Procure no JP

segunda-feira, 20 de dezembro de 2004

Brasileiro Série A: Corinthians 5-2 Figueirense

Olá, 

Na última rodada do Campeonato Brasileiro desse ano, fui para o Pacaembu ver o "amistoso" entre Corinthians e Figueirense. A viagem foi boa por conta da grande vitória alvinegra. Pelo alvinegro paulista, Zé Carlos e Coelho (duas vezes cada) e Rosinei marcaram e pelos lados do onze catarinense Vágner e César Prates descontaram. No fim: Corinthians 5-2 Figueirense. De forma surreal, o Mosqueteiro terminou a competição no quinto lugar, posição totalmente inesperada. Seguem algumas imagens: 


Chuva forte chegando ao Pacaembu. Foto: Fernando Martinez. 


Pouco público para acompanhar a despedida corintiana em 2004. Foto: Fernando Martinez. 


Primeiro gol do Corinthians contra o Figueira. Foto: Fernando Martinez. 

Vale lembrar que essa partida marcou a nossa despedida em 2004, nosso ano de nascimento. Esperamos que em 2005 consigamos continuar metendo bronca por aqui.

Abraços! 

Fernando

quarta-feira, 15 de dezembro de 2004

JP e mais um torneio "perdido" pelo interior

Buenas!

Hoje fui acompanhar um joguinho da Copa I-gol/Band Sub-20. O Copa é tão obscura que os poucos orgãos de imprensa que deram notícias esparsas sobre o torneio, o chamavam de Copa 1ºGol/Band. Mas o nome certo é I-gol.

O Copa é organizada pela empresa de eventos esportivos I-gol, que pertence ao ex-jogador de futebol Eli Carlos. O torneio está na sua terceira edição e é inteiramente organizada pelo Eli, com apoio da Band Campinas.

O torneio vem sendo bastante noticiado na rádio e TV Band de Campinas, mas como São Paulo fica "muiiito" longe a gente não fica sabendo de nada. Tirando a divulgação que ficou meio a desejar o torneio está sendo super bem organizado. Os árbitros são das ligas da região, os jogos possuem ambulância e médico, ou seja, não é um torneio qualquer. Visto que participam equipes de nível que aproveitam para ganhar ritmo para a Copa São Paulo de Juniores.

A III Copa I-gol/Band foi disputada por doze equipes, divididas em três grupos. Classificaram-se para as quartas-de-final os dois primeiros de cada grupo, mais os dois melhores por índice técnico. Depois entrou o método tradicional com quartas-de-final, semi-final e final.

Participaram da Copa as seguintes equipes: no Grupo A jogaram Corinthians; Paulista; Rio Branco e XV de Piracicaba. No Grupo B estiveram Guarani; Juventus; Santo André e São Paulo Center de Campinas e no Grupo C jogaram as equipes do Atlético Sorocaba; Guarani Sumareense; Paulínia Slovan e Santos.

Hoje fui à Campinas assistir a uma das semi-finais que foi entre Guarani e XV de Piracicaba, a outra foi disputada em Sumaré entre Santo André e Rio Branco.


Lance do jogo entre Guarani 1-2 XV de Piracicaba. Foto: Emerson Ortunho.

A partida foi disputada no Estádio do Grenasa, e foi um ótimo jogo, com público de umas cinqüenta pessoas. O XV venceu de virada por 2 a 1 e fará a final contra o vencedor do jogo de Sumaré, no domingo, às 10:00, no Cerecamp, em Campinas.

Muito provavelmente alguém do clube, se não todos, vão acompanhar a final. Aí publicamos mais detalhes, como os resultados completos da Copa que o Eli prometeu de me passar.

E isso aí, mais um mistério desvendado pelo Clube dos Doentes para o JOGOS PERDIDOS.

Abraços!

Emerson

segunda-feira, 6 de dezembro de 2004

Palmeiras B Campeão Paulista sub-20 2004

Opa,

A minha idéia era postar tudo o que rolou dentro de campo hoje, na final do Campeonato Paulista sub-20 da 1ªdivisão, disputada no Parque Antárctica, entre Palmeiras B e Corinthians. Mas o jogo ficou em segundo plano depois de tanta barbaridade que vi lá, me permito falar um pouco sobre isso.

Antes da final (pelo que pude apurar lá), foi feito uma espécia de 'acordo' em que essa final seria o famoso clássico de uma torcida só: Só torcida do Corinthians no Parque São Jorge, e vice-versa. Mas eu estive presente no primeiro jogo, junto com o Mílton e o David, (os mesmos que estiveram lá hoje) e vi que tinha torcida do Palmeiras sim, no primeiro jogo. Óbvio que eles ficaram um tanto quanto escondidos, um procedimento óbvio num jogo desses, e não tinha aqueles cretinos das 'torcidas organizadas'.

Acontece que hoje, seria o inverso. E obviamente, da mesma forma do primeiro jogo, tinha torcida do Corinthians no Parque Antárctica. Agora, aí já vem a primeira GRANDE asneira feita, a PM tinha que ter dado cobertura a esses torcedores.

Aí você me pergunta: os torcedores eram membros da Gaviões? Eram animais selvagens da Camisa 12? Eram loucos maloqueiros doidos por sangue? A resposta é não, não e não. Eram mães de jogadores, senhoras, esposas de jogadores com crianças de colo e até um deficiente físico. (posso falar isso porque fui obrigado a perguntar o que eles eram e o que estavam fazendo ali, porque não tinham cara de torcedores 'profissionais', e para a maioria que perguntei, era a primeira vez num estádio).

Aí que vem a coisa mais cretina que vi num estádio nos últimos anos. O Palmeiras B fez 2 a 0, e logo em seguida o Corinthians diminuiu. Por uma imensa ingenuidade desse povo, eles começaram a comemorar o gol. O que vi depois foi foda de aguentar, parte dos animais que fazem parte da torcida do Palmeiras se revoltaram com isso, e como verdadeiros animais, começaram a humilhar, desmoralizar, ofender de todas as formas possíveis essas pessoas.

Vi grupos de 4 a 5 palmeirenses rodearem algumas mulheres com crianças de colo, as ofendendo de tudo aquilo de pior que se tem para falar para uma mulher, fizeram o deficiente físico sair do lugar em que ele estava, o humilhando e ofendendo, vi grupos também ficarem com o dedo apontado na cara de senhoras. E no final das contas, expulsaram todos eles da numerada descoberta, os jogando no canto do estádio.

Depois disso, teve uns 4 ou 5 que pouco ligavam para o jogo, que ficavam discutindo formas de 'como vamos fazer para sair e quebrar todo mundo que tem cara de corintiano de porrada', ou discutindo 'que instrumento iriam usar para bater neles, pedaço de pau ou ferro'. E ainda por cima teve uma besta da torcida que foi jogar uma garrafa na tribuna aonde estavam os dirigentes corintianos, e de tão burro que é, acertou o braço do Mílton. Sorte que pegou de raspão, e que não aconteceu nada de pior.

Se fosse o contrário, eu acharia tão deplorável quanto foi o que descrevi aqui. Não me conformo com pessoas que vão no estádio para brigar, ou que são machos só com mulheres e aleijados. Queria ver se eles seriam tão machos assim com um bando de 20 maloqueiros casca-grossa da Gaviões.

Odeio torcida 'organizada', TODAS, SEM EXCEÇÃO, até as do meu time. Não tem como falar que não acontece mais isso no futebol, acontece sim, e fico cada vez mais triste por isso não ter data para acabar.

É isso, fui obrigado a relatar o fato, e toda vez que eu ver algo assim, pretendo gastar esse espaço que criamos para poder denunciar. Ah, o jogo? 4 a 3 para o Palmeiras B. Um belo jogo de futebol, histórico. Pena que tive que gastar o espaço com coisas ruins.

Só reitero, se fosse o inverso, a Gaviões aloprando desse jeito mulheres de jogadores palmeirenses, eu seria o primeiro a ficar indignado também. Pobreza de espírito e selvageria para mim, vestem a mesma camisa, sendo corintiano, palmeirense ou são-paulino, eu penso da mesma forma.

1 abraço

Fernando

domingo, 5 de dezembro de 2004

Rodada tripla (com título da Portuguesa e final do sub-20)

Aê povo!

Hoje teríamos um recorde a ser batido, porque iríamos assistir 4 jogos no dia, sendo duas finais. Mas a gloriosa FPF fez o favor de passar a final do sub-20 para amanhã. Tudo bem, vale assim mesmo.

Bom, o dia começou cedinho, cedinho, mais precisamente no Canindé, aonde os 4 doentes dos últimos tempos estiveram presentes para assistir a final do paulista categoria sub-15, entre Portuguesa e Santos. Em tempo, o primeiro jogo na Vila foi 2 a 1 para a Lusa, e por isso ela podia até perder hoje por 1 gol. O jogo foi meia-boca, com o Santos perdendo mais chances, mas no final, o fantástico e glorioso 0 a 0, um horror como sempre, mas o que valeu foi ver a Portuguesa Campeã, e ainda por cima em cima do Santos. Ah, aí vai uma fotinho desse jogo:


Lance da final do Campeonato Paulista sub-15 de 2004, entre Portuguesa e Santos, com a querida equipe da Portuguesa campeã! Foto: Fernando Martinez.

Depois, típico de quem não é muito normal, corremos, literalmente, até Caieiras, no Estádio Carlos Ferracini, para poder, literalmente também, mostrar porque fazemos parte de um clube de doentes.

O jogo não poderia ser mais perdido e fantasma do que esse: São Vicente e Batatais, primeira partida da final do sub-20 da 2ª divisão, em Caieiras, num sábado, 11 da matina (!!!). Não precisa ser muito gênio para saber que o público foi demais, na base de uns 15 abnegados (para terem uma idéia, tinha mais guardas do que público).

Esse compensou o primeiro, o Batatais começou abrindo o placar, logo no comecinho do jogo, na hora em que chegamos. Depois, uma boa chance do São Vicente, e gol de empate (numa bola desviada). Logo em seguida, 2 a 1 pro São Vicente de pênalti (vale ressaltar que na hora da virada, o time do litoral tinha um jogador a menos). Abaixo vai a foto do gol de pênalti do Vicente:


Segundo gol do São Vicente, de pênalti, para a festa (!) da torcida em Caieiras. Foto: Fernando Martinez.

Mas o Batatais é melhor time, e no finalzinho do primeiro tempo, eles empataram de novo. Foi o que precisavam para começar o segundo tempo mais tranqüilos, com isso naturalmente fizeram 3, e depois 4 a 2. E vale também a lembrança de que os dois times perderam "muuiitas" chances, o placar poderia ter sido bem maior. E, para fechar bem, aí vai mais uma foto dessa peleja:


Lance do segundo tempo do jogo entre São Vicente e Batatais, em Caieiras. Foto: Fernando Martinez.

Bom, como ninguém é de ferro, o Emerson e o Jandir encerraram a participação na data de hoje nesses jogos. Eu e o Mílton ainda tivemos o dom de acompanharmos o terceiro joguinho do dia. Perfeito, Corinthians e Vasco no Pacaembu. Por lá encontramos perdido no meio da Gaviões o grande David.


Lance do jogo entre Corinthians e Vasco, no Pacaembu. Foto: Fernando Martinez.

Jogo tranquilo, sossegadíssimo e no final, massacre do Timão, 3 a 1, com direito ao Mílton vestindo a camisa da Gaviões, cantando o samba-enredo da escola para 2005, impagável.

É isso, mais um dia na vida do JOGOS PERDIDOS. E amanhã tem mais, mais uma final perdida, aguardem!!!

Abraços

Fernando

sábado, 27 de novembro de 2004

Rodada dupla do JP pelo sub-20

Fala povo,

Hoje tivemos uma bela rodada dupla do Clube. Bem de manhãzinha, caímos da cama, debaixo de 34 graus Celsius para assistir a peleja entre São Vicente e Ferroviária de Araraquara, no Ulrico Mursa, valendo pela 2ª partida semifinal do Paulista sub-20 da 2ªdivisão. O primeiro jogo tinha sido 1 a 0 pro São Vicente, em Araraquara. Logo, o time grená teria que ganhar por dois gols de diferença.

Bom, o São Vicente não entrou em campo, só dava Ferroviária, e com gols aos 17 e 27 do primeiro tempo, fez 2 a 0. O São Vicente nem sonhava em chegar perto do gol grená. Isso continuou pelo segundo tempo.


Lance aos 44 do segundo tempo em que o atacante do time grená conseguiu colocar a bola na trave. Pecado! Foto: Fernando Martinez.


Grande chance de gol da Ferroviária. Foto: Fernando Martinez. [150411]

Mas com aquelas coisas que só existem no futebol, aos 25, o 9 da AFE perdeu um gol cara-a-cara, resultado? No contra-ataque, um golaço de cobertura do São Vicente. Até o fim do jogo uma bela pressão da Ferroviária, com bola na trave aos 44'. Mas não teve jeito: São Vicente na final.

Jogaço. Aí corremos até a casa do Émerson e depois saímos correndo até o Parque São Jorge para ver a primeira final do sub-20 entre Corinthians e Palmeiras B. Belo jogo, com o Corinthians dominando o jogo todo, várias chances perdidas, e um pênalti não marcado. Mas no final, 0 a 0... o placar brochante.


Lance do jogo entre Corinthians e Palmeiras B, primeira final do sub-20 2004. Foto: Fernando Martinez.


Visão legal do Parque São Jorge na final do Paulista sub-20. Foto: Fernando Martinez. [150411]

É isso, amanhã tem mais.

Fernando

segunda-feira, 22 de novembro de 2004

Paulista sub-20 1ªdivisão: Palmeiras B 2-0 Noroeste

Opa,

Ontem a maioria dos membros do grupo esteve presente no Parque Antártica: Jandir, Mílton, o grande David e o que vos escreve. Fomos assistir o jogo da volta, valendo a segunda vaga na final do campeonato Paulista sub-20 da 1ª divisão. A peleja foi entre o Palmeiras B (isso mesmo, o B, não o principal) e Noroeste. O jogo em Bauru tinha sido 3 a 2 pro Alvi-verde, então ontem ele jogava podendo até perder por 1 gol de diferença.


Parque Antártica no jogo entre Palmeiras B e Noroeste. Foto: Fernando Martinez. [150411]

Bom, logo de cara, o goleirão do Norusca bateu roupa num chute fraquinho, fraquinho de longa distância, então o camisa 9 aproveitou e fez 1 a 0 pro Verde. Depois disso o jogo ficou nervoso por parte do pessoal de Bauru, embora o atacante 9 do Palmeiras tenha feito uma asneira e acabou expulso logo após o gol, quando se envolveu numa pequena confusão com um zagueiro do Noroeste.

O segundo tempo foi melhor, algumas chances perdidas, mais um gol do mandantes, e muita violência por parte do Noroeste. Mais um jogador foi expulso, após ter dado uma bela bicuda num jogador do Palmeiras B, fora de campo.


Falta para os donos da casa. Foto: Fernando Martinez. [150411]

Vale o registro que a grande final será entre Corinthians e Palmeiras B, provavelmente com os verdes jogando por dois empates. Nem preciso dizer que estaremos marcando presença nos dois parques.

É isso, nesse próximo final de semana, podemos ter algum dos especiais do ano, mas não posso adiantar nada ainda.

1 abraço a todos!

Fernando

Paulista sub-17: Corinthians 0-1 Mirassol

Buenas!

No sabadão, eu, o Fernando e o Jurandyr fomos assistir ao grande confronto entre Corinthians e Mirassol, pela semi-final do Campeonato Paulista Sub-17. O Jurandyr fez rodada dupla e assistiu antes a Portuguesa vencer o Marília por 4 a 2 pela semi-final do Sub-15 no Canindé, com o resultado a Lusinha foi pra final. Eu queira ter ido nesse jogo também, mas não consegui acordar. Paciência!

O peleja foi no Parque São Jorge, e eu tenho que concordar com o Fernando, aquele estádio é histórico e é sempre um grande prazer assistir jogos ali. Não vou nem comentar o que o Jurandyr acha da Fazendinha. Deixo pra que ele mesmo o faça, oportunamente.


Lance do jogo Corinthians x Mirassol. Foto: Fernando Martinez. [150411]

Ao jogo: primeiro tempo equilibrado, faltou ousadia ao Corinthians que precisava vencer, já que na partida de ida o Mirassol havia ganhado por 2-0. No segundo tempo o equilíbrio continuou e o Timãozinho continuou sem poder ofensivo (acho que a garotada anda assistido muito aos jogos dos profissionais).

Quase no final do jogo o Mirassol marcou o seu gol. Após cobrança de pênalti, o goleiro do Corinthians defendeu e no rebote, o próprio batedor do Mirassol mandou para a rede. Seguem as fotos da seqüência do lance:


O jogador do Mirassol cobra o pênalti, o goleiro do Corinthians defende...


... mas solta a bola, e o atacante marca o único gol do Mirassol do jogo. Fotos: Emerson Ortunho.

Com a vitória por 1 a 0, o Mirassol foi pra final do Sub-17 e nós do Blog JOGOS PERDIDOS registramos tudo.

Até a próxima!

Emerson

segunda-feira, 15 de novembro de 2004

Paulista sub-20 2ªdivisão: São Vicente 1-0 Guarani SBC

Opa!

Ontem o Jandir e o Saddam foram assistir o glorioso campeonato da Terceira Divisão de Minas Gerais. Ele, em momento oportuno, pode explicar melhor. Hoje... bom, hoje o quarteto atual de doentes (eu, o Emerson, Mílton e Jandir) foi assistir um clássico: São Vicente e Guarani SBC, pelo Sub-20 da segunda divisão aqui de SP.

Jogo mais ou menos, mas arranjar um joguinho, segunda de manhã, não é para qualquer um... por isso valeu a pena. E ainda voltamos para SP ouvindo boleros no carro e trocando idéias sobre formas de entretenimento... genial!


Falta para o Guarani SBC, cobrada para fora. Foto: Fernando Martinez.


Boa cobrança de falta para os visitantes. Foto: Fernando Martinez. [150411]

Ah, em tempo: o jogo foi 1 a 0 pro São Vicente, gol de pênalti aos 32 do segundo tempo. Com esse resultado ele se classificou para a semi-final e agora joga ou com o Tanabi ou com a Ferroviária. No mais, tiramos fotos de alguns dos pontos históricos de Santos (o jogo foi em Ulrico Mursa, campo da Santista):


Marcos históricos em Santos: Portuguesa Santista e Jabaquara. Fotos: Fernando Martinez.

Taí, os clubes mais legais de Santos, em homenagens mais legais ainda. Por hoje é só,

Falow

Fernando

sábado, 13 de novembro de 2004

Rodada dupla no Brasileiro 2004

Opa!

Hoje, três dos doentes (eu, o Jandir e o Mingo) foram responsáveis por aquelas insanidades peculiares a todos os membros do grupo. 2 e 15 da tarde no Vila Madalena nos encontramos, e fomos direto ao Pacaembu garantir ingressos para a peleja do Corinthians contra o Fluzão... mas por quê tão cedo, podem vocês nos perguntar..

Porque tivemos a feliz idéia de ir para São Caetano do Sul, assistir a outra pelada, entre São Caetano e Cruzeiro, sair aos 40 minutos do segundo tempo e correr ao Pacaembu para ver o jogo do Timão.

Genial. E fizemos isso mesmo. Em São Caetano, tivemos um ótimo jogo de futebol, mais ou menos no 1º tempo e muito melhor no 2º. Algumas conclusões tiramos: 1º O São Caetano tá dentro do campeonato sim, estão jogando o fino da bola; 2º O Cruzeiro é péssimo, conseguiu ser o pior time que vimos no Anacleto. Horroroso!; 3º Não foi o último jogo do ano lá, iremos nos clássicos seguintes. Ah, aqui tem a foto do lance do gol do Cruzeiro para vocês:


Falta marcada e gol do Cruzeiro. Foto: Fernando Martinez.

No mais, saímos mesmo aos 40' do 2º, com o jogo 3 a 1. Para variar e obviamente, perdemos o 4º gol do Azulão... e além disso, perdemos o gol do Flu, também... eles tinham que fazer gol tão cedo??

Bom, no mais, um jogo fraquíssimo no Paulo Machado de Carvalho, com muito frio, cansaço. Valeu pelo golaço de falta do Corinthians. Aí vai a fotinho do lance também:


Gol de falta para o Corinthians, empatando o jogo com o Flu. Foto: Fernando Martinez.

Valeu a viagem, valeu a insanidade, valeu o cansaço e a fome e o frio que passei. Valeu mesmo, tanto que já estamos planejando idiotices assim para as próximas semanas. Mas o melhor do dia, foi ver o Mílton e o Jandir felizes, gritando o nome do Todo Poderoso e o Jandir inclusive beijando o escudo do Timão. Olha como ele tava feliz no meio da torcida.


Mílton e Jurandyr felizes no meio da torcida corintiana. Foto: Fernando Martinez.

É isso, com essa imagem me despeço. Já adiantando que segunda tem nova reunião dos 4 doentes. Amanhã? Bom, deixo para o Jandir postar o que eles vão fazer.

Grato!

Fernando

sexta-feira, 12 de novembro de 2004

Paulista Feminino: Cubatão 1-2 Pinheiros

Olá,

Fui hoje na primeira rodada do Campeonato Paulista Feminino. As mulheres tinham que ganhar o seu espaço aqui no Blog e algum perdido tinha que marcar presença para saber o nível do campeonato. Confesso que gostaria de estar escrevendo que tudo foi um sucesso. Mas se depender da Secretária ESTADUAL de Esportes e da FPF o torneio vai ser um fiasco.

Cheguei atrasado, às 14:50 e o jogo S.E.L.M de Cubatão x E.C. Pinheiros, que estava programado para às 14:30, ainda não tinha começado. Motivo: falta de médico. O jogo só foi iniciado às 15:40, mais de uma hora depois do horário marcado, quando o médico chegou.

O Estádio Roberto Dick, em Cubatão, tem só um pequeno lance de arquibancada, com uma placa dizendo que o local está interditado. Incrível! A arquibancada que é daquelas móveis, feita com canos, está totalmente abandonada, em ruínas. Não sei a quem culpar, mas fica aqui o registro.



Arquibancadas interditadas e destruídas. Fotos: Emerson Ortunho.

Enquanto esperava o jogo começar, entrei em campo para fotografar as equipes. O time do Pinheiros mantendo a tradição germânica, é formado em sua maioria por loirinhas. Pra quem tiver curioso, esse Pinheiros é o antigo Sport Club Germânia, campeão paulista de 1906 e 1915. Sensacional! (Vai pra lista ou não vai?).

Com o jogo em andamento, fui notando a total falta de organização. Não tinha gandulas, nem maqueiros. As jogadoras que precisavam de atendimento, eram atendidas no campo mesmo, ou eram carregadas nos braços do massagista para fora do campo.

Logo percebi que o jogo estava rolando com bola super velhas, tinha até uma bola amarela no meio. Acho que aproveitaram da antiga Copa Ray-O-Vac (Quem lembra dessa, hein?). Acreditem se quiser: a Federação Paulista não mandou bolas e o jogou rolou com as bolas que os times levaram para fazer aquecimento. Trágico, se não fosse cômico!

O jogo: correria e chutões sem direção, mesclado com muita disposição. Algumas jogadoras com algum nível técnico, outras sem a mínima noção do que fazer com a bola no pé. Valia pela aplicação. Gostei do futebol de uma atacante do Pinheiros, muita malícia, fazia bons lançamentos, além de ser muito gatinha.


EC Pinheiros - São Paulo/SP. Foto: Emerson Ortunho.

Resultado: S.E.L.M de Cubatão 1-2 Pinheiros. A vitória do Pinheiros foi de virada e merecida, pois foi a equipe com melhor composição táctica em campo. A propósito, a sigla acima quer dizer Secretaria de Esportes e Lazer do Município de Cubatão. A equipe de Cubatão é representada por um clube chamado E. C. 31 de Março.

Sei que eu tô devendo um monte de fotos, aliás o Fernando também. Aguardem! Em breve no melhor Blog de Futebol do país! (muuuito modesto!)

Ah! Tava me esquecendo de relatar um momento engraçado do espetáculo. Quase no final do primeiro tempo veio um cara com um crachá enorme pendurado no peito, perguntar se eu tinha credencial para ficar dentro do campo. Prontamente respondi que não. Detalhe: eu era o única pessoa dentro do campo, tirando as comissões técnicas. Aí ele perguntou seu eu era repórter. Já sem me conter em risos, eu disse, sem bobear, que era do Blog Jogos Perdidos. E logo perguntei ironicamente se ele ia fazer o "favor" de me mandar pra fora. O cara começou a rir e mandou eu ficar a vontade. Depois ainda me trouxe as escalações e o regulamento do campeonato.

Té + !

Emerson

quinta-feira, 11 de novembro de 2004

Brasileiro Série A: São Caetano 2-1 Paraná

Opa, 

Ontem fomos mais uma vez ao Estádio Anacleto Campanella para curtir um joguinho genial do Campeonato Brasileiro da Série A: São Caetano e Paraná Clube. Os dois times vinham de resultados positivos: os paulistas venceram a Ponte jogando fora de casa por 3x0 e o onze paranaense derrotou o Grêmio pela contagem mínima.

Marcinho abriu o marcador para os donos da casa logo no primeiro minuto. Ainda no primeiro tempo Galvão deixou tudo igual aos 26. A partida foi seguindo com o empate e quando todo mundo achava que seria 1x1, Fernando Baiano, ele mesmo, desempatou a favor dos donos da casa. O placar final foi de São Caetano 2-1 Paraná Clube. Vamos a algumas imagens: 


Visão geral do Anacleto Campanella no Sao Caetano x Paraná. Foto: Fernando Martinez. 


Ataque paranaense no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez. 

Abraços e até a próxima! 

Fernando

quarta-feira, 10 de novembro de 2004

Amistoso entre Mogi das Cruzes e Juventus

Olá,

Só pra aguçar a curiosidade do Fernando e dos demais perdidos, fomos novamente assistir ao Mogi das Cruzes. Desta vez encararam a aventura: eu, o Jurandir e o David (renascido das cinzas após a mostra de cinema). Assistimos a mais um amistoso do sub-20, agora contra o glorioso Juventus. O Mogi ganhou por 1 a 0, gol de Gabriel aos 40 minutos da segunda etapa.

Fotografei tudo, depois coloco no Blog.

Abraços!
Emerson

segunda-feira, 8 de novembro de 2004

Dois jogos pelo sub-20

Opa!

Esse último final de semana foi bem proveitoso. Sábadão estive no Templo Sagrado do Parque São Jorge para o clássico, valendo pelas quartas-de-final do sub-20 da primeira divisão entre Corinthians e Rio Preto.

Um dos melhores jogos do ano, final de jogo: 6 a 2 pro Corinthians, com direito a três gols do Abuda e dois do Bobô. Fantástico!


Lance do jogo entre Corinthians e Rio Preto. Foto: Fernando Martinez.

Domingo foi muuito bom, o jogo em que fomos (Jandir, Mingo, Saddam e eu) foi um dos Top 5 de 2004. Palmeiras B 2-3 Sorocaba.. O Palmeiras B fez 1 a 0, e com isso, o Sorocaba precisava de 3 gols para se classificar, e foi o que aconteceu, com o terceiro sendo marcado aos 45 do segundo tempo. Só que ninguém esperava que o "verdinho" ainda tivesse forças de fazer o segundo. Mas fez aos 48 e garantiu a classificação... fantástico!


Ataque do Sorocaba, em jogo contra o time sub-20 do Palmeiras B. Foto: Fernando Martinez.

Precisamos do testemunho dos outros doentes. mas foi um fim de semana extremamente proveitoso.

No mais, é isso! Falow

Fernando

quinta-feira, 4 de novembro de 2004

Brasileiro Série C: União Barbarense 3-2 Limoeiro/CE

Olá,

Como o Emerson já mencionou, nessa última quarta-feira à noite estivemos em Santa Bárbara D'Oeste, para um jogão entre União Barbarense e o sensacional Limoeiro do Ceará, pelo Quadrangular Final do Campeonato Brasileiro da Série C 2004.


Fachada do Estádio Antônio Guimarães, em Santa Bárbara D'Oeste. Foto: Fernando Martinez.


Escanteio para os donos da casa. Foto: Fernando Martinez.

Não tinha como perdermos esse jogo, já que sempre vamos atrás de times novos para a nossa Lista. O time cearense é o único time novo nessa fase, que também conta com Gama e Americano de Campos.


Enorme público presente para o decisivo jogo. Foto: Fernando Martinez.


Um dos gols do Limoeiro, marcado de pênalti. Foto: Fernando Martinez.

Um grande público compareceu ao Estádio Antônio Guimarães, e todos ficaram felizes com a vitória final por 3x2. Marco Aurélio, por duas vezes, e Frontini marcaram para os donos da casa e Marciano e Paloma fizeram os tentos do time cearense.

A volta para casa foi bastante agradável, contando com as mesmas histórias de sempre e mesmo com um pneu furado na Avenida Pompéia, que atrasou nossa volta para casa, derrubou nosso astral.

Fernando

Amistoso entre Mogi das Cruzes e CRB de Alagoas

Olá,

Bom, o Fernando já adiantou sobre o feito, mas aqui vai o meu relato de um dia com verdadeiros Jogos Perdidos. Desculpem o texto longo, é que eu não poderia deixar de narrar alguns detalhes.

Ontem (03/11) às duas da tarde passei em frente ao Canindé para pegar o Milton e o Jurandyr, já que o Fernando não participou da primeira etapa da aventura por motivos profissionais. Destino: Mogi das Cruzes.

Seguiamos pela Trabalhadores quando o Jurandyr anunciou: “Vi uma plaquinha ali que a Mogi-Bertioga está interditada”. Incrédulos, perguntamos no pedágio, e não é que era verdade? E lá fomos nós a entrar em quebradas, sob a orientação do guia mestre Jurandyr. Passamos por Itaquaquecetuba, Poá e outros territórios estranhos. Depois de muito rodar sob um calor infernal, cruzamos uma linha de trem, e chegamos no Estádio Municipal Francisco Ribeiro Nogueira, em Mogi das Cruzes.

Eram 15:30 e estávamos todos irritados, já que o jogo que eu ainda não revelei, estava marcado para as 15 horas. Entramos no estádio e qual não foi à surpresa: o jogo ainda não havia começado, pois o ônibus da equipe visitante também tinha se atrasado pelo mesmo motivo que o nosso.

Já se faz necessário dizer que nós saímos de São Paulo para assistir a um amistoso entre as equipes sub-20 do recém criado Mogi das Cruzes Futebol Ltda. e o CRB de Alagoas. Enquanto o jogo não começava, conhecemos os dirigentes do Mogi, e fomos ultra bem tratados. Inclusive assistimos ao jogo com eles. O Jurandyr se sentiu em casa, já que eram todos da sua religião, trocaram altas idéias sobre a origem da cruz do distintivo do clube, etc.

Confesso que antes das equipes entrarem em campo, eu ainda estava meio apreensivo de que aquilo seria só um jogo-treino, o que seria uma grande brochada. Logo minha dúvida foi sanada. Equipes entram campo, devidamente uniformizadas, trio de arbitragem, algum público presente, sorveteiro, ou seja, tudo o que é necessário para uma boa partida de futebol.

Jogo em andamento, muita movimentação e pegada, joguinho bom de se ver. Aí o celular do Milton toca. Era o Fernando desesperado por informações sobre o Mogi. Pacientemente o Milton começa a descrever tudo. Escudo, cor da camisa, informações obtidas com os dirigentes, etc. Como eu dei a gafe de esquecer minha máquina fotográfica, descrevo esses detalhes aos outros curiosos como o Fernando.

O escudo é azul marinho com uma cruz vazada em branco. Tem um fundo religioso nisso que o Jurandyr pode explicar melhor depois. Em cima está escrito Mogi das Cruzes. O uniforme usado no jogo era azul marinho, com uma cruz branca na parte da frente. O detalhe é que a cruz se forma na parte esquerda da camisa, não ao centro. Assim, o escudo que fica na posição tradicional, ao lado esquerdo do peito, marca o encontro das duas retas da cruz. Entenderam? Bom, da próxima vez eu prometo tirar foto, mas garanto que o uniforme é muito bonito. O uniforme reserva é o inverso do descrito acima.

Voltamos ao jogo: as duas equipes são boas, acima do nível dos jogos que andei vendo pelo sub-20 da segunda divisão. A partida foi bem disputada e um pouco violenta. O CRB ganhou de virada por 2 a 1. O jogo teve que ser finalizado aos 40 minutos da segunda etapa, porque o juiz expulsou vários jogadores e não havia mais número de jogadores suficientes para a seqüência da partida.

Genial, como diria o Milton!

Voltamos para São Paulo, pegamos o Fernando e rumamos para a segunda etapa da aventura. Depois de muitas histórias do arco da véia contadas no carro, chegamos em Santa Bárbara D’Oeste para assistir União Barbarense 3-2 Limoeiro. Sensacional! Esse jogo, o Fernando prudentemente fotografou. Depois ele coloca e dá mais detalhes da partida.

Saldo negativo: um pneu furado. Mas o charango agüentou bem, os quase 400 kilometros rodados na viagem. Um viva para o meu Fiesta 98!

Abraços!

Emerson

segunda-feira, 1 de novembro de 2004

Taboão da Serra Campeão da B2 2004

Olá,

Marcamos presença no encerramento do Campeonato Paulista da Série B2. Milton, Jurandyr e Fernando sempre pontas-firmes, entraram até na tribuna de honra. Quanta moral! O David, que eu pensei que ia, deve ter ido pra mostra de cinema ou se perdeu por aí.

Quanto ao jogo, foi legal, bastante movimentado e com quatro gols. Bom público presente, umas 800 pessoas. Resultado: Taboão da Serra 3-1 Itararé. Kanu (2) e Tupã marcaram para o Taboão e Renato descontou de pênalti para o Itararé. Como na partida de ida o Itararé ganhou por 2-1, o Taboão sagrou-se campeão.

Djalma Fischetti, representante da FPF e ex-presidente do Jabaquara entregou o troféu. É esse aí na foto com terno da década de sessenta. Depois coloco mais fotos. A propósito mandei algumas para o Futebol Interior e eles já utilizaram. Abraços!


Taboão da Serra grande Campeão da Série B2. Foto: Fernando Martinez.

Emerson