Procure no JP

domingo, 28 de janeiro de 2018

Duas viradas e triunfo do Bernô contra o CATS no melhor jogo de 2018

Texto e fotos: Fernando Martinez


Na noite de sábado igualei minha marca histórica de jogos num único mês (30) numa partida ótima, de longe a melhor que eu vi em 2018. Foi o primeiro compromisso do São Bernardo no Campeonato Paulista da Série A3 sob as luzes dos potentes refletores do Baetão. O adversário foi o Taboão da Serra pela quarta rodada da primeira fase.

Esse encontro reuniu dois clubes com boas campanhas até então. O CATS estava invicto na vice-liderança somando sete pontos e o Bernô com seis na quinta colocação. Vale lembrar que a equipe do ABC só atuou na sua casa, pois a vitória contra o Rio Branco foi obtida por WO. Vindo de uma inesperada derrota contra o Atibaia, o São Bernardo queria vencer de qualquer jeito.

Falando um pouco de história, vale relembrar que o Vovô do ABC ficou fora do profissionalismo entre 2002 e 2009. O time retornou ao cenário enfrentando justamente o tricolor, no dia 1º de maio de 2010, com cobertura do JP. A segunda vez que vimos esse embate foi na Segundona de 2015, quando o alvinegro venceu por 3x0 mesmo com a presença do atacante Viola no Taboão.

Voltando ao presente, fiz o trajeto entre a capital e o ABC sem perder tempo de metrô e com a providencial carona do amigo Thiago e seu genial Lada. Cheguei no estádio de boa, com tempo de conferir a novíssima iluminação que foi inaugurada nessa peleja. Se a famosa "Boate Baetão" ainda é uma realidade (as coisas só mudarão de verdade quando todo o sistema for trocado), pelo menos a situação está menos pior com mais alguns refletores funcionando.


Esporte Clube São Bernardo - São Bernardo do Campo/SP


Clube Atlético Taboão da Serra - Taboão da Serra/SP


O quarteto de arbitragem composto pelo árbitro Ricardo Bittencourt da Silva, os assistentes Leandro Matos Feitosa e Luis Felipe Silva e o quarto árbitro André Luiz Cozzi junto com os capitães dos times

Captei as imagens das agremiações e me postei atrás do gol defendido pelo arqueiro visitante. Mal sabia que estava prestes a ver um momento histórico. Bruno deu a saída tocando a pelota para Marcos Nunes na esquerda. O camisa 7 driblou quem estava pela frente, chegou na entrada da área e chutou no canto direito de Thyago. Um belíssimo gol com cerca de oito segundos.

Eu estava no Portuguesa x Vitória pelo Brasileiro de 2008 quando Dinei, atleta baiano, fez o gol mais rápido da história dos Brasileirões. Comparei os dois lances e vi que o lance do sábado aconteceu cerca de trinta centésimos antes. Ou seja, bati esse recorde, algo que nem imaginava que poderia acontecer. Genial ver a história sendo escrita assim.

Só que o Taboão da Serra não sentiu o gol e aos seis minutos deixou tudo igual com André Luís. Depois de falta pela esquerda, a bola foi alçada na área e ele cabeceou no canto direito de Thiago. Com o 1x1 no placar, o duelo seguiu num ritmo intenso e com boas chances dos dois lados. Detalhe: o CATS tem Lúcio, o "melhor lateral esquerdo do mundo" e Somália no seu elenco.

O Bernô teve dois ótimos momentos pro segundo gol, ambos nos pés do camisa 2 Denis e ambos não convertidos. Quando o intervalo chegou, eu fui acompanhar o tempo final da arquibancada torta do Baetão. Dali vi a partida ficar ainda melhor e se transformar no melhor jogo de 2018 até aqui.

No primeiro minuto, Marcelinho aproveitou um rebote do goleiro Thiago e virou o marcador. A torcida suou frio lembrando o que rolou contra o Atibaia. Felizmente o Bernô tinha o segundo tempo todo pela frente. Aos dez minutos Tauã resolveu arriscar um chute de longe e colocou a bola no canto direito de Thyago. Agora o placar estava em 2x2.

O CATS incomodou pouco a defesa local, e foi o Bernô quem passou a criar o maior número de momentos perigosos. Aos 20 minutos Bruno Gaúcho chutou e o arqueiro taboanense fez ótima defesa, aos 31 a chance foi de Júlio, aos 33 Bessa chutou cruzado e o Thyago defendeu novamente. De tanto insistir, Allan Bahia virou novamente o marcador aos 36 em gol de cabeça.


Fantasmas? Não, apenas os jogadores do São Bernardo comemorando o gol de Marcos Nunes aos oito segundos (!) de peleja


Ofensiva aérea do time do ABC


Mais um ataque perigoso dos donos da casa no primeiro tempo


O São Bernardo não se incomodou com a virada sofrida no primeiro minuto do tempo final e foi pra cima do CATS


Cobrança de falta do camisa 10 do onze taboanense


Lance do terceiro gol do Bernô, marcado pelo camisa 2 Allan Bahia aos 36 do segundo tempo

Os visitantes buscaram uma nova igualdade nos minutos finais e aí foi a vez do camisa 1 do ABC mostrar serviço. No último trilar do apito, o resultado final foi São Bernardo 3-2 Taboão da Serra. Uma ótima peleja que colocou o Bernô na vice-liderança da Série A3 após quatro rodadas realizadas com nove pontos ganhos, um atrás do líder Noroeste. O CATS perdeu sua invencibilidade e caiu pro 6º lugar.

No domingo cedo encerrei as coberturas do final de semana com a minha primeira visita à Rua Javari em 2018. Depois de curtir uma sessão futebolística tão legal, foi complicado demais ver a bola ser tão maltratada na manhã do domingo.

Até lá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário