Procure no JP

domingo, 14 de maio de 2017

Barcelona sofre empate no fim e não quebra jejum na Segundona

Texto e fotos: Fernando Martinez


A sexta rodada do Campeonato Paulista da Segunda Divisão teve início na noite de sexta-feira com um encontro de velhos conhecidos no Estádio José Liberatti. Em partida válida pelo Grupo 3, Osasco FC e Barcelona foram a campo com objetivos bastante distintos para o decorrer do certame, pelo menos nesse momento.

O onze osasquense luta cabeça a cabeça com Elosport, Primavera, Guarulhos e Itararé por um lugar na próxima fase, enquanto o Elefante, lanterna da chave, somava apenas um ponto em cinco jornadas e busca apenas fazer uma campanha digna. Nos dois compromissos anteriores do OFC em casa, uma vitória e uma derrota e ninguém do alvinegro admitia a hipótese de perder pontos para o último colocado.

Para essa peleja tive a companhia do Emerson, mas infelizmente o trânsito estava surreal (sete da noite de sexta-feira é um convite a chegar atrasado) e chegamos na cancha com a bola rolando. O Data Fernando informa que esse foi o 104º jogo do Barcelona Capela em todos os tempos e o 35º que contou com a minha presença. Também foi o nono confronto entre os dois rivais (o terceiro time que o Barcelona mais enfrentou até hoje, atrás de Jabaquara e Taboão da Serra) na história e até então total equilíbrio com dois triunfos para cada lado e quatro empates.

O pequeno público viu um leve equilíbrio no gramado e o Osasco FC tentando fazer aquela pressão por atuar em casa e o Barcelona se preocupando primeiro em se defender e só depois pensando em atacar. E foi num contra-ataque rápido aos 17 minutos que o onze visitante teve um pênalti marcado a seu favor.

John foi para a cobrança e colocou a pelota no ângulo direito do arqueiro local, deixando o Elefante em vantagem. No restante do tempo inicial os alvinegros não deram mais espaços ao Barcelona, porém o empate não aconteceu. No intervalo subi para as cabines do Liberatti e acompanhei dali o tempo final junto com o mago dos ingressos Ricardo Espina.


Barcelona atacando pela direita no primeiro tempo


Bela cobrança de pênalti de John no primeiro gol paulistano


Zaga do Osasco marcando em cima

O Osasco FC manteve a atitude ofensiva durante todo o segundo tempo, mas, diferente do que vimos contra o Primavera, o Barcelona conseguiu suportar a pressão e segurou sua vantagem com unhas e dentes. Perto do fim do tempo regulamentar o ímpeto local se intensificou.

Aos 44 minutos o goleiro Alexandre acabou fazendo um milagre num chute à queima-roupa e tudo indicava que o Barcelona iria quebrar o jejum de onze jogos sem vencer. Só que a arbitragem prorrogou o sofrimento visitante e deu seis minutos de acréscimo. No último ataque local, mais precisamente aos 50 minutos, o camisa 4 Vinícius acertou um belo chute de longe e deixou tudo igual.


Atletas espalhados pelo gramado do Rochdale


Vinícius cobrando falta a favor dos donos da casa


Bola alçada dentro da área visitante no fim do jogo

O placar final de Osasco FC 1-1 Barcelona fez com que os osasquenses caíssem para a sexta colocação do Grupo 3, agora com oito pontos e dois atrás dos seus quatro concorrentes diretos. O Elefante é o lanterna com dois e ainda buscando seu primeiro triunfo na Segundona.

O final de semana acabou nem tendo na programação nenhum jogo perdido, já que fui conferir apenas a minha primeira partida de Campeonato Brasileiro em quase três anos. Teve duelo de campeões estaduais na pauta.

Até lá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário