Procure no JP

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Goleada atleticana na estreia do time na Copinha

Fala, pessoal!

Após a vitória nacionalina na preliminar, o jogo de fundo no Estádio Nicolau Alayon, fechando a rodada inicial do Grupo Z da Copa São Paulo de Futebol Júnior, trouxe o terceiro time novo para a minha Lista em 2014, superando com folgas minha péssima performance no ano passado, quando vi apenas duas equipes novas em todo o certame.

Dessa vez tive a oportunidade de ver meu 14º time capixaba em todos os tempos, o EC Aracruz, jogando contra o Atlético Mineiro, numa rara aparição do atual campeão da Libertadores na Grande São Paulo em se tratando de Copinha. Desde 2008 o Galo não jogava a primeira fase num grupo nas redondezas.


C Atlético M (sub20) - Belo Horizonte/MG. Foto: Fernando Martinez.


EC Aracruz (sub20) - Aracruz/ES. Foto: Fernando Martinez.

Enquanto o Aracruz participa do certame apenas pela segunda vez (a primeira foi em 1999 e o time foi eliminado na primeira fase), o alvinegro já foi campeão em três oportunidades: 1975, 1976 e 1983. Faz tempo porém que o onze de Belo Horizonte não faz uma campanha realmente importante na Copa São Paulo.


Quarteto de arbitragem e capitães dos times. Foto: Fernando Martinez.

Só que o jogo não foi nada fácil para o Galo durante o tempo inicial. Com o sol aparecendo forte pela primeira vez na manhã, o calor tomou conta do ambiente e os 45 minutos foram equilibrados. O Aracruz conseguiu se defender bem durante a maior parte do tempo.


Zaga do Aracruz jogando a pelota pela linha de fundo. Foto: Fernando Martinez.


Ataque capixaba pela direita. Foto: Fernando Martinez.

Somente aos 42 minutos o Galo teve sucesso e então abriu o marcador na Comendador Souza. O autor do gol foi o camisa 19 Marcos Vinícius. Por sorte, o intervalo chegou com a vantagem mínima para os mineiros.


Exato momento do belo chute de Marcos Vinícius, abrindo o marcador para o Galo em grande cobrança de falta ensaiada. Foto: Fernando Martinez.

Na volta para o segundo tempo o Atlético mudou radicalmente sua postura e praticamente decidiu a peleja em apenas dez minutos. Esse foi o tempo necessário para a equipe marcar mais três vezes e abrir uma enorme vantagem no placar.


Escanteio para o time mineiro. Foto: Fernando Martinez.

Rodrigo aos 4 minutos e Carlos, marcando aos 6 e aos 10, deixaram o jogo tranquilo para o alvinegro. O time do Aracruz sentiu demais essa sequência de gols e agora a meta era pelo menos não perder de zero.


Lance do segundo gol do Galo, marcado por Rodrigo. Foto: Fernando Martinez.

Graças ao fortíssimo calor, o jogo não teve uma movimentação frenética. O Atlético só jogou na boa e ainda conseguiu o quinto aos 38 minutos nos pés do camisa 22 Leonan. Na saída de bola o arqueiro mineiro resolveu fazer uma lambança ao sair mal da sua meta e deixou o gol livre para o atacante Jeferson fazer o drible e chutar de longe, marcando o gol de honra para o onze capixaba.



Jeferson, camisa 9 do Aracruz, driblando o goleiro atleticano e depois chutando para marcar o gol de honra. Fotos: Fernando Martinez.

No fim, o Atlético/MG 5-1 Aracruz deixou o campeão do gelo na liderança do Grupo Z da Copinha no saldo de gols (quatro contra três do Nacional). E nem bem o jogo acabou, já saí correndo do Nicolau Alayon pois o terceiro compromisso do domingo também era jogo para matar time (um daqueles bem perdidos).

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário