Procure no JP

quinta-feira, 26 de abril de 2018

Jogo fraco e empate sem gols entre Lusa e Rio Preto

Texto e fotos: Fernando Martinez


Na quarta-feira passada começou a sexta edição Campeonato Brasileiro Feminino e a imensa equipe de reportagem do JP desembarcou no Estádio Oswaldo Teixeira Duarte para a estreia de Portuguesa e Rio Preto em confronto válido pelo Grupo 2 da competição.

Essa foi a volta da Lusa ao primeiro nível do nacional da categoria depois de um ano de ausência. O escrete lusitano retornou à elite após ter ficado com o vice-campeonato da segundona no ano passado. Desde que o certame foi criado em 2013, essa é a quarta participação rubro-verde.

As meninas do Jacaré também disputam o Brasileirão pela quarta vez e até aqui a performance é espetacular: campeãs em 2015, vice em 2016 e semi-finalistas em 2017. Além disso, são as atuais bi-campeãs paulistas. É sabido que hoje o Rio Preto é uma das potências do futebol feminino no país.


Associação Portuguesa de Desportos (Feminino) - São Paulo/SP


Rio Preto Esporte Clube (Feminino) - São José do Rio Preto/SP


A árbitra Adeli Mara Monteiro e as assistentes Patricia Carla de Oliveira e Renata Ruel de Brito posando de forma exclusiva pro JP junto com as duas capitãs

Pena que tirando um ou outro clube, o campeonato ainda seja disputado de forma quase clandestina aos olhos do grande público. Quem passasse na frente da casa lusitana poucos minutos antes do apito inicial não veria nenhuma movimentação e nenhuma sinalização uma partida de futebol estava prestes a começar.

Na real a CBF se preocupa mesmo só com a seleção brasileira e um pouco com a Série A do nacional. Saiu disso, é dor de cabeça pra eles. Imagina falando de feminino então... Eles fazem um campeonato meia boca e empurram com a barriga, mais pra falarem que "incentivam a categoria", quando todos sabem que na hora H não dão a mínima.

Eu sei que enquanto conseguir cobrir os jogos do Brasileirão Feminino eu irei fazer com o maior prazer pois acho um torneio super importante. O futebol feminino sempre pintou nas nossas páginas desde o começo do blog, logo, quando possível, continuaremos com o trabalho.

Assim como em 2017, os dezesseis participantes estão divididos em duas chaves com oito equipes cada. Lusa e Rio preto estão no Grupo 2 junto com Santos, Foz, Ponte Preta, Audax, Vitória/PE e Flamengo. Os quatro primeiros colocados se garantem nas quartas-de-final.

Dito tudo isso, foi uma pena o que não se viu no gramado do Canindé. Os dois times mostraram pouco futebol e os 90 minutos praticamente demoraram três horas pra passar. Foram poucos os momentos de destaque para alegrar os cerca de 30 torcedores presentes na cancha paulistana.

A Portuguesa não vem fazendo uma boa campanha no estadual e atuou mais preocupada em se defender e procurando "a" oportunidade de ouro para quem sabe marcar seu golzinho. Quem decepcionou de verdade foi o Rio Preto, atual líder da sua chave no estadual, que em nenhum momento confirmou seu favoritismo.


Ataque do Rio Preto pela esquerda


Bola levantada dentro da área rubro-verde


Durante o primeiro tempo, pintou mais policial militar dentro do estádio do que na Cracolândia. No fim, eles só estavam dando uma voltinha


Boa finalização do Jacaré

No primeiro tempo as visitantes chegaram bem em duas oportunidades, aos 19 e aos 25 minutos, ambos em chutes de longe. A goleira Fabi fez ótimas defesas e impediu o gol alviverde. Já o onze local teve apenas uma chance digna de registro aos 22 quando a pelota cruzou toda a linha de gol sem pintar ninguém pra concluir.

No tempo final tinha fé que as coisas iriam melhorar... ledo engano. Tirando uma defesa incrível da arqueira rubro-verde aos dois minutos depois de cabeçada na pequena área, nada aconteceu. As atletas visitantes passaram praticamente os 45 minutos dentro do campo de defesa local, só que poderiam estar jogando até agora que o gol não teria saído, tamanha a inoperância nas conclusões.


Atletas assustadas com a bola no começo do tempo final


Durante os 45 minutos finais, o que mais se viu foi a pelota zanzando dentro da área local


Um dos últimos ataques do onze visitante na partida

O resultado não poderia ser outro: Portuguesa 0-0 Rio Preto. Esse foi o único empate da primeira rodada do Grupo 2 e o Santos é o líder depois dos 6x0 que aplicou em cima do Flamengo na Vila Belmiro. Na semana que vem a Lusa visita o Foz enquanto o Jacaré recebe as Sereias da Vila.

Saí do Canindé divagando sobre a vida e a situação de penúria em que a cidade se encontra junto com o amigo Milton Haddad. Em meio ao lixo espalhado na Marginal Tietê chegamos no metrô e dali cada um pegou seu rumo. Agora terei dez dias de sossego antes de voltar ao mundo futebolístico.

Até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário