Procure no JP

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Nacional continua com 100% de aproveitamento na Copa Paulista


Desde que acompanhei a final da Copa Paulista em 2013 - um 0x0 entre São Bernardo FC contra o ainda paulistano Audax - passei exatamente 630 dias e uma temporada inteira sem assistir um jogo sequer dessa competição. O meu jejum pessoal acabou no último sábado com o confronto entre Nacional e Grêmio Osasco Audax no Estádio Nicolau Alayon, valendo pelo Grupo 4.

Vários fatores me deixaram longe das coberturas do torneio, um deles a enorme falta de apelo do mesmo. Enquanto a FPF premiava o campeão com uma vaga na última divisão do Brasileiro tudo bem, mas quando isso deixou de existir a outrora animada copa estadual perdeu quase todo seu apelo. Dei uma desencanada forte e confesso que só voltei a acompanhar agora por causa da participação do querido time ferroviário após sete anos de ausência.


Nacional AC - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


Grêmio E Osasco Audax - Osasco/SP. Foto: Fernando Martinez.

Para a alegria da coletividade nacionalina, o NAC é o maior destaque do certame por conta de suas três vitórias seguidas, duas delas fora de casa. Esse é o melhor início do clube da Barra Funda num campeonato profissional desde a Copa Estado de São Paulo de 2002. Jogar contra o onze osasquense, vice-líder da chave e ainda invicto, era a verdadeira prova de fogo (alô Wanderléa) para a equipe.

E o bom público que foi á Comendador Souza viu mais uma grande apresentação dos donos da casa, talvez a melhor até aqui. O Audax até tentou impor uma pressão nos minutos iniciais, só que a boa atuação da zaga local neutralizou todas as investidas osasquenses.

Já o ataque do Nacional foi responsável por várias chances de gol contra o gol defendido por Sidão. As oito minutos Piraju marcou o primeiro chutando da pequena área depois de receber passe de cabeça. O 1x0 deu mais tranquilidade para os locais, que atuaram esbanjando categoria, enchendo de esperança a sua torcida.

O marcador foi ampliado aos 42 minutos depois de uma bela jogada pela esquerda. Gindre avançou e tocou para o meio da área. O camisa 10 Emerson apareceu livre na marca da cal e chutou forte para fazer o segundo. No intervalo o marcador mostrava uma boa vantagem por 2x0.



Piraju chutando para abrir o marcador no Nicolau Alayon e depois comemorando seu terceiro gol na Copa Paulista. Fotos: Fernando Martinez.


O setor defensivo do Audax sofreu com o ataque nacionalino. Foto: Fernando Martinez.


Ataque local pela esquerda. Foto: Fernando Martinez.


Jogada de Gindre que original o segundo gol dos donos da casa. Foto: Fernando Martinez.

No tempo final o domínio nacionalino foi ainda maior. Aos sete minutos o time teve um pênalti marcado a seu favor - vale o registro: quem marcou não foi o árbitro ou o assistente, e sim o quarto árbitro - e a chance de praticamente definir o jogo. Mas o goleiro Sidão foi bem e defendeu a cobrança de Piraju.

O lance não abateu o escrete ferroviário, que continuou muito melhor. Sem sustos, Caju fez o terceiro aos 25 minutos completando de cabeça cruzamento da esquerda. Aos 33 o Audax quase fez o gol de honra num chutaço que bateu na trave. Foi a única vez que o Nacional passou perigo.


Sidão se esticando todo em cobrança de falta para o Nacional. Foto: Fernando Martinez.


O arqueiro osasquense defendeu o pênalti de Piraju aos oito do tempo final. Foto: Fernando Martinez.


Bola alçada na área visitante. Foto: Fernando Martinez.


Lance do terceiro gol local, marcado por Caju. Digamos que o zagueiro do Audax ficou um tanto quanto desolado por conta do lance. Foto: Fernando Martinez.

No fim, o Nacional 3-0 Grêmio Osasco Audax confirmou a ótima fase do time da Barra Funda. Agora com doze pontos, a agremiação é mais líder do que nunca do Grupo 4 ao final do primeiro turno. Somente uma catástrofe tira a vaga do Naça na segunda fase da competição. O Audax ainda é segundo com os mesmos sete pontos.

Depois do jogo voltei para casa ainda amassado por conta de um torcicolo que me deixou fora de combate nos dias anteriores. Isso acabou me deixando miseravelmente fora da rodada matutina do domingo. Voltei aos campos com a última divisão nacional no ABC Paulista.

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário