Procure no JP

segunda-feira, 5 de maio de 2008

Santo André retorna à elite do futebol paulista

Olá,

Dando seqüência à minha jornada tripla do último final de semana, após ter ido no sábado pela manhã em São José dos Campos, à noite segui até o ABC Paulista, indo até a cidade de Santo André, mais precisamente ao Estádio Bruno José Daniel para conferir de perto uma partida válida pela última rodada da segunda fase do Campeonato Paulista da Primeira Divisão - Série A2. O jogo em questão foi entre o E.C. Santo André contra o União São João E.C. da cidade de Araras, valendo vaga para a Série A1 em 2.009.

A partida era aguardada com muita ansiedade pelos torcedores do Ramalhão, pois até com um simples empate o Santo André já carimbaria o seu passaporte à elite do futebol paulista no ano que vem. Dada a importância da disputa, o JP não poderia deixar de estar presente e, por conta disso, cheguei cedo ao estádio para o credenciamento de praxe e me posicionar no gramado para as fotos oficiais da partida que estão abaixo:


E.C. Santo André - Santo André/SP. Foto: Orlando Lacanna.


União São João E.C. - Araras/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Quarteto de arbitragem formado por José Henrique de Carvalho, seus assistentes Éverton Luiz Luquesi Soares e Marcelo Luís da Silva, além do quarto árbitro Aurélio Sant'Anna Martins. Foto: Orlando Lacanna.

A partida começou a mil por hora, com o Santo André colocando uma bola no travessão logo aos 2 minutos, aproveitando rebote do goleiro ararense que defendeu parcialmente um chute forte vindo de cobrança de falta na intermediária. O time da casa teve outra boa chance aos 13 minutos, quando o avante andreense chutou por cima do travessão uma bola ganha em disputa com o goleiro Carlos Carioca que saiu jogando errado com os pés.


Início de mais uma jogada ofensiva pela direita do Santo André. Foto: Orlando Lacanna.

O Santo André não parava de atacar e aos 19 minutos quase chegou ao seu gol, não fosse o milagre praticado pelo goleiro adversário que conseguiu defender uma cabeçada à queima-roupa de Márcio Mixirica desferida próxima à pequena área. Os donos da casa não davam trégua ao setor defensivo dos visitantes e, finalmente aos 22 minutos chegaram ao seu gol, numa jogada espetacular de Antônio Flávio pela esquerda que culminou num chute bem colocado que entrou no canto esquerdo da meta do União São João.


Cobrança de um dos vários escanteios a favor do Ramalhão. Foto: Orlando Lacanna.

Depois de sofrer o gol, o time de Araras saiu mais para o ataque, tornando a partida eletrizante, deixando o público presente ligado no jogo o tempo todo, por conta dos vários lances perigosos criados pelas duas equipes.


Jogada de ataque do União São João pelo meio. Foto: Orlando Lacanna.

Quando a primeira etapa se encaminhava para o final, o União São João chegou ao empate num belo gol marcado por Marcelo Toscano aos 45 minutos em jogada que nasceu na meia direita e foi concluída com um belo chute cruzado, levando para o intervalo a igualdade no marcador.

A segunda etapa começou e o ritmo do jogo continuou o mesmo, com as duas equipes mantendo o apetite em busca do gol da vitória. Ao longo dos 45 minutos finais, as equipes criaram pelo menos meia dúzia de oportunidades que não foram aproveitadas, sendo que a mais clara foi uma do ataque do Santo André aos 39 minutos, quando Élton num rápido contra-ataque chegou sozinho na cara do gol, mas foi infeliz na conclusão chutando para fora.


Márcio Mixirica tentando fazer o giro para criar outro ataque do Santo André. Foto: Orlando Lacanna.

O público presente de 3.980 pagantes não parava de gritar e incentivar os atletas do Santo André que demonstravam uma vontade incrível de conseguirem o tão sonhado acesso à Série A1. Por outro lado, o União São João também lutava com bravura em busca do seu segundo gol, mas esbarrava num time muito determinado e, com isso as suas chances em conseguir o acesso iam se esvaindo com o passar do tempo.


Início de mais um ataque do Ramalhão pela direita. Foto: Orlando Lacanna.


Outra jogada ofensiva do Santo André agora pela meia esquerda. Foto: Orlando Lacanna.

O último lance de emoção aconteceu aos 43 minutos com o avante Élton marcando o segundo gol andreense que acabou não sendo validado pela arbitragem que marcou impedimento. Fim de jogo com placar eletrônico marcando Santo André 1 - 1 União São João que foi suficiente para o Ramalhão voltar ao mais alto escalão do futebol paulista, além de se credenciar para a disputa do título da Série A2 em dois jogos contra o Oeste de Itápolis que também ascendeu à Série A1 juntamente com o Mogi Mirim e Botafogo de Ribeirão Preto.

Tão logo o árbitro encerrou a partida, a festa dos atletas do Santo André começou, inclusive contando com a presença do seu maior astro Marcelinho Carioca que acabou não jogando por estar contundido. O gramado foi tomado por dirigentes e alguns torcedores que não cabiam em si pela importante conquista. Parabéns do JOGOS PERDIDOS a todos os integrantes do Santo André e das demais equipes promovidas.


Cena da comemoração pelo acesso. Foto: Orlando Lacanna.

Partida encerrada e imediato retorno a São Paulo para finalmente desfrutar de um breve descanso, pois no domingo cedo voltaria a botar o pé na estrada para cobrir mais uma decisão, só que dessa vez pela Série A3, mas isso fica para outro post.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário