Procure no JP

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Atibaia vence o Cotia e entra no G8 da Série A3

Olá,

Encerrando minha jornada tripla do último final de semana, no domingo a tarde, retornei ao Estádio Conde Rodolfo Crespi, com o objetivo de conferir tudo que rolou na partida Cotia F.C. x S.C. Atibaia, válida pela terceira rodada da primeira fase do Campeonato Paulista da Série A3. Esse foi o quarto jogo realizado no estádio juventino no fim de semana, com o JP marcando presença em três.

Essa partida colocou frente à frente, duas equipes com campanhas bem diferentes, mesmo com a competição estando no início. O time visitante, o Atibaia, havia conquistado três pontos, enquanto o "dono da Casa" não havia pontuado, tendo inclusive, uma derrota por WO, na rodada inicial, por não ter apresentado, dentro do prazo, um estádio alternativo, uma vez que o seu estádio em Cotia não havia sido liberado pela FPF. Vale ressaltar que no ano passado, o Cotia enfrentou a mesma dificuldade (falta de estádio) e mandou seus jogos em outras cidades.

Chegando ao meu destino, fui direto para o gramado e vestiários, visando obter as escalações das equipes, bem como montar o esquema para fazer as fotos oficiais, as quais, são exclusivas e estão apresentadas abaixo:


Cotia F.C. - Cotia/SP. Foto: Orlando Lacanna.


S.C. Atibaia - Atibaia/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Trio de arbitragem composto pelo árbitro central Daniel Corfora Sotile e seus assistentes William Rodrigues Deodato e Hélio Mauro Viana Martins, ao lado dos capitães. Foto: Orlando Lacanna.

A partida foi iniciada com as equipes se estudando e alternando as descidas ao campo de ataque. Com o passar do tempo, foi possível observar que o Atibaia apresentava um futebol mais coeso e aos poucos foi tomando conta das ações. Aos 6 minutos, o time laranja chegou ao seu gol inaugural, anotado pelo camisa 9, Adauto, cobrando pênalti sofrido pelo meia Rossini.


Atacante Clodoaldo (ex-Corinthians) do Cotia cercado pela zaga adversária. Foto: Orlando Lacanna.


Bola indo para o fundo da rede, no primeiro gol do Atibaia em cobrança de pênalti, Foto: Orlando Lacanna.

Estando em desvantagem no placar logo no início da partida, só restava ao Cotia ir para o ataque e foi o que o "time da casa" fez, tanto que, aos 11 minutos, chegou com perigo, através de Rogerinho, mas o goleiro atibaiense Roni foi mais esperto e fez a defesa. A resposta do Atibaia veio aos 15 minutos, quando o zagueirão Kauê, subiu no 3º andar e cabeceou com perigo, com a bola passando muito rente ao travessão.


Atacante do Cotia tentando o contole da gorduchinha para mais um ataque. Foto: Orlando Lacanna.


Nova tentativa do Cotia para subir ao ataque. Foto: Orlando Lacanna.

Apesar do esforço do Cotia, o time visitante se mostrou mais encorpado taticamente e conseguia chegar com perigo à area do adversário, tendo chegado à marcação do seu segundo gol, aos 18 minutos, através de uma rápida escapada e uma conclusão perfeita do ala Kaique. Foi um belo gol pela sua construção e conclusão.

Aos 25 minutos, outro bom momento do time atibaiense, que esteve muito próximo da marcação do seu terceiro gol, numa linda jogada pela direita executada por Paraíba, porém dessa vez o goleiro Washington mostrou elasticidade e conseguiu desviar para escanteio. Foi uma ótima defesa.


Ótima defesa do goleiro do Cotia, evitando aquele que seria o terceiro gol do Atibaia. Foto: Orlando Lacanna.

A partir dos trinta minutos, o ritmo do jogo caiu um pouco, até porque a temperatura estava alta e os atletas demonstravam que estavam sentindo os efeitos do calor forte. No finalzinho da primeira etapa, mais exatamente aos 44 minutos, o Atibaia conseguiu o seu terceiro gol, anotado pelo camisa 7, Paraíba. Após boa jogada iniciada pelo lado direito, culminando numa confusão no interior da pequena área, com o atacante atibaiense tocando a bola para o gol e o zagueiro do Cotia, Julião, tentando desesperadamente evitar o gol.

Houve reclamações de que a bola não teria entrado, mas a arbitragem andou bem ao validar o gol, pois a bola realmente ultrapassou a linha fatal em pelo menos uns 10 centímetros, Eu estava bem ao lado da meta e vi com clareza que a bola entrou. Mais alguns minutos de bola rolando e o árbitro encerrou o primeiro tempo com o Atibaia levando para o vestiário, uma considerável vantagem de três gols, construída sem muita dificuldade, gerando uma expectativa se na segunda etapa o Cotia teria forças para reagir ou se o Atibaia iria manter o ritmo.


Tentativa de bicicleta do avante do Cotia. Foto: Orlando Lacanna.

Devido ao forte calor, deixei o gramado e fui para tribuna e de lá, presenciei uma segunda etapa que começou com o Cotia indo para cima, visando diminuir a vantagem do adversário. Aos 7 minutos, o time azul e preto chegou com muito perigo, numa investida do camisa 9, Clodoaldo, porém o goleiro Roni foi corajoso e abafou a conclusão, saltando nos pés do atacante. Com a vantagem de três gols, o Atibaia só administrava o tempo, tocando a bola e indo ao ataque só na boa. Nesse contexto, o Cotia foi ganhando força e chegou ao seu primeiro gol, na marca dos 19 minutos, numa cobraça de pênalti muito bem executada por Juan.


Primeiro gol do Cotia, anotado por Juan em cobrança de pênalti. Foto: Orlando Lacanna.


Atacante Felipe Xavão indo pra cima da zaga do Atibaia. Foto: Orlando Lacanna.

Ao diminuir a vantagem, o Cotia ganhou moral e foi à luta, visando diminuir ainda mais a diferença no marcador, tendo chegado ao seu objetivo, aos 23 minutos, num gol marcado também por Juan ao aproveitar uma sobra de bola no interior da área, após cobrança de escanteio pela esquerda.


Bola no fundo da meta do Atibaia, no segundo gol do Cotia. Foto: Orlando Lacanna.

Depois de ter sua vantagem diminuída, o Atibaia voltou a imprimir maior velocidade nas jogadas e ainda contou com a queda de rendimento do Cotia, que deu tudo para chegar a marcar os seus dois gols e o cansaço começou a aparecer. Dessa forma, o time visitante voltou a atacar e, aos 26 minutos, quase chegou ao seu quarto gol, num arremate de Renatinho, que o goleiro cotiano defendeu milagrosamente.


Grande defesa do goleiro Washington, do Cotia. Foto: Orlando Lacanna.

Nos últimos quinze minutos, a partida ganhou uma certa dramaticidade, com os dois times buscando o gol, porém com dificuldade em razão do desgaste físico. Aos 34 minutos, o camisa 18 do Atibaia, Henrique Bahia, quase deixou o dele, mas a bola raspou o travessão e saiu por cima. O Cotia tentava de todas as maneiras chegar ao empate, mesmo meio atabalhoado e, quase chegou ao seu objetivo, aos 45 minutos, mas o avante Juan não levou sorte ao mergulhar e tocar de cabeça, ao aproveitar cruzamento perfeito do camisa 2 Du. Para desespero dos atletas e torcida do Cotia, a bola foi para fora.

Nos acréscimos a partida ficou quente com os atletas disputando as jogadas com muita disposção e chegando junto nos adversários, gerando alguns lances mais ríspidos, mas, ao final da partida, nada de mais sério aconteceu. O placar final foi Cotia 2 - 3 Atibaia, resultado que colocou o time laranja na 5ª posição com 6 pontos, com boas chances de conseguir a classificação à próxima fase que valerá o acesso e será disputada por 8 equipes. Quanto ao Cotia, o futuro é preocupante, pois ainda não pontuou e também não havia conseguido liberar o seu estádio, tanto que o seu próximo jogo como mandante, contra o Votuporanguense a ser realizado no próximo dia 14, pela 5ª rodada, será em Capão Bonito, ou seja, da mesma forma do ano passado, não tem conseguido jogar em casa.

Tão logo a partida foi encerrada, deixei o estádio rapidamente com o objetivo de chegar em casa o assistir o segundo tempo do Derbi realizado no Allianz Parque. Foi isso.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário