Procure no JP

segunda-feira, 7 de março de 2016

Juventus e Mirassol ficam no zero em jogo ruim na Javari


Na sequência do Projeto 40, na manhã do domingo fui até o calorento Estádio Conde Rodolfo Crespi para o encontro entre Juventus e Mirassol, o 23º time a entrar para a listinha, pela 11ª rodada da primeira fase do Campeonato Paulista da Série A2. Jogo com times em situações bem distintas na competição.



Clube Atlético Juventus e Mirassol Futebol Clube posados antes do jogo válido pela 11ª rodada da fase inicial da A2 2016. Fotos: Fernando Martinez.


Capitães dos times junto com o árbitro Maurício Antônio Fioretti, os assistentes Márcio Dias dos Santos e Denis Antonio Mistrelo e o quarto árbitro João Marcos Giovanelli. Foto: Fernando Martinez.

O time interiorano briga pela liderança desde o começo da primeira fase e certamente, podem me cobrar, estará entre os oito classificados que disputarão o acesso direto para a A1 em 2017. Já os grenás fazem um campeonato de altos e baixos - atualmente mais baixos do que altos - e esperavam quebrar a série de cinco compromissos sem nenhum triunfo diante da sua torcida.

Para variar o público foi bom, só que os mais de 2500 pagantes viram uma peleja bem mais ou menos, com poucos momentos realmente dignos de registro. No primeiro tempo, apenas uma grande chance e ela foi a favor dos donos da casa. Aos 18 minutos a pelota foi alçada na área e Derli cabeceou na trave. Tirando isso e o fortíssimo calor, nada mais.


Escanteio para o Juventus no começo da partida. Foto: Fernando Martinez.


Zaga do Mirassol cortando bola levantada na área. Foto: Fernando Martinez.


Troca de passes no ataque paulistano. Foto: Fernando Martinez.

No tempo final, os times melhoraram um tiquinho, porém nada assim que possa dizer "meu Deus, que jogo sensacional". Nathan fez o favor de perder um gol feito para os locais nos primeiros minutos e apesar de ter mais posse de bola, o time paulistano pecou demais no toque final e não foi capaz de vencer a meta defendida pelo goleiro Édson.

Perto do fim da partida o Leão da Alta Araraquarense finalmente melhorou e deu relativo trabalho ao goleiro André Dias, mais uma vez o maior nome juventino durante os 90 minutos. Passada metade da fase inicial, o camisa 1 é com certeza o destaque do Juventus nessa A2.


Gol feito perdido por atleta grená no tempo final da partida. Foto: Fernando Martinez.


Mais uma jogada aérea do time juventino. Foto: Fernando Martinez.


Zagueiro do Leão protegendo a pelota. Foto: Fernando Martinez.

No fim, acabei vendo meu segundo jogo sem gols em 2016: Juventus 0-0 Mirassol. O onze amarelo agora soma 21 pontos e é terceiro colocado, enquanto o escrete da capital soma catorze e permanece na 13ª posição, perigosamente perto da zona de rebaixamento.

O Projeto 40 terá continuidade na noite da segunda-feira com encontro inédito em partidas oficiais no Canindé. Um daqueles duelos geniais em que não podemos ficar de fora.

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário