Procure no JP

quarta-feira, 7 de junho de 2017

São José goleia o Jabaquara no litoral

Texto e fotos: Emerson Ortunho


Buenas!

No último sábado fui até a baixada santista para acompanhar mais uma partida do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. Em pauta, Jabaquara x São José no Estádio Espanha, em Santos. Joguinho que nos remete aos saudosos anos 80 e suas divisões de acesso fantásticas. Desde 1980 os dois times não se enfrentavam pelo estadual e o último confronto aconteceu em 28 de setembro daquele ano e teve vitória joseense por 2x0.

Bom, pra variar foi mais uma peleja de péssimo nível técnico, que é a tônica desse campeonato, graças a infeliz ideia da Federação Paulista de Futebol de fazer o certame Sub-23. Especificamente sobre a partida podemos destacar o seguinte: O Jabaquara montou um time muito ruim, que tem a cara do treinador que por sua vez é ruim ao quadrado. O São José também é bem limitado, mas melhor treinado, deitou e rolou em cima do Jabuca.


Jabaquara Atlético Clube - Santos/SP


São José Esporte Clube - São José dos Campos/SP


Capitães dos times junto com o quarteto de arbitragem formado pelo árbitro Camilo Morais Zarpelão, os assistentes Fernando Afonso de Melo e Gilmar Alves da Silva e o quarto árbitro André Luiz Ribeiro Cozzi

No primeiro tempo, por incrível que posso parecer, o domínio foi todo do Jabaquara. Mais pela postura totalmente defensiva adotada pelo São José, do que pelo poder ofensivo do Leão. Falando em ofensividade, como é difícil para os jogadores rubro-amarelos acertarem um chute em direção ao gol, fato dramático, que enlouqueceu os poucos torcedores presentes. E pensar que no mesmo o horário o Real Madrid deitava e rolava em cima do Juventus... Como quem não faz, toma mesmo, no seu único ataque incisivo o São José construiu o placar do primeiro tempo: 1 a 0.


Zagueiro da Águia se preparando para afastar a bola


Lance de ataque jabaquarense


Disputa de bola no meio de campo

No segundo tempo o São José voltou novamente com postura defensiva e acabou sofrendo o empate do desinteressado Jabaquara. Mas logo o técnico da Águia do Vale percebeu que o caminho era atacar e soltou seu time. Aí ficou difícil para o Leão, que assistiu anestesiado o adversário construir a goleada com Ruero e deu-se o vexame na Caneleira. É lamentável ver o desinteresse do elenco e do técnico jabaquarense durante a partida, já que para eles foi tudo normal e ninguém chorou. Só mesmo quem tem sangue rubro-amarelo o fez.



Mais dois momentos ofensivos do Leão da Caneleira


No fim, não deu pro time santista e o clube saiu de campo com mais uma derrota

Final de jogo: Jabaquara 1 x 4 São José. O Leão certamente fica nessa fase e espero que ninguém seja aproveitado para o Sub 20. O São José vai passar de fase, mas não tem time para o acesso. Como ainda se pode inscrever jogadores, com algum reforço pode disputar com mais chances. Destaque negativo para o preparador físico do time visitante que desrespeitou alguns torcedores jabaquarenses com palavras inconvenientes do tipo: “aqui quem manda é nóis!” e causando um bate boca. No mínimo estranho para um profissional que estava dentro do campo.

Foi isso, sabadão desanimador em Santos, mas deu tempo de rumar até Osasco para acompanhar a Série D do Brasileiro e o calvário do Audax.

Abraços!

Nenhum comentário:

Postar um comentário