em 1997, quando o alvinegro ficou em primeiro lugar no quadrangular final disputado também por Guarani, Santos e o falecido Sãocarlense. Na última rodada daquele certame, os paulistanos receberam os campineiros, estes jogando pelo empate, no Parque São Jorge. A vitória por 4x1 deu o único título paulista sub20 à equipe.


AD São Caetano (sub20) - São Caetano do Sul/SP. Foto: Fernando Martinez.


Capitães e trio de arbitragem na Arena Barueri. Foto: Fernando Martinez.

Voltando a 2014, o caminho para a Arena foi feito tranquilamente pelos trilhos da CPTM. Na Estação Barueri encontrei a dupla Colucci e Victor de Andrade e na porta do estádio, Sérgio Oliveira e Ricardo Espina já nos esperavam. Cada um foi para um canto enquanto eu fui para o gramado da cancha barueriense.

Quando a bola começou a rolar o São Caetano não conseguiu fazer frente ao bom time "local". Embalado pela grande campanha - duas derrotas em 23 jogos e média de 2,6 gols por partida - o Corinthians jogou muito bem e envolveu a defesa visitante.


Ataque corintiano no começo do jogo. Foto: Fernando Martinez.


Cruzamento dentro da área do Azulão. Foto: Fernando Martinez.

As chances de gol aconteceram, só que o toque final estava com defeito. Os atacantes perderam boas oportunidades e somente depois dos 30 minutos o Azulão incomodou em duas ótimas chances, uma delas salva em cima da linha. A peleja seguia com o incômodo 0x0 para os corintianos até que Matheus, já nos acréscimos, aproveitou um bom cruzamento da esquerda para completar da pequena área.


Ulisses mandando a bola para a área alvinegra. Foto: Fernando Martinez.


Márcio, camisa 7 do Corinthians, derrubado na lateral. Foto: Fernando Martinez.

O tempo final começou com o Corinthians ainda melhor, mas foi o São Caetano o dono da maior chance dos primeiros minutos. Um dos atacantes locais chutou na arquibancada uma bola que sobrou açucarada dentro da área. Um 1x1 ali complicaria demais a vida para os paulistanos.


Lance no meio-campo. Foto: Fernando Martinez.


Fabrício em ação dentro da área do Azulão. Foto: Fernando Martinez.

O castigo aconteceu logo no lance seguinte. Rodrigo marcou o segundo do Timão e complicou ainda mais a missão dos visitantes. Decorridos oito minutos do tempo final e com 2x0 contra, só um milagre salvaria o São Caetano. O problema é que o Azulão se abateu completamente e se transformou numa presa fácil para os sedentos atacantes alvinegros. Marciel e Gilmar, respectivamente aos 20 e 22 minutos, marcaram mais duas vezes e fecharam a fatura.


Um dos vários ataques do Mosqueteiro no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.


Marciel chutando de longe. Foto: Fernando Martinez.

Aos 28 Alison ainda fez o gol de honra para o Azulão numa estupenda cobrança de falta. Dali até o final os jogadores mosqueteiros ainda perderam um caminhão de gols antes do árbitro encerrar a partida com o placar de Corinthians 4-1 São Caetano. Depois de dez anos a equipe do Parque volta a uma final do Paulista sub20 com a dura missão de quebrar um tabu de 17 anos. O adversário será o bom time do Grêmio Osasco, que venceu as duas partidas contra o Ituano.

Por se tratar de uma final com dois times "de perto", vamos procurar marcar presença na ida e na volta, aproveitando também o fato que esses devem ser os últimos jogos que acompanharemos na temporada 2014 (a não ser que ainda role um joguinho perdido pelo mês de dezembro).

Como os amigos presentes estavam super felizes com a classificação corintiana, fomos fechar a jornada batendo aquele papo genial no pós-jogo. A conversa rendeu bastante e só fui chegar em casa depois das dez da noite. No sábado e no domingo a pedida foi ficar em casa na boa curtindo várias sessões de cinema e muito esporte na televisão. Tem horas que isso faz bem demais.

Até a próxima!

Fernando