Procure no JP

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Óbvio triunfo rubro-negro contra o Vilhena na Copa São Paulo

Opa,

Em outro confronto insólito que só a Copa São Paulo de Futebol Júnior pode proporcionar, Flamengo e Vilhena/RO fecharam a segunda rodada do Grupo Q no Estádio José Liberatti com o favoritismo amplo e irrestrito para o rubro-negro.

O time do Osasco FC foi para a arquibancada do estádio torcer por um improvável resultado negativo do Fla. Mesmo fazendo um jogo digno, os rondonienses não foram páreo para o bom time do Rio de Janeiro. A enorme secação do pessoal local não deu resultado.


Vilhena EC (sub20) - Vilhena/RO. Foto: Fernando Martinez.


CR Flamengo (sub20) - Rio de Janeiro/RJ. Foto: Fernando Martinez.


Capitães dos times e quarteto de arbitragem. Foto: Fernando Martinez.

Isso que o primeiro tempo nem foi com um futebol tão primoroso por parte do Flamengo. O time foi burocrático e chegou aos 2x0 - gols de Douglas Baggio aos 18 e Jajá aos 23 - sem forçar a barra. Mas o marasmo geral depois do segundo gol irritou os fiéis seguidores do clube.


Zagueiros do Vilhena decidindo o que fazer com a bola. Foto: Fernando Martinez.


Chute de longe no ataque do Fla. Foto: Fernando Martinez.

A indolência nos vinte minutos finais foi tanta que o Vilhena até chegou a assustar a defesa carioca. A sorte foi que a diferença técnica entre as duas agremiações é enorme, caso contrário a situação poderia ter se complicado.


Goleiro rubro-negro se preparando para afastar a bola. Foto: Fernando Martinez.


Disputa de bola pelo alto. Foto: Fernando Martinez.


Atleta do Fla protegendo a pelota. Foto: Fernando Martinez.

A bronca nos vestiários deu resultado e o Flamengo foi outro no tempo final. O time acertou o pé, não deu espaços ao Vilhena e poderia ter aplicado uma goleada histórica. Acabou marcando "apenas" três vezes.


Detalhe do terceiro gol rubro-negro no tempo final. Foto: Fernando Martinez.


Tímida ofensiva rondoniense no fim do jogo. Foto: Fernando Martinez.

Douglas Baggio, o artilheiro da noite, fez o terceiro aos 17, Jorge o quarto aos 25 e Matheus Sávio fechou o marcador aos 42 minutos. No término do regulamentar o placar do José Liberatti mostrava Vilhena 0-5 Flamengo/RJ. O triunfo deixou o rubro-negro muito próximo da vaga na segunda fase, precisando apenas de um empate para se garantir como líder da chave.

Voltei para casa presenciando momentos com pitadas de surrealidade já pensando na rodada do dia seguinte. Depois de oito jogos com apenas um time novo entrando na Lista, o quinto dia de Copinha colocou duas novas agremiações no extenso rol de times vistos.

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário