Procure no JP

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

O genial Kenitra do Marrocos em amistoso no Pacaembu

Texto e fotos: Fernando Martinez


Não, não foi jogo perdido, mas é fato que todo mundo que curte um toque de alternatividade futebolística tinha que estar no Estádio Paulo Machado de Carvalho no último sábado. Não pela primeira apresentação do Santos na atual temporada, e sim pelo adversário do alvinegro nesse amistoso, o glorioso Kenitra Athletic Club do Marrocos.

Assim como a grande massa que ficou sabendo desse duelo, eu não tinha a menor ideia da existência desse time africano. Pior é saber que a equipe foi fundada em 1938 e é uma das mais famosas agremiações daquele país. Bom, o fato do Kenitra estar em jejum há 36 anos não ajuda muito também, certo? De qualquer forma, o que vale é que era um time novo e agora a minha Lista conta com 649 equipes, um número que impressiona.



Times posados do Santos e do Kenitra antes do amistoso internacional no Pacaembu

Cavucando na rede vi que esse foi o primeiro confronto do Santos com um time marroquino na história. Me surpreendeu, pois imaginava que nos tempos do Pelé isso já havia acontecido. Esse também foi a peleja de número 720 do time da Vila Belmiro contra estrangeiros, cortesia dos tempos do Rei de Futebol zanzando por tudo que é canto do mundo.

Agora, antes de falar da partida, vale deixar os parabéns para quem inventou a ideia desse ter sido um amistoso de verdade e não um dos horrendos jogos-treino que infestaram o futebol. Tudo bem que tem o custo do aluguel do Pacaembu e de mais uma ou outra taxa e que ele foi organizado pensando num dos patrocinadores santistas, mas com certeza algum entrou no cofre do clube. Diferente do São Paulo, que atuou contra o Columbus Crew no domingo sem público, alguém no Santos teve uma ideia que merece ser louvada.

Os pouco mais de quinze mil presentes viram 90 minutos até que bem movimentados, muito, claro, por parte dos atletas locais, todos querendo mostrar serviço na abertura da temporada. No tempo inicial, Rodrigão abriu o placar aos 30 minutos e Vítor Bueno fez o segundo aos 34. O mesmo Vítor Bueno fez o terceiro, aos 14 do tempo final.

Aos 24 o Kenitra fez seu gol de honra através de Hamza Gatas, tento que foi aplaudido por todos no estádio. Agora, aplauso mesmo aconteceu seis minutos depois com o gol de Vladimir Hernández. Ele recebeu passe da direita, levantou a pelota e marcou o quarto do Peixe de bicicleta. Uma pequena maravilha que não vemos a todo momento.


Defensor do Kenitra fazendo lançamento para o setor ofensivo no primeiro tempo


Troca de passes no ataque marroquino no tempo inicial


A zaga santista teve pouco trabalho durante a maior parte do jogo


Chance perigosa a favor do Santos pela esquerda


Placar final do genial amistoso internacional no Paulo Machado de Carvalho

Antes da partida terminar Thiago Ribeiro fechou a fatura aos 37 minutos. O placar final de Santos 5-1 Kenitra não foi assim a oitava maravilha do mundo, porém serviu para apresentar o time de 2017 à torcida alvinegra, bater um papo com os amigos e curtir a agradável noite de sábado no palco mais legal do futebol na cidade.

Depois dessa rodada dupla bastante interessante no sábado reservei o domingo para uma peleja só com direito a uma pequena viagem ao Vale do Paraíba na sequência do Projeto 40.

Até lá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário