Procure no JP

quinta-feira, 2 de maio de 2019

Santos derrota fácil a Portuguesa pelo Paulista Feminino

Texto e fotos: Fernando Martinez


Seguindo na rota da rodada tripla feita na quarta-feira, dia 1º de maio, a sessão vespertina reservou nova cobertura do Jogos Perdidos no Campeonato Paulista Feminino. No gramado do Estádio Oswaldo Teixeira Duarte, a Portuguesa enfrentou o Santos novamente com as duas agremiações em situações totalmente diferentes na disputa do estadual, algo que estamos acostumados a ver há bastante tempo.

A Lusa começou o estadual com três derrotas e só venceu pela primeira vez - 2x1 em cima do Taubaté - na quarta rodada. O cenário provavelmente será esse até o final da primeira fase. Pelo andar da carruagem, dificilmente as comandadas de Prisco Palumbo lutarão por uma vaga entre as oito melhores do certame. Já as Sereias, quanta diferença... Após perderem para o Corinthians na estreia, elas conquistaram três triunfos seguidos e certamente seguirão firmes em busca do bi.


Associação Portuguesa de Desportos (feminino) - São Paulo/SP


Santos Futebol Clube (feminino) - Santos/SP


Capitães das duas equipes junto com o árbitro Luciano Silva, os assistentes Adriano Stange e Sidney Tadeu de Oliveira e o quarto árbitro Gustavo Holanda Souza

Falando um pouco da história desse embate no estadual feminino, o retrospecto é avassalador a favor do Santos. Tirando um empate por 1x1 no primeiro encontro acontecido em 2001, as alvinegras venceram nada menos do que todos os 14 duelos seguintes entre 2010 e 2018. Foram 43 gols marcados e apenas cinco sofridos. No ano passado cobrimos os compromissos de ida e volta: 5x0 com mando santista no Pacaembu no turno e uma surra implacável de 10x0 no Canindé no returno. Nada indicava que o primeiro confronto entre as duas na atual temporada tivesse outro desfecho.

Quando o jogo começou, a expectativa se confirmou rapidamente. Desde o começo as Sereias tomaram conta da peleja e, mesmo sem conseguirem criar chances efetivas, elas mostraram um futebol muito mais organizado. Aos oito minutos, as visitantes marcaram e o tento foi anulado por impedimento. Aos 11, Claudia Soto finalizou e tirou tinta da trave. Aos 29, Ketlen chegou tarde e não conseguiu completar um bom cruzamento.

A Lusa apenas se defendia e não conseguia emplacar um ataque sequer. Quando parecia que o tempo inicial terminaria empatado, saiu o primeiro gol visitante aos 43 minutos. Leila surgiu pela direita e cruzou para Amanda Gutierres. A centroavante emendou de primeira e fez um belo tento. Na etapa final as locais retornaram ao gramado um pouco mais inspiradas e criaram duas grandes oportunidades aos seis e aos oito minutos. Em ambas, a goleira Nicole (que havia entrado no intervalo) mostrou serviço.

Não demorou muito e o Santos cortou o barato das paulistanas. Aos 12 minutos a artilheira Amanda Gutierres ampliou a vantagem em cobrança de pênalti depois que a zaga colocou a mão na pelota dentro da área em chute de Paola Villamizar. O segundo tento sofrido desanimou as donas da casa e o Santos chegou perto de aumentar a vantagem em vários momentos. Villamizar chegou a marcar aos 26, mas o gol foi anulado. Aos 30, Dani Silva cobrou uma falta precisa e Letícia Rodrigues defendeu bem.


Chute de longe no ataque santista


Raro momento em que a Portuguesa passou do meio de campo na primeira etapa


Marcação rubro-verde pela direita do setor ofensivo das Sereias


Ketlen perdendo a bola para sua marcadora


Cadê a bola? Amanda Gutierres fez o segundo tento do Santos no começo do segundo tempo. A cobrança de pênalti foi tão rápida que pegou até o fotógrafo desprevenido



Dois bons momentos das Sereias com a camisa 25 Gláucia, um dos destaques da equipe do tempo final

Aos 40 Alanna recebeu na área, cortou com classe e chutou na trave. Aos 45 Glaucia entrou na área pela direita, driblou a defensora e finalizou com força, obrigando a goleira rubro-verde a trabalhar outra vez. Novamente Alanna teve outro bom momento aos 47 finalizando pela linha de fundo. No fim, o placar final de Portuguesa 0-2 Santos ficou barato pelo grande número de bons momentos criados pelas Sereias. As duas equipes só voltam a atuar pelo Paulista na segunda metade do mês. Antes disso, compromissos importantes de ambas pelas Séries A1 e A2.

Sem tempo a perder, peguei um táxi junto com o Milton até a cidade de Osasco. Fechando a rodada tripla genial do feriado, a primeira final da Série A3 Paulista pediu passagem. Foi uma noite sensacional e que será contada em detalhes no próximo post.

Até lá!

_________________________

Ficha Técnica: Portuguesa 0-2 Santos

Competição: Campeonato Paulista Feminino; Local: Estádio Oswaldo Teixeira Duarte (São Paulo); Árbitro: Luciano Silva; Público e renda: Portões abertos; Gols: Amanda Gutierres 43 do 1º e 12 do 2º (pênalti).
Portuguesa: Leticia Rodrigues; Naty, Edna, Bru e Avelar (Rubia); Pequena, Silmara (Steh), Abacaxi e Pires; Lins e Laiane. Técnico: Prisco Palumbo.
Santos: Michelle (Nicole); Leila, Cida (Monique Peçanha), Kelly e Katielle (Maria Dias); Claudia Soto, Rita Bove (Alanna) e Bebel; Villamizar, Ketlen (Dani Silva) e Amanda Gutierres (Glaucia). Técnica: Emily Lima.
_____________

Nenhum comentário:

Postar um comentário