Procure no JP

segunda-feira, 10 de abril de 2017

Nacional vence na gloriosa conclusão do Projeto 40 2017

Texto e fotos: Fernando Martinez


Foram 70 dias, sete semanas completas, catorze estádios visitados em doze cidades diferentes e total de 32 partidas, mas a edição 2017 do Projeto 40 chegou ao fim na manhã do último sábado no mesmo lugar aonde o projeto começou, o Estádio Nicolau Alayon. Em jogo decisivo do Campeonato Paulista da Série A3, o Nacional recebeu o São Carlos, a última figurinha do álbum, precisando (muito) da vitória.

Desde 2013 o blog provavelmente é o único local aonde existem coberturas in loco de todos os participantes das Séries A2 e A3. É uma forma de registrar a história e também de mostrar profundo respeito ao futebol das divisões de acesso. Hoje em dia até pinta alguma cobertura da "grande mídia" nesses certames, infelizmente ainda muito esporádica e pontual. Aqui no Jogos Perdidos, esse é o sentimento oficial que eu carrego com orgulho desde 2004.


Nacional Atlético Clube - São Paulo/SP


São Carlos Futebol Ltda. - São Carlos/SP


Os capitães dos times junto com o árbitro gente finíssima que faz a sua despedida dos gramados em 2017 José Roberto Marques, os assistentes Leonardo Tadeu Pedro e Fausto Augusto Moretti e o quarto árbitro Rodrigo Santos

Vindo de duas derrotas e fora do G8, o onze ferroviário ficou dependendo de duas vitórias nos seus dois últimos compromissos para se garantir nas quartas-de-final sem depender de ninguém. O Data Fernando também informa que nos cinco confrontos entre os dois na história, dois triunfos paulistanos, dois empates (um deles, o dramático 3x3 pela A3 de 2008, teve cobertura do blog) e uma vitória do São Carlos.

Durante essa primeira fase do certame consegui assistir todos os jogos do Nacional dentro de casa, então posso dizer seguramente que foi a melhor apresentação do onze paulistano no seu estádio. Mesmo jogando contra um adversário difícil e que estava há doze rodadas no G8, os locais foram melhores durante os 90 minutos.

Jogando praticamente dentro do campo visitante, os locais abriram o marcador aos 17 minutos quando Léo Castro avançou pela esquerda e tocou por cima do goleiro Leandro. Atrás no placar, o São Carlos até tentou equilibrar as ações, só que foi o Nacional quem teve uma nova chance aguda que terminou com a bola batendo na trave. No intervalo, o time da capital tinha a vantagem.


Nacional atacando pela esquerda e a firme marcação da zaga do São Carlos


Chance pelo alto a favor do onze visitante



Léo Castro tocando por cima do goleiro e saindo para comemorar o gol que abriu a vitória nacionalina


O setor defensivo local conseguiu neutralizar as investidas adversárias durante grande parte do tempo

No tempo final a partida continuou bastante movimentada e o escrete são-carlense passou a dar mais trabalho à zaga local. Não que isso tenha significado algum problema, já que o setor defensivo do Nacional atuou de forma precisa. Já os comandados de Tuca Guimarães levavam muito perigo nos contra-ataques.

Apesar de ter bons momentos, o Naça só conseguiu ampliar o placar aos 41 minutos, novamente com Léo Castro. Ele recebeu passe entre os zagueiros, que pararam pedindo impedimento, invadiu a área e chutou no canto do goleiro visitante. Dois minutos depois o São Carlos fez o gol de honra em cabeçada de Carlos, mas a vitória local já estava garantida.


Bola alçada dentro da área do time ferroviário 


Hayllan, um dos destaque da manhã, atacando pela direita


Léo Castro toca na saída de Leandro para fazer o segundo dele e do Nacional

O placar final de Nacional 2-1 São Carlos colocou os ferroviários na dependência apenas de um triunfo contra o lanterna Catanduvense para ficarem entre os oito classificados. Já a Águia precisa vencer o São José FC em casa e torcer por derrotas de uma dessas equipes: o próprio Nacional, Rio Branco, Desportivo Brasil e Portuguesa Santista.

Com o Projeto 40 devidamente finalizado (claro, com muito da A2 e da A3 ainda para ser mostrado por aqui), dei um tempo da "primeira divisão" estadual na sessão da tarde de sábado. Na pauta, a primeira cobertura da GENIAL Segundona Paulista, sem dúvida o campeonato mais legal realizado por essas bandas.

Até lá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário