Procure no JP

segunda-feira, 17 de abril de 2017

São Bernardo joga muito bem e goleia o CAD no Baetão

Texto e fotos: Fernando Martinez


Fui da primeira a última divisão estadual num período de apenas duas horas no sábado passado. Após conferir de perto o empate entre Santo André e São Bento, retornei ao Baetão depois de um ano e meio para a estreia do São Bernardo como mandante no Campeonato Paulista da Segunda Divisão. O adversário foi um velho conhecido, o CA Diadema.

Não vi nenhum jogo do querido Bernô em 2016, temporada aonde o time realizou suas partidas no tradicional estádio aos sábados à tarde por conta da lendária e precária iluminação. No hexagonal final de 2015, o pessoal da arbitragem não aliviou e registrou devidamente a situação nas súmulas dos jogos do onze do ABC.

Quando a tabela desse ano foi desmembrada e vi que os jogos voltaram a ser marcados para as noites de sexta (somente esse primeiro foi marcado para um sábado), imaginei que a prefeitura finalmente tinha resolvido o problema. É, só que ao chegar no estádio vi que a "Boate Baetão" está mais atual do que nunca e a situação é exatamente a mesma de antigamente, em resumo, mais da metade dos refletores estão queimados.

Como não tenho como fazer nada para melhorar o problema, o lance mesmo é respirar fundo, tirar umas duzentas fotos para salvar umas dez ou doze e vida que segue. Você viu aqui no blog que o São Bernardo fez uma ótima estreia vencendo o Guarulhos pelo placar de 2x0. Jogando contra o CAD, que venceu o Barcelona no aperto, a expectativa era de uma boa apresentação do alvinegro.


Esporte Clube São Bernardo - São Bernardo do Campo/SP


Clube Atlético Diadema - Diadema/SP


Os capitães dos times junto ao árbitro André Luiz Cozzi, os assistentes Ítalo Magno Andrade e Givanildo Oliveira Felix e o quarto árbitro Givaldo Alves dos Santos

Os 354 pagantes - com certeza um bom público para os padrões locais - viram uma apresentação soberba do onze local. Os comandados de Ricardo Costa, técnico campeão da Segundona do ano passado com a Portuguesa Santista, mostraram um enorme poder ofensivo e foram muito, mas muito bem. O jogo foi melhor do que 80% das partidas que acompanhei in loco nas Séries A2 e A3.

O trio formado por Bessa, Romário e Felipe infernizou o setor defensivo do CAD e criou um sem número de oportunidades de gol. O time visitante teve a honra de criar a primeira chance da peleja com Jádson Negão aos três minutos, mas depois disso só deu Bernô. Romário quase marcou aos nove e aos onze Felipinho aproveitou rebote do goleiro João Pedro a abriu o marcador três minutos depois.

A partida seguiu com oportunidades de todos os tipos: de falta, em chute à queima-roupa, em chute de longe, em cabeçada, ou seja, um vasto cardápio. Por volta dos trinta minutos o time marcou mas o assistente anulou marcando impedimento. Já aos 38 não teve jeito e Romário avançou pelo campo de defesa, tocou na saída do camisa 1 diademense e fez o segundo tento.

O CAD resolveu se aventurar novamente no ataque nos minutos finais e teve seu melhor momento aos 45 minutos numa cobrança de falta que terminou com o goleiro Kaíque mandando para escanteio. Na cobrança, a bola sobrou para Lucas e ele chutou cruzado para fazer o gol do Diadema aos 46, último lance da etapa inicial.


Chegada do Bernô pela direita


Bola estufando as redes do CAD no primeiro gol da noite, marcado por Felipinho


Belo voo do goleiro diademense em cobrança de falta do time da casa


Escanteio pela direita cobrado pelo camisa 11 Bessa


Romário tocando para fazer o segundo gol do São Bernardo

No tempo final as boas vibrações do São Bernardo continuaram em ação e Felipinho fez o terceiro aos cinco minutos concluindo grande passe de Romário. Foi o quarto gol do atacante até aqui, o colocando como artilheiro isolado da competição. Aos 22 o camisa 7 retribuiu o presente e deixou Romário na cara do gol para transformar o triunfo em goleada.

Esse gol sossegou os donos da casa e o CAD até se arriscou mais no ataque, obrigando Kaíque a fazer duas boas defesas. Mesmo jogando na boa, o placar poderia ter sido ainda mais elástico caso os atacantes do alvinegro tivessem acertado o pé até o apito final. Um 6x1 não teria sido nenhum exagero.



Duas jogadas pela esquerda no forte ataque do São Bernardo


CAD tentando sair pro jogo... só que a derrota já estava consumada

No fim, o jogo terminou em São Bernardo 4-1 CA Diadema. Foi a segunda vitória do Cachorrão em duas rodadas da última divisão. Ainda falta uma eternidade para a competição chegar ao seu final, porém é fato que o time começou muito bem a luta por um lugar na A3 de 2018. A equipe é líder do Grupo 3 junto com o Itararé.

Voltei para casa ainda com tempo de ver parte da jornada inicial dos playoffs da NBA antes de pegar no sono pensando na rodada dupla do domingo. Teve recorde histórico sendo quebrado no Nicolau Alayon.

Até lá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário