Procure no JP

terça-feira, 21 de junho de 2016

Jogo fraco e placar em branco para Audax e Espírito Santo

Texto e fotos: Fernando Martinez


O último final de semana foi bastante complicado e para variar um pouco, o futebol ajudou a segurar a onda com uma sessão vespertina no domingo com direito a time novo na Lista. Pelo Campeonato Brasileiro da Série D, um duelo de vice-campeões estaduais em Osasco: Audax e Espírito Santo FC, esse o 634º time que vi em todos os tempos.

A CBF teve um acerto e um erro absurdo na hora de organizar a última divisão do nacional nesse ano. Acertou em aumentar o número de participantes - 40 para 68 - mas errou em alterar a fórmula. De longe esse é o pior formato para um campeonato, afinal, os times estão divididos em 17 chaves com quatro clubes cada aonde apenas dois se classificam. Ou seja, vários deles disputarão apenas seis jogos (!) em 45 dias, algo estúpido demais numa época em que todos clamam por um calendário mais decente.


Grêmio Osasco Audax Esporte Clube - Osasco/SP


Espírito Santo Futebol Clube - Vitória/ES


O árbitro catarinense Eduardo Cordeiro Guimarães, os assistentes paulistas Ricardo Pavanelli Lanutto e Luiz Alberto Nogueira e o quarto árbitro também paulista Rodrigo Gomes Domingues posam junto aos capitães dos times

O grupo A13 também conta com Caldense e Boavista e na rodada inicial o onze paulista empatou fora de casa contra o Verdão de Saquarema e o Santão perdeu para a Veterana. Não esperava muito para a peleja, ainda mais sabendo que aquele Audax vice-campeão paulista não existe mais. As expectativas se confirmaram e a partida foi bastante abaixo da média.

O time osasquense teve a rigor duas boas oportunidades de gol no tempo inicial. A primeira com Léo Bahia em belíssima cobrança de falta que teve defesa difícil de Alan Faria e a segunda em bola que tirou tinta da trave esquerda. Após esses lances, o jogo ficou embolado no meio de campo e sem nenhuma emoção.


Bola que tirou tinta da trave de Alan Faria


Agora o arqueiro capixaba fazendo bela defesa e impedindo o primeiro gol do Audax no certame


Ataque osasquense pela direita

No tempo final o Espírito Santo melhorou e chegou perto da vitória com Joabe acertando a trave em cobrança de falta. O Audax nada fez, só que no último lance da tarde/noite teve a chance de ouro de conquistar sua primeira vitória com um lance pela direita, que terminou com uma péssima finalização mesmo com o goleiro capixaba batido.


Momento para ginástica dentro da área do Espírito Santo


Ataque aéreo a favor dos locais


O melhor lance do tempo final foi a aparição da lua... sem dúvida nenhuma

No fim, o marcador ficou em Audax 0-0 Espírito Santo, um resultado ruim para os paulistas, que permanecem sem vencer na competição e sem marcarem nenhum gol. O próximo compromisso da equipe será no próximo final de semana contra a Caldense fora de casa. Além disso, foi minha nona partida com placar em branco até aqui em 2016, um recorde negativo.

Como a vida tem sido complicada por essas bandas, nada melhor do que esfriar a mufla com aquele sempre bem vindo Dia do Gordo com a rapaziada que foi ao Liberatti depois do futebol. Ficamos um bom tempo num shopping da região com aquela confraternização marota de sempre. Faz um bem imensurável.

Até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário