Procure no JP

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Tigre do ABC derrota o Bugre e chega ao G4 da Série A2

Texto e fotos: Fernando Martinez


Fechando a rodada dupla da terça-feira, foi a vez do Campeonato Paulista da Série A2 voltar a aparecer aqui no JP. No Estádio Primeiro de Maio, o São Bernardo FC recebeu o Guarani buscando se manter invicto no certame. Foi o duelo de dois times que disputaram o nacional em 2017: o Tigre jogou a Série D e o Bugre participou da Série B.

Você viu aqui no blog o empate do onze do ABC na estreia contra o Nacional. No compromisso seguinte, um sofrido triunfo contra o Votuporanguense. Já o Guarani perdeu do Oeste fora de casa e derrotou os ferroviários da Água Branca no Brinco de Ouro. Para minha surpresa, pouco público pagou ingresso pra acompanhar a peleja. Foi-se o tempo que os torcedores do Tigre enchiam o estádio.


São Bernardo Futebol Clube Ltda. - São Bernardo do Campo/SP


Guarani Futebol Clube - Campinas/SP


O árbitro Rafael Gomes da Silva, os assistentes Leonardo Tadeu Pedro e Orlando Coelho Junior, o quarto árbitro Pietro Dimitrof Stefanelli e os capitães dos times

O primeiro tempo foi sofrível. As duas agremiações pouco arriscaram no ataque e a ação ficou concentrada no meio de campo. O São Bernardo FC ainda foi levemente superior nesse árido cenário, porém o arqueiro bugrino Bruno Brígido mostrou serviço nos dois chutes que foram na sua direção.

Se na sessão vespertina o primeiro tempo foi ótimo e o segundo horrível (o EC São Bernardo x Atibaia pela Série A3), na noturna isso se inverteu. Quando a peleja no Primeiro de Maio recomeçou, vimos um tempo final muito melhor. Logo no segundo minuto o Tigre abriu o marcador com Alvinho depois dele chutar duas vezes no gol.

Aos nove, a melhor chance do Bugre na partida até então num chute de Erik pela esquerda que bateu na trave do goleiro Daniel. Pouco depois, Rondinelly teve boa oportunidade pro empate numa cobrança de falta que passou perto do ângulo direito.

O onze local parecia estar sendo dominado, só que aos 25 minutos, num belo contra-ataque pela esquerda, saiu o segundo gol. Alvinho avançou pelo campo de defesa campineiro e cruzou nos pés de Ewerton Ageu. O camisa 2 só teve o trabalho de empurrar pro fundo das redes.

O Guarani acusou o golpe e apesar de ter mais posse de bola, não chegou a criar nenhum momento mais agudo. Somente aos 47 minutos que os visitantes descontaram com Denner escorando uma bola cruzada da direita. Não foi o suficiente para evitar nova derrota fora de casa.


Bruno Mendes, 9 do Guarani, sofrendo com a marcação do camisa 22 Edvan


Defensor do Tigre prestes a dominar a pelota


Chance campineira pelo alto


Chute de Erik que bateu na trave esquerda de Daniel


Cobrança de falta a favor do Bugre que tirou tinta da trave do São Bernardo FC


Bola zanzando pela área local no segundo tempo

Placar final: São Bernardo FC 2-1 Guarani. O triunfo colocou o time do ABC no G4 ocupando a quarta posição com sete pontos ganhos. O Bugre caiu pro décimo lugar com os mesmos três. Aliás, do nono ao 15º colocado a classificação é definida pelo saldo de gols. Já se foi 20% do campeonato e os clubes que estão lá embaixo precisam começar a melhorar o futebol apresentado.

A Série A2 voltou a pintar no cronograma no dia seguinte, com o segundo compromisso do Nacional em casa pela competição, atuando contra uma equipe que nunca havia sido derrotada pelo onze paulistano. Chance de quebra desse pequeno tabu.

Até lá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário