Procure no JP

terça-feira, 17 de julho de 2018

Reservas do River Plate uruguaio vencem a Lusa sub-20 no Canindé

Texto e fotos: Fernando Martinez


Terminada a Copa do Mundo, ficamos com aquele eterno gosto de "quero mais" e agora, faltando quatro anos e meio para o próximo mundial, o lance é colocar na prateleira de memórias tudo de bom que aconteceu na Rússia e voltar à programação normal, inclusive aqui no Jogos Perdidos, já que o blog ficou fora do ar nos últimos tempos em virtude de muitas mudanças no dia a dia. Nada melhor do que voltarmos à ativa com uma rodada dupla de dois espetaculares amistosos internacionais no Canindé

Fui ao Estádio Oswaldo Teixeira Duarte no sábado colocar o time 677 na minha Lista, o River Plate do Uruguai. O onze sul-americano veio ao país para fazer a pré-temporada e já tinha disputado amistosos contra Operário de Ponta Grossa, empate por 2x2 e derrota nos penais, e Paraná Clube, revés por 2x0. O confronto contra a Portuguesa foi o terceiro e último jogo em terras tupiniquins.

Num mundo em que só vemos os horrendos jogos-treino sendo realizados é muito legal ver quando acontece um amistoso com cara dos velhos tempos. Deixando a jornada ainda mais interessante, rolou uma preliminar entre o time sub-20 paulistano e os reservas do River.

Decidi que veria na íntegra o Bélgica x Inglaterra que decidiu o terceiro lugar da Copa. Logo, pensei que não chegaria a tempo de fazer as fotos posadas da preliminar. Fui sem pressa, sem correria e no caminho encontrei a dupla Bruno e Ricardo Pucci. Quando estávamos na porta do Canindé, ouvi o hino uruguaio e notei que a peleja começaria com atraso. Corri a tempo de pegar as duas equipes ainda perfiladas sem que ninguém tivesse feito as fotos oficiais. Fiz as duas de forma exclusiva.


Associação Portuguesa de Desportos (sub-20) - São Paulo/SP


Club Atletico River Plate (reservas) - Montevidéu/URU


Capitães dos times e trio de arbitragem

A cancha rubro-verde estava praticamente vazia quando a preliminar começou. Recém classificada para a segunda fase do Paulista sub-20, os juniores lusitanos não foram mal, mas o fato do River ter atuado com profissionais fez a diferença.

O onze uruguaio abriu o placar aos 19 do tempo inicial com Alonso completando um bom ataque pela esquerda. Três minutos depois quase saiu o segundo em lance onde a bola bateu na trave. Foi com a vitória parcial dos visitantes que a peleja chegou ao seu intervalo.

No segundo tempo Davi deixou tudo igual no primeiro minuto e a torcida, que já comparecia em número razoável, acreditou que a virada poderia acontecer. Ficou no "quase", pois aos 11 Martín recolocou os vizinhos em vantagem finalizando um cruzamento da esquerda. Aos 23, o goleiro Oliveira fez um milagre, evitando o segundo da Portuguesa.


Atleta lusitano atacando pela esquerda


Jogador do River dominando a pelota


Zaga local cortando finalização uruguaia


Boa chegada do time uruguaio pela esquerda


Detalhe do terceiro gol dos reservas do River, marcado por Morales

Fechando a fatura, aos 26 o alvirrubro conseguiu emplacar uma ótima troca de passes que terminou com o chute de Morales no canto esquerdo de Murilo. Foi com o placar de Portuguesa 1-3 River Plate que a partida chegou ao seu final. Um teste importantíssimo para os meninos do Canindé, já que o intercâmbio contra clubes de outros países hoje em dia é praticamente zero.

Encerrada a preliminar, chegou a vez da cereja do bolo com a volta da Portuguesa ao mundo dos confrontos internacionais depois de 20 anos.

Até lá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário