Procure no JP

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Juventus à beira de um ataque de nervos na Série A3

Opa,

Na manhã do último domingo fui mais uma vez acompanhar um jogo do Juventus na disputa do Campeonato Paulista da Série A3. Dessa vez para um jogo especial, já que foi a 300ª peleja que acompanhei no Estádio Conde Rodolfo Crespi em todos os tempos. Para enfrentar os grenás, a visita da sempre legal AE Santacruzense.

Faz pouco mais de 20 anos que fui pela primeira vez na Rua Javari e várias vezes pude curtir na histórica cancha momentos históricos não só do Moleque Travesso, como também do Palmeiras B, do falecido Pão de Açúcar e até de seleções femininas sul-americanas durante a disputa do Campeonato Feminino sub17 em 2010. Na minha extensa lista de pelejas, esse foi o primeiro estádio a alcançar essa marca.


CA Juventus posado no meu 300º jogo visto na Rua Javari em todos os tempos. Foto: Fernando Martinez.

Comemorações à parte, a campanha grená na A3 até que começou bem com a vitória contra a Matonense fora de casa. Depois disso, três jogos com apenas um ponto conquistado e a urgente necessidade de vencer em casa, algo inédito em 2014. Só que não seria fácil jogar contra a Locomotiva, pois depois de perder da jornada inicial, o time interiorano engatou três pelejas invicto.


AE Santacruzense - Santa Cruz do Rio Pardo/SP. Foto: Fernando Martinez.

Imaginei que o Juventus faria um bom jogo, mas me enganei redondamente. A equipe paulistana mandou mal demais e foi presa fácil para a equipe de Santa Cruz do Rio Pardo, treinada pelo ex-arqueiro Gléguer e contando com a presença do veteraníssimo Hiran no banco de reservas.


O veterano goleiro Hiran, no alto dos seus 42 anos, empresta a vasta experiência para a Santacruzense em 2014. Foto: Fernando Martinez.

O excesso de passes errados, a indolência e o sono que tomou conta de todo o escrete juventino foram assustadores. Num dos piores jogos que vi do Juventus até hoje, o contestado técnico Serginho nada pôde fazer para animar seu time.


Sem marcação, capitão grená cabeceia longe do gol da Esportiva. Foto: Fernando Martinez.


Jogada grená pela direita. Foto: Fernando Martinez.

Sem fazer força, a Santacruzense chegou aos 2x0 ainda no tempo inicial, gols de Ricardinho aos 36 minutos e Bruno Paiva aos 41. E se a barra já estava pesada no intervalo, a situação ficou ainda pior na volta para o segundo tempo. Ricardinho se aproveitou da dormência do setor ofensivo local e fez o terceiro aos 8.


Goleiro da Locomotiva tocando de leve na pelota após levantamento na área. Foto: Fernando Martinez.

Muitos torcedores nas arquibancadas estavam indignados com a apresentação do Juventus, e vários deles questionavam também a atuação do treinador da casa. Ficava claro que estávamos acompanhando a despedida do ex-arqueiro do comando técnico grená.


Outro cruzamento dentro da área da Santacruzense no tempo inicial. Foto: Fernando Martinez.


Atacante local avançando pela esquerda. Foto: Fernando Martinez.

Para não dizer que não falei das flores, até que rolou uma pressão local, mas o toque final era falho. Da Silva perdeu um pênalti e os atacantes desperdiçaram ótimas oportunidades. O solitário gol de Sassá aos 36 minutos não amenizou a trágica manhã para o escrete pauliustano.


Chute cruzado de Romarinho. Foto: Fernando Martinez.


Confusão na área da Santacruzense e finalização do ataque do Juventus na trave... O dia não era mesmo dos grenás. Foto: Fernando Martinez.

O resultado final de Juventus 1-3 Santacruzense deixou o Moleque Travesso na 16ª colocação, colado à zona de rebaixamento. A Esportiva subiu para o sétimo posto, faltando ainda 14 jogos para o final da primeira fase do certame. Ainda no gramado da Javari, o técnico Serginho entregou o cargo. Para seu lugar, foi contratado o veterano Luís Carlos Ferreira.


Placar final da minha 300ª partida vista no Conde Rodolfo Crespi. Foto: Fernando Martinez.

Ao invés de pensar em acesso, cabe ao tradicional clube pensar primeiro em fugir do que seria o seu pior momento da história, o rebaixamento para a última divisão. Um time que ostenta tanta tradição não pode se acostumar com nada menor do que uma disputa de A2 (e olhe lá). Resta saber se os dirigentes da Mooca também pensam assim...

Até a próxima!

Fernando

Um comentário:

  1. sr. fernanado nota cem pelos jogos da a2 e a3 2014 gostaria que vocês fizessem 4 feira dia 26 2 2014 Juventus e francana na rua javari, 22 2 2014 agua santa e américa em diadema, cotia e sertaozinho em01 de março sábado de carnaval, 12 3 2014 4 feira Juventus e taubate rua javari, 16 3 2014 cotia e tupa, 19 3 2014 agua santa e guaçuano em diadema, 23 3 2014 Juventus e sertaozinho ruaq javari, 26 3 2014 Juventus e são carlos rua javari, 29 3 2014 agua santa e Juventus diadema, 02 4 2014 Juventus e inrternacional de limeira rua javari, 13 4 2014 flamengo e matonense Guarulhos e se possível fazer um jogo do noroeste e da votuporanguense. pela a 2 gostaria que vocês fizessem dia 22 3 2014 santo andre e itapirense em santo andre, e um jogo do batatais em batatais ou fora. agradeço se vocês fizerem todos esses jogos porque são equipes do interior que vem delonge jogar aqui em são Paulo ou noa bc e vocês so fazem jogos de perto . quando começar a 2 divisão 2014 gostaria que vocês mostrassem jgos da portuguesa santista, Jabaquara , guaruja são Vicente, mauaense, Osasco, taboao da serra, nacional da capital, Guarulhos , são bernardo, mantiquera guartingueta, jacarei, união Suzano, Suzano, união mogi daas e atlético mogi das cruzes, e alguns outros clbes de perto da capital. começa dia 6 de abril 2014, fico no aguardo de uma resposta. um abraço sr. Fernando me escreva ate amanha ou 6 feira, dia 26 2 2014 4 feira.

    ResponderExcluir