Procure no JP

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Tudo igual entre Bernô e Inter de Bebedouro no Baetão


Na noite da última sexta-feira o Blog do Fernando Jogos Perdidos iniciou a cobertura da decisiva fase do Campeonato Paulista da Segunda Divisão em outra jornada noturna no Baetão. Em campo, os dois vencedores da primeira rodada do Grupo 4 buscando a liderança isolada: São Bernardo x Internacional de Bebedouro.

Antes de qualquer coisa vale dizer que essa foi uma partida histórica. Há 22 anos o alvinegro não atuava como mandante numa fase direta de acesso no estadual. A última vez que a equipe participou de uma etapa assim havia sido em 1993 no quadrangular decisivo da terceira divisão daquele ano, junto com o campeão Jabaquara, o falecido Estrela de Porto Feliz, e por coincidência, a gloriosa Internacional alvirrubra.

Voltando a 2015, Bernô e Lobo terminaram a primeira fase com a segunda colocação das suas chaves e venceram na estreia da etapa decisiva da última divisão estadual. O time do ABC foi até Bauru e derrotou o Noroeste pela contagem mínima e o onze alvirrubro - jogando para quase três mil pagantes - fez 3x2 no Fernandópolis.


EC São Bernardo - São Bernardo do Campo/SP. Foto: Fernando Martinez.


AA Internacional - Bebedouro/SP. Foto: Fernando Martinez.


Capitães dos times junto com o quarteto de arbitragem formado por Norberto Luciano da Silveira, Vitor Carmona Metestaine, Patricia Carla de Oliveira e Rodrigo Santos. Foto: Fernando Martinez.

O Data Fernando informa que essa peleja foi a sétima entre bernardenses e bebedourenses em todos os tempos. O retrospecto mostra um completo equilíbrio, com dois triunfos para cada lado e dois empates. Um desses confrontos teve cobertura do JP: 1x1 em 9 de agosto de 2014 também em São Bernardo do Campo.

Falando em Baetão, vale registrar que o estádio está cada vez mais parecido com uma boate por conta da péssima iluminação. Dos 72 refletores presentes nos seis postes, apenas 35 estão funcionando, menos da metade. Tudo bem que a prefeitura local só tem olhos para o Tigre, mas a rapaziada podia fazer valer o gordo salário que recebem para resolverem isso, né? A situação atrapalha atletas, imprensa e torcedores e é fato que demorou demais para ser solucionada.

Em meio ao breu o jogo começou recheado de expectativa. E foi o São Bernardo quem correspondeu jogando o fino a bola durante todo o primeiro tempo. O time não deu espaços ao onze visitante e foi bastante superior ao seu adversário. Reestreando no Bernô depois de três anos, o camisa 10 Chuck foi bem e armou a maior parte das jogadas de ataque.

Assim como aconteceu em Bauru, foi o atacante Washington quem abriu o marcador para o São Bernardo. Depois de bate-rebate na área visitante, a pelota sobrou para o camisa 9 na esquerda. Ele acertou um tirambaço de primeira, não dando a menor chance para o goleiro Vinícius. Eram decorridos 23 minutos de peleja.

No restante da etapa inicial o time da casa continuou ocupando o campo defensivo alvirrubro e perdeu boas chances para ampliar a vantagem. Por sorte, a Internacional conseguiu ir para os vestiários perdendo apenas pela contagem mínima.


Chute de longe a favor do Bernô. Foto: Fernando Martinez.


Jogada no meio-campo. Foto: Fernando Martinez.


Vinícius sai do gol para cortar cruzamento. Foto: Fernando Martinez.


Ataque do Bernô pela esquerda. Foto: Fernando Martinez.


Boa trama do ataque local no fim do primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

Pinho, o vitorioso técnico do time visitante, arrepiou seus jogadores no intervalo e a Inter voltou outra para o tempo final. Tudo bem, o time quase sofreu o segundo nos primeiros minutos depois de um vacilo incrível de Vinícius, mas essa foi a única chance local durante um bom tempo.

Aos nove minutos, na primeira real oportunidade do Lobo no jogo, Róbson recebeu ótimo lançamento e surgiu livre na entrada da área. Brenno defendeu o primeiro chute, mas o rebote caiu novamente nos pés do camisa 11, que tocou tranquilamente para dentro do gol vazio.

O Bernô sentiu demais o golpe e então foi a vez da Internacional tomar conta do jogo, criando um sem número de boas oportunidades. A equipe atacou em peso e obrigou Brenno a trabalhar incansavelmente. O time do ABC não tinha mais forças para chegar ao ataque e viu o time visitante chegar muito perto da virada.

Somente nos últimos minutos da peleja o onze local voltou a se aventurar no campo de ataque, muito por conta do natural recuo alvirrubro pensando em segurar a igualdade. Aos 45 minutos o árbitro não marcou um pênalti a favor do Bernô e no último lance Washington teve nós pés a maior chance de vitória para os donos da casa, mas o camisa 9 não conseguiu concluir.


Zaga do time do ABC roubando a bola do ataque do Lobo. Foto: Fernando Martinez.


Bola alçada na área visitante. Foto: Fernando Martinez.


Brenno mostrando serviço em investida da Inter. Foto: Fernando Martinez.


São Bernardo se mandando para o ataque no fim do jogo. Foto: Fernando Martinez.


Lance do pênalti não marcado a favor do time da casa. Foto: Fernando Martinez.

No final, ninguém foi dono de ninguém e o São Bernardo 1-1 Inter de Bebedouro deixou as duas equipes ainda ocupando o G2 do Grupo 4 da Segundona Paulista com quatro pontos cada. O Fernandópolis tem três, o Manthiqueira dois e Noroeste e Lemense apenas um. Na próxima rodada o alvinegro visita o time de Leme e o Lobo recebe o Norusca, lembrando que ainda faltam oito partidas para a definição de quem serão os promovidos para a A3 em 2016.

Tirei o sábado para uma sessão preguiça bastante importante, e o futebol voltou na escaldante tarde de domingo com a primeira decisão do Paulista Feminino.

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário