Procure no JP

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Líder Bernô tropeça e apenas empata com o Manthiqueira no Baetão


São Bernardo x Manthiqueira. Esse foi o jogo de fundo da rodada dupla que armei no sábado passado válida pelo Campeonato Paulista da Segunda Divisão no Baetão. A peleja estava marcada originalmente para a sexta, mas foi alterada por conta da televisão. O genial é que o duelo aconteceu no mesmo horário de Brasil x Paraguai pela Copa América.

Talvez tenha sido por isso que o público tenha sido simplesmente ridículo: apenas 60 pagantes. Qualquer que seja o motivo é assustador ver que um dos melhores times da competição vem levando públicos irrisórios no ano. Justamente na temporada que vem sendo a melhor em muito, mas muito tempo mesmo.

Nas redes sociais vejo muitos dando pitaco e reclamando disso ou daquilo, mas na hora de ir ao estádio incentivar e prestigiar a equipe ninguém aperece. Nem deveria me espantar, mas ainda não consegui deixar isso de lado. Agora, anotem aí: se o time por acaso subir de divisão, ano que vem um monte de aspone e torcedor de ocasião irá aparecer. Fato.


EC São Bernardo - São Bernardo do Campo/SP. Foto: Fernando Martinez.


AD Manthiqueira FL - Guaratinguetá/SP. Foto: Fernando Martinez.


Capitães dos times e quarteto de arbitragem composto por Carlos Fernando Moreira, Gustavo Rodrigues de Oliveira, Ricardo Pavanelli Lanutto e Ilton Aguari. Foto: Fernando Martinez.

O que eu sei é que minha parte eu faço e assim confirmei o 100% de aproveitamento (6/6) nos jogos do alvi-negro até aqui. Na rodada anterior o time venceu o Mauaense fora de casa e emplacou seu melhor começo num campeonato profissional em todos os tempos, uma marca histórica demais. Jogando contra o time de Guaratinguetá, ficava claro que o onze do ABC era favorito.

Só que quando o jogo começou esse favoritismo não entrou em campo e o primeiro tempo foi muito abaixo da média. O São Bernardo tinha mais posse de bola, mas criou poucas oportunidades claras para abrir o marcador. Nos raros chutes com direção certa, o goleiro Pedro fez defesas seguras.


Pedro subindo para fazer a defesa em bola alçada na área do Manthiqueira. Foto: Fernando Martinez.


Zaga laranja afastando o perigo. Foto: Fernando Martinez.


Ataque do São Bernardo no final do fraco primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

O óbvio 0x0 foi o marcador dos primeiros 45 minutos, e no segundo fui para as arquibancadas curtir o momento com toda a rapaziada presente. Rapaziada que vai nos jogos do Bernô faça chuva ou faça sol, diferente de muitos dos que reclamam pela internet. E para a alegria do pessoal, o jogo melhorou.

O Bernô foi mais incisivo, porém pecava na finalização. A cada oportunidade perdida e a cada chute pra fora, parecia que o time não marcaria. Quem resolveu a parada foi Júlio César, camisa 8 local e o único que usa chuteira preta, um milagre. Eram decorridos 35 minutos quando ele acertou um chutaço da entrada da área estufando as redes do Manthiqueira com estilo.

Os três pontos pareciam garantidos para o último invicto da Segundona. Pareciam, pois nos acréscimos aconteceu o empate do time visitante no lance mais polêmico da noite. O árbitro deu três minutos de acréscimo, e quando o tempo já havia estourado o Manthiqueira teve uma falta marcada a seu favor pela direita.

Muitos alegaram que isso já era irregular, mas Carlos Fernando Moreira, o árbitro da peleja, autorizou a cobrança. Raílson, camisa 1 do time laranja, resolveu chutar direto e deixou tudo igual aproveitando falha do arqueiro Brenno. O galho é que ficou claro que a falha aconteceu pois dois atletas guaratinguetaenses claramente tocaram no goleiro dentro da pequena área.

Logo depois do gol o jogo acabou com o placar do Baetão apontando São Bernardo 1-1 Manthiqueira. Os atletas e a comissão técnica do time da casa ficaram revoltados com a não anulação do gol visitante e então rolou uma treta fortíssima no gramado. O zagueiro Mateus Oliveira acabou tomando o cartão vermelho durante a longa confusão.


Outra segura defesa do arqueiro camisa 11 do Manthiqueira. Foto: Fernando Martinez.


Bola levantada na área visitante. Foto: Fernando Martinez.


Agora a vez do Manthiqueira cruzar a pelota na área. Foto: Fernando Martinez.


Boa chance de gol para o time do ABC. Foto: Fernando Martinez.


Exato momento em que o goleiro Brenno era tocado na pequena área no gol de empate do Manthiqueira. Foto: Fernando Martinez.


Treta forte no gramado sintético do Baetão. Foto: Fernando Martinez.

Mesmo com os dois pontos perdidos o time é líder isoladaço do Grupo 3, agora com 25 pontos ganhos, quatro acima do segundo colocado Jabaquara. O Manthiqueira está na sexta colocação com treze. Além disso, o Bernô permanece como o único invicto da Segundona 2015.

Voltei para a capital com aquela marota carona no espetacular Lada Niva do amigo Thiago e ainda deu tempo de fazer aquela sessão de cinema no fim do dia. A madrugada fria não me impediu de cair da cama no domingo para mais um jogo do Barcelona no Nicolau Alayon.

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário