Procure no JP

sexta-feira, 18 de março de 2016

Rio Preto vacila e é derrotado pelo Flamengo em Guarulhos


No meio da semana o Projeto 40 continuou com a inclusão do 12º time do Campeonato Paulista da Série A3 na coleção, o 28º no total, o Rio Preto. O Jacaré, atual terceiro colocado da competição, visitou o ainda invicto Flamengo de Guarulhos pela 14ª rodada da competição num daqueles famosos jogos de seis pontos.

Assisti três compromissos do Corvo na atual edição da A3 - 1x0 contra o Olímpia, 0x0 contra a Matonense e 2x2 contra o Primavera - e posso dizer sem medo que em nenhuma delas o futebol apresentado me encheu os olhos. Pelo contrário, nas três vezes achei que o time deixou bastante a desejar. Contra um dos principais nomes da competição, esperava que o rubro-negro finalmente desencantasse.


AA Flamengo - Guarulhos/SP. Foto: Fernando Martinez.


Rio Preto EC - São José do Rio Preto/SP. Foto: Fernando Martinez.


Quarteto de arbitragem designado para a partida com Edson Reis Pavani Junior, Sandro Rogério Barroso, Paulo Márcio Carmo Hergesel e Rafael de Araujo Pereira e os capitães dos times. Foto: Fernando Martinez.

A esperança se transformou em desânimo durante o decorrer da partida. O Rio Preto foi superior ao time gurarulhense durante a maior parte do tempo, e não marcou apenas por falta de competência nas finalizações e também pela participação sempre precisa do goleiro Wágner, de longe o maior nome do Flamengo em 2016.

Marcelo Vilella foi o primeiro a assustar a torcida local aos dez minutos, quando chutou firme e Igor Prado apareceu para salvar em cima da linha. Aos 25 Wágner fez brilhante defesa em chute de Jonatas. Quatro minutos depois rolou uma confusão enorme entre os jogadores e cada equipe teve um expulso, Tom pelo Fla e Caio pelo Rio Preto.

Fechando as emoções do tempo inicial, aos 45 novamente Jonatas assustou os locais ao cobrar falta que bateu na trave. O primeiro tempo terminou com o placar em branco. Como a fênix $eu Natal estava nas arquibancadas subi para acompanhar o segundo tempo junto ao desaparecido amigo.


Zagueiro do Jacaré fazendo careta e afastando a bola em ataque do Corvo. Foto: Fernando Martinez.


O goleiro Wágner, maior nome do Fla nessa A3, cortando cruzamento dentro da área. Foto: Fernando Martinez.


Discussão, tapas e muito empurra-empurra no primeiro tempo de Fla x Rio Preto. Foto: Fernando Martinez.


Disputa de bola no meio de campo. Foto: Fernando Martinez.

Nada mudou no tempo final e o onze local continuou sendo dominado pelo time visitante. Aos dez minutos Ermínio, o artilheiro da A3 até aqui, e Jonatas quase abriram o marcador. O número de chances de gol deu uma diminuída após esse lance, porém o Jacaré fazia uma segura apresentação e parecia que levaria pelo menos um ponto para São José do Rio Preto.

Só que se o Flamengo teve uma virtude na tarde de quarta-feira foi o fato do time não desistir até o último momento. Quando o empate era praticamente certo, o Corvo conseguiu chegar ao tento da vitória aos 46 minutos através de Juarez, atleta que havia entrado em campo aos 36. O gol foi um enorme castigo para o time visitante e seu rol de oportunidades desperdiçadas durante toda a partida.


Zaga flamenguista cortando cruzamento. Foto: Fernando Martinez.


O Rio Preto criou uma série de chances de gol, mas foi castigado no fim da peleja. Foto: Fernando Martinez.

O placar final de Flamengo 1-0 Rio Preto manteve o onze da Grande São Paulo invicto - sete vitórias e sete empates - e na quarta colocação da competição com 28 pontos, empatado com o próprio Jacaré e o São Carlos. O Atibaia é o líder, mais isolado do que nunca, com 32 pontos. Faltam agora cinco rodadas para o final da primeira fase e esses quatro times já podem começar a pensar na etapa decisiva do certame.

Da minha parte, futebol só no final de semana. O cronograma reserva uma rodada dupla no sábado e um jogo GENIAL e raríssimo por essas bandas na tarde do domingo. Vai ser legal demais.

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário