Procure no JP

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Lusa vira e rouba a liderança do CRESSPOM no Brasileiro A2

Texto e fotos: Fernando Martinez


Na tarde de quarta-feira pintou a chance de ver mais um joguinho do genial Campeonato Brasileiro Feminino A2, a segunda divisão do nacional da categoria. Fui ao Estádio Doutor Oswaldo Teixeira Duarte pro encontro entre a Portuguesa e o CRESSPOM do Distrito Federal, respectivamente vice-líder e líder do Grupo 2, pela quinta rodada da primeira fase.

O Clube Recreativo e Esportivo de Sub-Tenentes e Sargentos da Polícia Militar tem tradição no futebol feminino do país nesse século e já foi campeão estadual por seis oportunidades. A agremiação participou de sete edições da Copa do Brasil feminina (competição que infelizmente foi extinta em 2017) e tem como melhor participação a semi de 2016. Já no Brasileiro, a estreia acontece justamente nessa temporada.


Associação Portuguesa de Desportos (feminino) - São Paulo/SP


CRESSPOM (feminino) - Distrito Federal/DF


Capitães dos times junto com o quarteto de arbitragem formado por Adriano de Assis Miranda, Marcela de Almeida Silva, Patrick Andre Bardauil e Adeli Mara Monteiro

Nas quatro rodadas realizadas até então, as duas equipes somaram juntas sete vitórias e apenas um empate (da Lusa contra o ADECO na estreia). Isso colocou o CRESSPOM na liderança da chave com doze pontos e as rubro-verdes na segunda posição com dez. As duas são as maiores favoritas para ficarem com as vagas do Grupo 2 na semi-final.

Cheguei no Canindé na boa e fazendo o trajeto casa-estádio a pé (outro ponto positivo de morar no centro de São Paulo). A casa lusitana recebeu um diminuto (e animado) público de cerca de 50 pessoas que viram uma peleja boa. No tempo inicial, o CRESSPOM, comandado pela medalhista olímpica Ester, jogou melhor e criou as melhores chances.

Foi a camisa 8 quem abriu o placar aos 35 minutos em boa jogada pela direita que contou com a falha da zaga local, chute cruzado e um pequeno vacilo da arqueira Bruna. Após o gol sofrido a Portuguesa começou a se aventurar mais no campo de ataque e teve dois bons momentos pelo alto.


Adriana, camisa 5 do CRESSPOM, cobrando falta dentro da área local



Dois ataque lusitanos pelo alto durante o primeiro tempo

O primeiro tempo foi mais ou menos, porém no tempo final o cenário mudou e vimos uma partida mais movimentada. Só que isso não se traduziu em reais oportunidades e durante 30 minutos rolou apenas um bom momento de cada lado. Aos quatro a goleira local fez grande defesa em chute de Érica. Dani respondeu à altura e quase deixou tudo igual aos seis em boa cobrança de falta.

A peleja foi seguindo nessa toada até os 29 minutos, momento em que a Portuguesa conseguiu um escanteio pela direita. A camisa 14 Thaís levantou na área e Samara, camisa 7 do CRESSPOM, tocou de cabeça contra o próprio patrimônio. Gol contra e tudo igual no marcador do Canindé.

O tento foi a injeção de ânimo que faltava para as rubro-verdes. Aos 35 minutos quase pintou o segundo em bola na trave da camisa 3 Letícia. Já aos 46 não teve jeito e a virada aconteceu. Num contra-ataque pela esquerda, a zaga visitante vacilou, a atacante Lu entrou na área e chutou cruzado. A camisa 12 Vó deu rebote e Bia, destaque do elenco, chutou pra virar o placar.



Érica, camisa 9 do time do Distrito Federal, foi muito bem marcada durante toda a partida


Momento exato em que Samara tocou de cabeça para marcar contra e deixar tudo igual no Canindé


Meio de campo bastante povoado. Destaque para a camisa 8 Ester, medalhista olímpica com a seleção brasileira em 2008


Início da jogada do segundo gol da Portuguesa

O placar final de Portuguesa 2-1 CRESSPOM foi merecido pela luta mostrada no segundo tempo e também por conta dos vários lances desperdiçados pelo time preto e amarelo. Com esse triunfo a Lusa virou líder com treze pontos, seis acima do terceiro colocado e com dois jogos ainda a serem realizados. Só um desastre fará as meninas da capital perderem a vaga na semi-final.

Fiquei de boa no restante da quarta-feira e voltei à ativa no feriado com direito a uma daquelas viagens clássicas do JP que há muito não se via. Teve Série D em dobro no cronograma com direito a mais dois times geniais na Lista numa jornada que lembrou muito os momentos de glória do blog.

Até lá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário