Procure no JP

segunda-feira, 14 de maio de 2018

Corinthians faz barba e cabelo em cima do Barcelona (parte 1 de 2)

Texto e fotos: Fernando Martinez


Meu final de semana futebolístico se resumiu ao sábado, mas um sábado com direito a rodada tripla. Iniciei os trabalhos com o sempre insólito confronto entre Corinthians e Barcelona Capela, líder e lanterna do Grupo 8 do Campeonato Paulista sub-15, certame que eu não acompanhava in loco desde junho de 2015 (!), no Estádio Nicolau Alayon.

Sem contar a Copa São Paulo de Futebol Júnior, essa foi a minha primeira rodada tripla em solo tupiniquim em quase três anos. De 2015 pra cá muita coisa aconteceu e por vários motivos desisti de acordar sete da matina aos sábados pra ver essa competição in loco. Quebrei o tabu por conta da surrealidade que sempre cerca duelos entre algum dos "grandes" contra um pequeno, ainda mais este sendo o pacato clube da zona sul paulistana.

Mas um Corinthians x Barcelona não é algo inédito na minha lista pois em 2005 também conferi de perto a partida realizada no CT de Itaquera, no exato local onde foi erguida a Arena Corinthians. Presenciei um massacre mosqueteiro pelo placar de 14x0, a maior goleada da minha vida em se tratando futebol masculino. Treze anos depois, hora de voltar a curtir esse incomum encontro.


Sport Club Corinthians Paulista (sub-15) - São Paulo/SP


Barcelona Esportivo Capela Ltda. (sub-15) - São Paulo/SP


Capitães dos times e quarteto de arbitragem

Antes dessa rodada o time de Parque São Jorge somava treze pontos em cinco jogos realizados, enquanto o Barça tinha apenas dois. O favoritismo pro onze "local" era óbvio, apenas restava saber qual seria o marcador... ou será que não? A dupla Bruno e Milton Haddad, sempre feliz com seu coração alvinegro, curtiu os 70 minutos de futebol junto comigo.

A peleja em si não teve nada de mais. O óbvio favoritismo corintiano se confirmou desde os primeiros movimentos. A primeira boa chance aconteceu aos 12 minutos numa bola na trave e aos 23 Jonathan Heidy abriu o placar. Antes do fim do tempo inicial, foi o Elefante que assustou num tiro no travessão.

Na volta pro tempo final o arqueiro visitante fez ótima defesa no primeiro minuto. Aos 13, o Timão fez o segundo. A bola foi alçada da direita e toda a zaga do Barcelona parou pedindo impedimento. Matheus, camisa 18, cabeceou livre de marcação e ampliou. Aos 34, de novo os defensores ficaram vendo o mesmo Matheus invadir a área e chutar da pequena área para fechar o triunfo local.


Atleta do Barcelona se preparando para mandar a pelota longe


Falta para o Mosqueteiro, cobrada por baixo pelo seu camisa 10


Bola viajando dentro da área do Elefante


Ataque corintiano pela direita no tempo final

Fim de jogo: Corinthians 3-0 Barcelona. O Mosqueteiro continua líder da chave, agora com 16 pontos, quatro acima do vice-líder Água Santa. O onze da Zona Sul da capital permanece na última colocação com dois. No próximo sábado termina o primeiro turno da primeira fase.

Finalizada a primeira partida do sábado, era a hora de acompanhar o mesmo confronto, agora pela antiga categoria juvenil. E a grande goleada que não pintou na preliminar, pintou no complemento da jornada na Comendador Sousa.

Até lá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário