Procure no JP

segunda-feira, 13 de maio de 2019

Barcelona finalmente vence a primeira partida em 2019

Texto e fotos: Fernando Martinez


Terminou o primeiro turno da primeira fase do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. Na tarde de sexta-feira bati o cartão outra uma vez no Estádio Conde Rodolfo Crespi pois era dia de ver nova apresentação do Barcelona "em casa" na última divisão. O adversário dos paulistanos foi o Jabaquara, num encontro que reuniu os dois últimos colocados do Grupo 6. Eles eram os únicos da chave sem nenhuma vitória conquistada no certame antes da sétima rodada. Agora, se tinha um jogo para o Elefante vencer na competição, com certeza era esse.


Barcelona Esportivo Capela Ltda - São Paulo/SP


Jabaquara Atlético Clube - Santos/SP


O árbitro Gilmar Pedroso Rocha, os assistentes Leonardo Augusto Villa e Adilson Roberto de Oliveira, o quarto árbitro José Donizete da Silva e os capitães dos times posando para as lentes do JP

O clube da capital somava quatro pontos até então com quatro empates e apenas uma derrota. Já o outrora poderoso Leão da Caneleira conquistou apenas um ponto e vem fazendo mais uma campanha bem abaixo da média, algo comum nos últimos anos. Já se foi o tempo em que os rubro-amarelos tinham relevância no cenário estadual. É triste ver uma agremiação tão importante e sensacional na história do futebol paulista transformar sua relevância em pó. Sinceramente não acho que eles possam voltar a ter campanhas minimamente decentes a curto/médio prazo.

De novo na companhia do decano Milton Haddad, a Rua Javari recebeu um pequeno público que viu uma partida até que bastante razoável. Por incrível que pareça o Jabaquara foi quem atuou melhor durante boa parte da etapa inicial. O Barcelona teve enormes dificuldades de criar bons momentos atuando contra um oponente limitadíssimo. A melhor chance visitante aconteceu aos 30 minutos quando Thallis acertou a trave num belo chute de fora da área. O Elefante melhorou um pouco no final, porém o marcador continuou em branco.


Artur, 13 do Barcelona, dominando a pelota na esquerda do ataque


Cristopher (2), lateral do Jabuca, tentando sair do seu campo de defesa


Bom desarme na marcação visitante em chegada local


Mais uma investida de Artur pelo setor esquerdo do ataque paulistano

Na segunda etapa o onze santista retornou ao gramado ainda melhor e com mais posse de bola. Apesar de sofrer pressão, o Barcelona conseguiu abrir o placar aos 16 minutos mesmo sem merecer. Em jogada pela esquerda, Gérson Orelha passou por três adversários, entrou na área e finalizou com sucesso. O Jabuca sentiu o golpe por pouco tempo e não demorou para manter sua boa atuação. Os visitantes tentavam o empate principalmente em bolas alçadas dentro da área local.

Quando a peleja se encaminhava ao seu final, a insistência jabaquarense deu resultado precisamente aos 43 minutos com Saraiva completando cruzamento dentro da área e deixando tudo igual. Com o cotejo prestes a acabar, quase todos os presentes já contavam com outra partida sem vitória para o onze da capital bandeirante. O que ninguém esperava era que, mostrando uma sorte incomum, o Barcelona afastasse a zica com o gol de Johnny aos 47. O Jabuca não merecia esse castigo no último lance da tarde.


Ainda no tempo inicial, Erick (4) se preparando para mandar a bola longe da área do Jabaquara


Jogadores do Barcelona e do Leão da Caneleira apostando corrida no gramado da Javari


A comemoração do primeiro gol local, marcado por Gérson Orelha


Escanteio a favor do onze santista no fim do jogo

Não foi brilhante e nem merecido, porém o resultado final ficou em Barcelona 2-1 Jabaquara. O resultado, pasmem, colocou o Barça no quinto lugar da chave com sete pontos, a mesma pontuação do Guarulhos, quarto colocado. Findado o primeiro turno, será que o Elefante terá condições de lutar pela classificação? Melhor aguardamos as cenas dos próximos capítulos. O Leão da Caneleira... bom, o time segue na lanterna com um ponto conquistado rumo a mais uma eliminação na fase inicial da última divisão, a terceira seguida. É uma pena, é triste, mas não podemos alterar a realidade tétrica do rubro-amarelo.

No final de semana não teve futebol na pauta, só para não fugir à regra. A agenda aponta uma nova cobertura do JP no meio da semana com um joguinho de favoritos pelo Campeonato Paulista Feminino. Teremos clássico nas páginas do blog.

Até lá!

_________________________

Ficha Técnica: Barcelona 2-1 Jabaquara

Competição: Campeonato Paulista Segunda Divisão; Local: Estádio Conde Rodolfo Crespi (São Paulo); Árbitro: Gilmar Pedroso Rocha; Público: 124 pagantes; Renda: R$ 1.195,00; Cartões amarelos: Luiz Vinicius, Johnny (Bar), Rogério, Thallis, Felipe, Gabriel Saraiva (Jab); Gols: Gerson 17, Gabriel Saraiva 43 e Johnny 46 do 2º.
Barcelona: Alexandre; Cristopher; Alessandro; Guilherme e Gerson; Luiz Vinicius, Felipe, Romilson (Felix) e Guilherme; Artur (Johnny) e Geovani (Edilson). Técnico: Murilo Souza.
Jabaquara: Matheus; Caique, Gabriel Saraiva, Erick e Rogério (Robinho); Weliton, Maycon Douglas, Vinicius e Mateus Souza (Felipe); Joilson (Matheus Aragão) e Thallis. Técnico: Ricardo Gonçalves da Silva.
_____________

Nenhum comentário:

Postar um comentário