Procure no JP

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Santos vence o Independiente Santa Fe em ótimo jogo no Pacaembu

Texto e fotos: Fernando Martinez


Em meio a uma semana que foi turbulenta demais, consegui dar uma pausa na loucura pra colocar mais um time na Lista, mais precisamente o 653º. Fui ao estádio Paulo Machado de Carvalho ver o Santos enfrentar o genial Independiente Santa Fe, sonho de consumo há bastante tempo, em duelo válido pela Taça Libertadores da América.

Como hoje em dia é tudo chato e estamos na terra do "não pode", não rolou entrar como imprensa no Pacaembu, logo, tive que garantir meu ingresso na bilheteria. Na base da falência total, o lance foi pegar uma meia-entrada no tobogã. Não ia nesse setor há doze anos, desde o famoso Corinthians 5-1 Cianorte pela Copa do Brasil de 2005.

Esse foi o oitavo colombiano a fazer parte da minha Lista, além, claro, da seleção. Já queria ver o time de Bogotá desde que eles jogaram em Bragança Paulista pela Copa Conmebol de 1996. Desde então, eles só voltaram a se apresentar em São Paulo no ano passado contra o Corinthians. Como quem não é sócio-torcedor praticamente não tem como acompanhar o Mosqueteiro na Arena, fiquei de mãos abanando.


Visão geral do Pacaembu recebendo quase 30 mil pessoas para Santos x Independiente Santa Fe


Times entrando em campo

Por sorte, pouco mais de um ano depois o Expresso Vermelho retornou à capital para esse joguinho contra o Peixe. Falando em efemérides, há quatro anos não via uma peleja da Libertadores no Pacaembu (a última havia sido o Palmeiras x Tigre em 2013), algo natural já que o local nem é mais utilizado com frequência. 

Quase 30 mil presentes viram um duelo bem diferente do 0x0 da Colômbia na rodada anterior. A partida teve um primeiro tempo eletrizante e repleto de emoções. Logo aos três minutos a zaga visitante deu um auxílio luxuoso pro ataque local e Ricardo Oliveira abriu o marcador. Aos 32, Arango empatou, aos 33 Lucas Lima fez o segundo do Santos e aos 38 Perlaza deixou tudo igual novamente.

No tempo final o jogo ficou mais duro e sem tantas emoções. O que complicou tudo, pelo menos para quem estava fora da parte coberta, foi a chegada de uma inesperada chuva. Por volta dos 20 minutos a coisa ficou tão feia que fomos obrigados e nos abrigar na entrada abaixo do tobogã, sem nenhuma chance de ver o que acontecia em campo.


Início de ataque santista no primeiro tempo da partida


Boa defesa do arqueiro colombiano


Investida do Independiente no finalzinho do eletrizante tempo inicial

Nesse meio-tempo a chuva se transformou num dilúvio e o Peixe chegou ao terceiro gol através de Lucas Veríssimo aos 33 minutos. Sem nenhuma visão, o que nos restou foi apenas ouvir a torcida comemorando a nova vantagem no placar. Como não estava afim de me molhar, acabei me mandando por volta dos 35 minutos, antes da encharcada massa.

Com o resultado final de Santos 3-2 Independiente Santa Fe, o onze paulista é líder do Grupo 2 da Libertadores com oito pontos ganhos, enquanto os colombianos estão em terceiro com quarto. O vice-líder é o The Strongest com sete e o Sporting Cristal está na lanterninha. Espero que outras partidas da equipe do litoral sejam marcados para o velho estádio.

Até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário