Procure no JP

terça-feira, 21 de julho de 2015

Barcelona não se livra da má fase e perde mais uma na Segundona


A primeira fase do Campeonato Paulista da Segunda Divisão entrou na sua reta final nesse último final de semana. Agora falta menos de um mês para o término dessa etapa e a luta pela classificação está acirrada nas três chaves. Entre tantos jogos decisivos, rolam também alguns "amistosos" entre equipes que nada mais tem a fazer no certame. No domingo fui ver um desses encontros, o genial Barcelona x Amparo no Estádio Nicolau Alayon.


Barcelona ECL - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


Amparo AC - Amparo/SP. Foto: Fernando Martinez.


Capitães dos times com o árbitro Rogério dos Santos Laranjeira, os assistentes Alex Ang Ribeiro e Márcio Jacob e o quarto árbitro Daniel Carlos Fernandes. Foto: Fernando Martinez.

Essa foi a oitava e penúltima partida do Elefante como mandante nessa Segundona. Como todos vem acompanhando aqui no Blog do Fernando no Jogos Perdidos, o time paulistano ainda não venceu em casa em 2015 e via nessa peleja uma chance para quebrar esse tabu. Nos sete jogos anteriores a equipe acumulou seis derrotas e apenas um empate.

Do outro lado estava o genial Amparo Athlético Club. Há trinta anos o time acumula apenas participações bissextas nas mais diversas divisões de acesso do estadual (Nesse século o clube participa apenas pela quarta vez), todas sem muito destaque. Tanto que eu não acompanhava uma peleja do time desde a famosa disputa do Troféu Retorno que o JP organizou no final de 2006. Já um jogo de campeonato do Leão da Montanha, eu não via desde o longínquo 2001.

Como vem acontecendo regularmente nos jogos do Elefante na casa nacionalina, um grande grupo de amigos esteve comigo em mais essa jornada. O jogo foi bem melhor do que os últimos compromissos do Barcelona por ali e não deixou ninguém com sono. Durante o primeiro tempo o time visitante, comandado pelo ex-jogador Rubens Cardoso, foi melhor e ficou mais tempo dentro da área local.

Os visitantes dominaram a peleja, mas não foi aqueeeeeele domínio sensacional. Tanto que o gol saiu apenas aos 38 minutos e ainda assim numa jogada de puro oportunismo de Matheus. Ele se antecipou ao goleiro Rafa e completou um chute torto da esquerda para o fundo das redes. Com esse solitário gol o tempo inicial terminou.


Torcida do Leão da Montanha marcando presença no Nicolau Alayon. Foto: Fernando Martinez.


Amparo (com seu belo uniforme) atacando o Barcelona. Foto: Fernando Martinez.


Du Amparo levantando a bola na área local. Foto: Fernando Martinez.


Barcelona saindo para o ataque. Foto: Fernando Martinez.


Rubens Cardoso, técnico do Amparo. Foto: Fernando Martinez.

Tendo em seu elenco os geniais Feijão, Vareta, Cantor e Papa Léguas, o Barcelona voltou a campo com mais vontade e no segundo minuto deixou tudo igual com o belo gol de Eduardo. Com o 1x1 no marcador logo os torcedores passaram a se perguntar "será que a virada chega?", "será que hoje a zica como mandante vai realmente embora?".

Não demorou muito para as respostas dessas perguntas aparecerem: NÃO. Aos 20 minutos o Barcelona sofreu um gol bizarro, típico de equipes que estão sem o mínimo de sorte. Matheus chutou da entrada da área, e um dos zagueiros locais conseguiu cortar. Só que a bola, ao invés de sair da área, bateu em João, volante local, e foi morrer dentro do gol. O árbitro acabou dando gol para o jogador amparense.

Sofrer o segundo dessa forma derrubou psicologicamente o onze local e os atletas não conseguiram forças para lutarem por um resultado mais positivo. O Leão da Montanha foi jogando na boa, mantendo o seu adversário em banho-maria, e garantiu o triunfo após seis partidas sem vencer.


Lucas cruzando dentro da área paulistana. Foto: Fernando Martinez.


Vareta cortando cruzamento amparense. Foto: Fernando Martinez.


Atleta local dominando a bola no meio de campo. Foto: Fernando Martinez.


Ataque do time da capital no final do jogo. Foto: Fernando Martinez.

O placar final de Barcelona 1-2 Amparo manteve o Elefante sem vencer em casa e também sem nenhum resultado positivo há onze partidas. A equipe ocupa a penúltima colocação do Grupo 2 com oito pontos. O alvinegro ultrapassou seu adversário do domingo e ocupa a sétima posição da chave, agora com dez pontos. Junto com Palmeirinha e Desportivo Brasil, os dois apenas cumprem tabela nas quatro rodadas finais.

Até a próxima!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário