Procure no JP

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

No sufoco, Brasil vence a Holanda no Torneio Internacional


O final do ano não tem sido fácil, mas no domingo dei um tempo na deprê e fui ao Pacaembu acompanhar a segunda rodada do Torneio Internacional Cidade de São Paulo. Abrindo os trabalhos, o Brasil enfrentou a genial Holanda no gramado do velho Estádio Paulo Machado de Carvalho.

Atual campeão, o Brasil começou a edição 2010 da competição vencendo o México por 3x0, enquanto as meninas holandesas tomaram um sonoro 5x0 contra o Canadá. A expectativa era de nova vitória tupiniquim, com grandes chances de nova goleada... só que isso não aconteceu.

O jogo foi sofrido, suado e os três pontos vieram apenas nos acréscimos do tempo final. A temperatura alta não deixou que o jogo fluísse tanto. Logo aos nove minutos Thaís roubou bola no campo de defesa holandês e tocou para Marta. A camisa dez chutou rasteiro e abriu o marcador.


Público apenas razoável para Brasil x Holanda no Pacaembu. Foto: Fernando Martinez.

A vantagem parcial a favor das locais não assustou a Holanda e a seleção europeia fez um jogo muito seguro. A boa atuação deu resultado aos 33 minutos com o gol de Kirsten Van de Ven. Aos 40 Marta quase fez gol olímpico. Aos 45 Sherida Spitse acertou um chutaço na trave. Foi assim que o primeiro tempo terminou.


Bola zanzando pela área holandesa. Foto: Fernando Martinez.

No tempo final as meninas locais voltaram melhor mas foram castigadas com o segundo gol holandês aos 14 minutos. A atacante Chantal de Ridder recebeu bom passe na entrada da área e chutou forte no canto esquerdo de Thaís Picarte. O jogo ficou ainda mais eletrizante.


Bom ataque brasileiro. Foto: Fernando Martinez.

Marta, sempre ela, deixou tudo igual novamente aos 22 minutos com um gol de cabeça. Com o 2x2 estampado no placar, a Holanda recuou buscando segurar o resultado e o Brasil se lançou ao ataque de vez. O onze verde e amarelo perdeu um sem número de oportunidades, e na última delas, aos 49 minutos, a nova virada aconteceu nos pés de Gabriela aproveitando rebote de Loes Geurts.


Tiro livre indireto (que não deu resultado) a favor do Brasil. Foto: Fernando Martinez.

O placar final de Brasil 3-2 Holanda foi muito comemorado pela torcida presente e merecido demais por conta da insistência do time comandado por Kleiton Lima. Apesar de toda a emoção, a sessão de futebol ainda não tinha acabado, e nem bem as meninas saíram de campo o jogo de fundo começou.

Até lá

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário