Procure no JP

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

O líder São Caetano faz mais uma vitima na Série A2

Texto e fotos: Fernando Martinez


Ufa! Para fechar o sexto dia seguido perambulando pelas divisões de acesso, a noite da segunda-feira reservou o encontro entre o São Caetano e o genial Velo Clube, time 19 a entrar pro álbum do Projeto 40 em 2017. No gramado do Estádio Anacleto Campanella, o Azulão buscava voltar à liderança do Campeonato Paulista da Série A2.

Nos quatro jogos realizados pelo time do ABC até então, foram conquistadas três vitórias e um empate. Sem dúvida um grande início de campeonato, assim como aconteceu em 2015 e 2016. O problema é que todos sabem o que aconteceu nesses anos, então, apesar do bom futebol apresentado, melhor esperar um pouco mais para rolar uma empolgação maior. Já o Velo estava na sexta colocação antes dessa peleja na Grande São Paulo com seis pontos em três compromissos.


Associação Desportiva São Caetano - São Caetano do Sul/SP


Associação Esportiva Velo Clube Rioclarense - Rio Claro/SP


Capitães dos times junto ao quarteto de arbitragem com a presença de Márcio Henrique de Gois, Risser Jarussi Corrêa, Vladimir Nunes da Silva e Daniel Carfora Sottile

Como estava na hora do rush, acabei resolvendo seguir até São Caetano do Sul junto com o amigo Luiz Fôlego de carro a partir do Metrô Ana Rosa. Fizemos o trajeto de boa, sem problemas e faltando meia hora para o apito inicial já estava devidamente credenciado dentro de campo.

Me postei no ataque local, mas o primeiro grande momento da noite aconteceu do outro lado do campo. Eram decorridos nove minutos quando Leandrinho acertou um tirambaço sem pulo quase da intermediária, colocando a pelota no canto direito de Lucas Frigeri sem nenhuma chance de defesa. Um gol maiúsculo e Velo 1x0!

É, só que não deu nem tempo dos velistas comemorarem direito, pois no lance seguinte aconteceu o empate. Alex Reinaldo cobrou falta, o goleiro João Paulo não segurou e Elias se aproveitou meio sem jeito do rebote e igualou o placar. A partida começou de uma forma sensacional.

O São Caetano se inflamou com o gol e passou a mostrar o futebol que o levou à liderança. Porém apesar de atacar bastante, o marcador não foi mais alterado durante o tempo inicial. Como de praxe, aproveitei o intervalo e fui fazer as fotos direto da arquibancada no segundo tempo.


Zaga do Velo mandando a bola pra longe da área


Chute do Azulão pela esquerda do seu ataque


Jogada ríspida dentro da área do Velo no primeiro tempo


Escanteio a favor do Azulão e bola cortada pela zaga

Os últimos 45 minutos foram todos do time da casa. O rápido ataque local junto com o forte meio de campo infernizou a zaga do Velo e a virada era questão de tempo. O fato foi consumado aos 19 minutos após Paulo Vinícius invadir a área e chutar forte. Outra vez o arqueiro rio-clarense deu rebote e Ermínio apareceu livre para completar.

O Velo não conseguia achar uma forma de parar o setor ofensivo local e o Azulão fechou mais um triunfo na A2 com um belo gol do camisa 18 Carlão aos 34 minutos. Foi a segunda vez que fui ao Anacleto Campanella nesse certame e a segunda vez que assisti uma grande apresentação do time do ABC.


Troca de passes pelo lado esquerdo do ataque local


Boa investida pela direita


Lance do terceiro gol do São Caetano marcado por Carlão

O placar final de São Caetano 3-1 Velo Clube recolocou o vice-campeão da Libertadores de 2002 na liderança da Série A2 após cinco rodadas disputadas com treze pontos, dois à frente do Água Santa. Mais uma vez o time está entre os favoritos ao acesso em 2018. Com o revés, o time de Rio Claro caiu para a sétima colocação.

Na saída do estádio não teve chabu dessa vez, já que retornei para São Paulo com uma carona do cidadão-modelo da cidade de Salto, o grande seu Natal. Finalizada minha sequência de seis jogos em seis dias seguidos, passei a terça na base de um merecido descanso. Voltei à ativa na quarta-feira com partida em campo neutro no interior.

Até lá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário