Procure no JP

quinta-feira, 31 de março de 2016

Tigre do Vale dá passo importante na luta contra o rebaixamento


Ontem rolou a quarta viagem em sete dias no insano sprint final da edição 2016 do Projeto 40. Mesmo muito cansado segui pela segunda vez num espaço de pouco mais de 72 horas até a cidade de São José dos Campos para o confronto entre São José FC e Catanduvense no Estádio Martins Pereira, na penúltima rodada da fase inicial do Campeonato Paulista da Série A3.

Diferente da apreensão provocada pelo feriado, dessa vez a previsão era de sossego na ida e na volta. Felizmente tudo se confirmou e não tive o menor problema para colocar os times de número 38 e 39 na lista. O único senão foi a chuva que caiu forte durante grande parte da peleja, principalmente na hora das fotos oficiais.


São José dos Campos FC - São José dos Campos/SP. Foto: Fernando Martinez.


G Catanduvense de F - Catanduva/SP. Foto: Fernando Martinez.


Capitães dos times junto com o quarteto de arbitragem designado para a partida: Daniel Bernardes Serrano, Edislandio Nunes Bernardo, Fernando Luis Raveli e Willer Fulgêncio Santos. Foto: Fernando Martinez.

Enquanto os locais suam sangue na luta contra o rebaixamento, a Bruxa faz uma grande campanha após a queda de 2015 e já estava garantida na segunda fase com a derrota do Grêmio Osasco para o Flamengo na parte da tarde. O onze de Catanduva teve uma incrível sequência de 16 partidas sem perder e viu a histórica marca ser quebrada apenas no domingo passado com a derrota sofrida para o Olímpia.

Uma multidão de 46 pagantes presenciou um jogo aonde os papéis se inverteram e o São José FC foi muito melhor. Talvez acomodado pelo fato de ter conquistado a vaga antecipada horas antes, o Grêmio não chegou nem perto de mostrar o futebol que o colocou entre os oito melhores do certame no decorrer de fevereiro e março.

O negócio foi tão tranquilo a favor dos locais que o marcador foi aberto logo aos 40 segundos com o gol de Alisson. O 1x0 não sossegou os atletas do time da casa e durante todo o tempo inicial o Tigre criou ótimas chances para ampliar. O Catanduvense só passava do meio-campo em raros contra-ataques.


O setor defensivo do Catanduvense teve enorme trabalho pra marcar o ataque local. Foto: Fernando Martinez.


Disputa de bola pelo alto. Foto: Fernando Martinez.


Grande chance de gol a favor do São José FC, mas o goleiro do Grêmio fez a defesa. Foto: Fernando Martinez.

Na virada do primeiro para o segundo tempo a chuva finalmente parou e eu fui para o gramado. Dali assisti um jogo com o mesmo cenário de domínio total do São José FC. Aos três minutos Iago teve a chance de fazer o segundo em cobrança de pênalti, mas o camisa 9 desperdiçou. Aos sete não teve jeito, e Murilo ampliou a vantagem.


Aos três do tempo final Iago perdeu pênalti e não fez o segundo do Tigre. Foto: Fernando Martinez.


Intervenção segura da zaga joseense. Foto: Fernando Martinez.


Rara chegada do Catanduvense dentro da área local no tempo final. Foto: Fernando Martinez.

Apesar de todo esse domínio a equipe do Vale não foi capaz de aumentar o marcador, porém isso nem importou. O placar final de São José FC 2-0 Catanduvense tirou o time da zona de rebaixamento faltando uma rodada para o final da fase. O ex-Joseense joga por um empate contra o já classificado Nacional em São Paulo para não parar na Segundona em 2017.

A última rodada da fase inicial da A3 será realizada no próximo domingo e, como sempre acontece, a conclusão do Projeto 40 ficou para o último momento. Resta torcer para não rolar nenhum imprevisto de última hora e o cronograma ser fechado com sucesso. Falta um só!

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário