Procure no JP

segunda-feira, 12 de maio de 2014

Nacional, ainda invicto, vence mais uma na Segundona

Opa,

A rodada futebolística do final de semana começou no sábado com uma peleja bastante conhecida válida pelo Campeonato Paulista da Segunda Divisão na agenda. O Guarulhos recebeu o Nacional pela sexta rodada, a primeira do returno, do Grupo 6 em busca da sua segunda vitória na competição.


AD Guarulhos - Guarulhos/SP. Foto: Fernando Martinez.


Nacional AC - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.

Essa foi a 200ª vez que vi um jogo do Nacional in loco, 130 deles no profissional. Minha "estreia" aconteceu em 2 de novembro de 1996, numa vitória contra o América por 3x1 em jogo do Paulista de Juniores. Dezoito anos depois, o Naça é o terceiro time a entrar no seleto bloco de times com 200 jogos ou mais na minha Lista - Portuguesa e Juventus, respectivamente com 261 e 274 pelejas, são os outros.


Quarteto de arbitragem composto por Paulo Estevão da Silva, Leandro Matos Feitosa, Leandro Alves de Souza e Jander André Bandeira junto aos capitães. Foto: Fernando Martinez.

Falando do jogo em si, esse foi a oitavo confronto entre os dois em todos os tempos e a vantagem histórica é toda a favor do Naça: cinco vitórias, um empate e apenas uma derrota. De todos eles, faltei apenas no último (1x0 para o Nacional na estreia de ambos em 2014). Com a melhor campanha entre os 39 participantes da competição e ostentando uma invejável performance de quatro vitórias em cinco rodadas, o time ferroviário era amplo favorito.


Marcação firme da zaga guarulhense. Foto: Fernando Martinez.


Atleta nacionalino tentando, sem sucesso, alcançar a pelota. Foto: Fernando Martinez.

Mas apesar do líder geral estar em campo, o Estádio Antônio Soares de Oliveira não foi palco de um bom jogo. O Guarulhos mostrou os problemas de sempre, enquanto o Nacional pecou demais, para variar só um pouquinho, nas finalizações. O primeiro tempo teve poucos momentos de destaque, a maior parte deles em ataques nacionalinos desperdiçados.


Chute perigoso do ataque visitante. Foto: Fernando Martinez.


Escanteio para o Nacional pela direita. Foto: Fernando Martinez.

No tempo final o toque final do onze paulistano melhorou e o time abriu o marcador com o zagueiro Rodrigo aos 9 minutos. Sem forças para criar bons ataques, o Guarulhos viu o Nacional dominar a peleja por completo. Só que nem Victor Sapo, fazendo sua reestreia no time, nem Sócrates, artilheiro da competição com seis gols, conseguiram ampliar o marcador.


Bola disputada pelo alto. Foto: Fernando Martinez.


Uma das várias chances desperdiçadas pelo Naça no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

No fim, aquela famosa vitória para o gasto: Guarulhos 0-1 Nacional. A liderança do ainda invicto time paulistano é incontestável e mais do que merecida. Só que as conclusões precisam ser aperfeiçoadas para "ontem", pois isso pode fazer falta nas fases seguintes. O time guarulhense ainda sonha com uma possível, mas improvável, vaga na segunda fase como um dos melhores quartos colocados.

Voltei para São Paulo com a sempre bem-vinda carona do seu Natal e na companhia dos amigos Colucci e Mário. Fomos então bater perna no centro da capital paulista, algo sempre muito agradável (mesmo com o abandono completo da região por parte das autoridades). Futebol de novo só no domingo cedo, com jogo do Grupo 7 da Segundona.

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário