Procure no JP

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Ferroviária estreia com vitória no Brasileiro Feminino


Antes do início das divisões de acesso do estadual, rolou um "esquenta" no meio de semana com um joguinho do sempre legal Campeonato Brasileiro Feminino, certame que a partir desse ano será disputado no primeiro semestre. O Estádio Osvaldo Teixeira Duarte foi palco do encontro entre a Portuguesa e a Ferroviária, atual campeã da Libertadores, na segunda rodada do Grupo 1, que também conta com Santos, Iranduba/AM e Tiradentes/PI.

Essa foi a primeira atuação do time de Araraquara na competição, e as meninas grenás querem o segundo título - o primeiro foi conquistado em 2014 - na história do nacional. Apesar de todas as dificuldades, a Portuguesa continua firme e forte com sua equipe feminina e sonhava com pelo menos um empate nessa peleja. Na estreia, a equipe foi derrotada pelo alvinegro da Vila Belmiro atuando fora de casa.


A Portuguesa de D (feminino) - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


A Ferroviária de E (feminino) - Araraquara/SP. Foto: Fernando Martinez.


O quarteto de arbitragem composto por Regildenia de Holanda Moura, Marcela de Almeida Silva, Fabrini Bevilaqua Costa e Adeli Mara Monteiro posando para o JP junto com as capitãs dos times. Foto: Fernando Martinez.

Diferente do que eu esperava, até que o Canindé recebeu um público razoável (para os padrões do futebol feminino, claro), e entre os torcedores de ambos os times marcaram presença os amigos Mílton, Cosme, Pucci, Colucci e Ricardo Espina, o mago dos ingressos. Dentro de campo, nenhuma surpresa.

Apesar de tentar fazer aquela pressão e ficar mais tempo com a bola nos pés, o forte elenco da Ferroviária se deu melhor do que o esforçado onze lusitano. A primeira chance de gol porém, foi das donas da casa aos 16 minutos. No lance, rolou bola na trave que rebateu em cima da linha. Foi a maior oportunidade local em toda a partida.


Defensora lusitana pouco antes de mandar a bola na arquibancada. Foto: Fernando Martinez.


Pelota solitária dentro da área local. Foto: Fernando Martinez.


Comemoração de Patrícia no segundo gol da Ferroviária. Foto: Fernando Martinez. 

Aos 23 as visitantes abriram o marcador através da camisa 6 Isabela Queiroz, que completou de cabeça um bom cruzamento da esquerda. Quatro minutos depois Patrícia ampliou, fazendo o tempo inicial terminar em 0x2. Por sorte consegui permanecer em campo, já que o temporal que rondou o Canindé foi direto da Zona Norte para a Zona Leste, sem passar pelo estádio.

No tempo final a Ferroviária voltou na boa e segurando a vantagem. A Portuguesa tentou muito mas não foi capaz de assustar. Num contra-ataque primoroso aos 32 minutos, a camisa 10 Rafaela fez o terceiro das visitantes. Cinco minutos depois Aline fez o gol de honra do escrete paulistano.


Boa oportunidade para o time grená, que jogou de laranja, fazer o terceiro. Foto: Fernando Martinez.


Atacante visitante encarando a marcação paulistana. Foto: Fernando Martinez.


Tentativa de drible na esquerda do ataque da Portuguesa. Foto: Fernando Martinez.


Aline, camisa 11 rubro-verde, subindo sozinha dentro da área araraquarense. Foto: Fernando Martinez.

No fim, deu a lógica: Portuguesa 1-3 Ferroviária. Enquanto a Lusa emplacou seu segundo sem vitória, a AFE já marcou três pontos na difícil disputa do Grupo 1. Nessa chave dá para cravar que três clubes disputam diretamente as duas vagas na segunda fase.

O pós-jogo, como sempre, foi ótimo com todo mundo indo fazer uma boquinha numa lanchonete pertinho do Canindé. O papo baseado principalmente no início da A2 e A3 paulistas seguiu até horas da noite, algo que sempre faz um bem danado.

Até a próxima!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário