Procure no JP

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Tudo igual em Barueri e Santos na segunda fase da Copinha

Texto e fotos: Fernando Martinez


Depois da rodada dupla do domingo cedo, parti na base da caravana e fui da Água Branca até Barueri, cidade sede do Grupo 25 da Copa São Paulo de Futebol Júnior. A primeira peleja do dia foi o decisivo duelo paulista entre Audax e Santos, os dois precisando mais do que nunca da vitória para garantir a classificação.

O Peixe não engrenou ainda na competição: venceu o Floresta do Ceará pela contagem mínima e empatou com o Rio Branco do Acre. Um empate garantiria o time na segunda fase, mas uma derrota faria a equipe torcer contra o onze cearense na partida de fundo. Para o Audax restava vencer, já que um placar igual significaria a eliminação.


Grêmio Osasco Audax Esporte Clube - Osasco/SP


Santos Futebol Clube - Santos/SP


Capitães dos times e quarteto de arbitragem

Enquanto o enorme quórum de amigos foi fritar na arquibancada da Arena Barueri, eu fui pro gramado e dali vi um jogo que ganhou uma nota 5,5. Logo aos seis minutos o Audax abriu o marcador através de Wesley Bolinha. Ele recebeu bom lançamento pela esquerda, dominou e tocou na saída do goleiro Fernando Castro.

Esse tento assustou a torcida santista presente na cancha e demorou pro onze alvinegro se encontrar. Aos 14, quase aconteceu o segundo em tiro de Bruno Guimarães que tirou tinta da trave direita. Aos 23, em falta a favor dos locais pela esquerda, a pelota ficou zanzando na área e Gabriel Casanova salvou. Só dava Audax.

O Santos só foi passar do meio-campo depois dos 30 minutos, e num dos primeiros ataques perigosos, aquela velha máxima de quem não faz, toma, apareceu. Léo Souza se aproveitou de falha do setor defensivo local e tocou para André Anderson. O camisa 19 (que tinha acabado de entrar) recebeu e bateu firme, deixando tudo igual.


Zagueiro do Audax mandando aquela furada monstra dentro da área


Arqueiro osasquense fazendo a defesa


Marcação firme do setor defensivo local


André Anderson chutando para deixar tudo igual na Arena Barueri

Sabendo que o empate custaria a vaga, os osasquenses voltaram pro tempo final indo pro tudo ou nada. Apesar de chegar perto da área visitante, foram poucos os momentos realmente perigosos. O melhor deles foi aos 17 minutos quando Píter surgiu cara-a-cara com o arqueiro e se embananou todo, jogando fora uma oportunidade de ouro.

O Santos mostrou que o time de 2017 da Copinha não chega perto de alguns elencos dessa década e passou o tempo final todo se segurando na defesa pensando em garantir a vaga na marra. Acabou conseguindo, não tanto por conta do seu futebol e sim por conta da inoperância ofensiva do Audax.


Marcador do Audax se antecipando e fazendo o corte


Atleta do Santos contando com o erro do adversário


Placar final que classificou o Peixe para a segunda fase da Copinha

O placar final de Audax 1-1 Santos classificou o Peixe para a segunda fase da competição e eliminou o escrete da Grande São Paulo. E se a jornada de abertura foi meia bomba, a peleja de fundo foi muito boa e com um resultado surpreendente.

Até lá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário